Fatos culturais da terra mineira

Depois da recepção de ontem, dormimos em um sítio situado dentro da zona urbana de Belo Horizonte. É o sítio do Xulica que tem um restaurante chamado Vila Verde. O Xulica já foi cozinheiro na França e faz pratos deliciosos. Ainda não sabemos se vamos seg

  
  

Depois da recepção de ontem, dormimos em um sítio situado dentro da zona urbana de Belo Horizonte. É o sítio do Xulica que tem um restaurante chamado Vila Verde. O Xulica já foi cozinheiro na França e faz pratos deliciosos. Ainda não sabemos se vamos seguir viagem para a Serra do Cipó hoje ou amanhã cedinho. Durante nossa estada em BH, quem nos acompanhou foi o Túlio Marques, um sujeito muito legal que nos ajudou em muitas coisas. Ele tem uma chácara aqui ao lado e faz um trabalho interessante. Há 18 anos, ele mantém viva a imagem do tropeiro aqui na capital do estado. Ele possui uma tropa de cavalos selecionados e organiza passeios e cursos nas serras ao redor da capital. Além de uma instrução detalhada de como montar, durante a cavalgada você aprende um pouco sobre a história do tropeirismo e da sua importância para a região. Passeando pelas matas, cruzando rios, ouvindo o canto dos pássaros, você nem percebe que está do lado de uma das maiores capitais do Brasil e apenas 5 minutos do maior shopping de BH. Se você vier para cá, contate o Túlio e mande nossas lembranças. O fone dele é (31) 3344-8986 ou (31) 9983-2356
Inté manhã!

Tulio Marques, representante dos tropeiros de BH

Tulio Marques, representante dos tropeiros de BH

Trabalhando

Trabalhando "em casa"

  
  

Publicado por em