Ilha Mexiana: um paraíso sem igual! - Parte II

Deixa eu continuar a contar o que aconteceu ontem. A história ficou muito longa e eu tinha muitas fotos para mostrar, por isso dividi o texto. Na parte da tarde, fomos conhecer a parte da ilha destinada à pesca esportiva. A Mexiana

  
  

Deixa eu continuar a contar o que aconteceu ontem.

A história ficou muito longa e eu tinha muitas fotos para mostrar, por isso dividi o texto.

Na parte da tarde, fomos conhecer a parte da ilha destinada à pesca esportiva.

A Mexiana é famosa no mundo inteiro pela pesca do Pirarucú, um peixe que pode atingir mais de 2 metros de comprimento e passar de 200 quilos.

Gente de todo o mundo vem até aqui em busca desta emoção em particular.

Nós mesmos conseguimos pegar um com a ajuda do Diego, um pirarucú de 2 anos que já pesava uns 30 quilos.

Nunca havia tocado em um peixe tão grande. Como era uma fêmea, nós a soltamos novamente no lago.

Depois da pescaria, o Luiz e o Diego nos apresentaram aos búfalos tão típicos da ilha do Marajó.

A Sandra e o Erick foram os primeiros a tentar.

No começo foi difícil, mass logo eles pegaram o jeito e junto com o pessoal de Fortaleza entraram rio adentro.

O Búfalo parece um mistura de boi, hipopótamos e rinoceronte.

Gostam muito de água e passam uma boa parte do dia dentro dela.

A Sandra e o Erick mergulharam com estes animais rio adentro e ficaram com água pela cintura. Adoraram!

Depois chegou a minha vez. Sofri um pouco mais, pois o búfalo que montei não foi muito com a minha cara.

Fui salvo (e humilhado) por um garotinho de 8 anos, que não chegava nem na altura da sela, mas que manejava estes animais com muita habilidade.

Ele nasceu aqui e ajuda seu pai na fazenda.

O Diego o apelidou de Chaca-chaca, mas seu nome é Vandelson.

No final do dia, um funcionário pegou um filhote de jacaré na beira do rio e trouxe para que pudéssemos tocá-lo.

Eu já havia feito isto uma vez na Flórida, mas hoje foi mais selvagem, foi diferente.

Os animais tinham quase um metro de comprimento, e depois de ser fotografado por todos os ângulos foi solto no rio.

Ufa, que dia! Do rio para Mexiana. De Mexiana para dentro deste paraíso intocado.

Estou ansioso pelo amanhã. E vocês?

  
  

Publicado por em