Mina de diamantes

Hoje faltou pouco, mas quase conheci os 7 anões! É verdade, hoje fomos conhecer uma mina de verdade. Chama-se Mina do Poço do Brejo e fica em Igatú, um distrito da cidade de Andaraí. A mina foi aberta há mais de 70 anos e foi cavada pelo m

  
  

Hoje faltou pouco, mas quase conheci os 7 anões!

É verdade, hoje fomos conhecer uma mina de verdade. Chama-se Mina do Poço do Brejo e fica em Igatú, um distrito da cidade de Andaraí.

A mina foi aberta há mais de 70 anos e foi cavada pelo meio da rocha por uma extensão de quase 400 metros. Na verdade ela entra por um lado da montanha e sai do outro.

Na década de 50 havia mais de 70 homens trabalhando ali, retirando da terra uma enorme quantidade de diamantes.

Por vários anos ela ficou fechada e esquecida até que 4 garimpeiros com o apoio da Secretaria de Turismo resolveram abri-la para o público.

Durante dois anos, estes 4 homens têm retirado o entulho, reforçado as paredes com troncos e reconstruído túneis para que os turistas possam conhecer mais de perto o que foi a febre do diamante por aqui.

A entrada da mina já vale a pena! Por um lado do túnel sai um rio que serve para ajudar a retirar o entulho acumulado.
Pelo lado esquerdo, o visitante entra por um canal que ora se estreita, ora se abre em enormes salões escavados na rocha. Uma obra digna de Hércules, mas que foi realizada por homens comuns em busca de uma vida melhor.

A restauração ainda não está totalmente completa, mas a mina já pode ser visitada e percorrida em quase 300 metros.

Uma experiência que vale a pena! Pena que ainda não achei o meu diamante, e olha que não foi por falta de procurar!!

Até tomando banho de cachoeira eu tenho parado e dado uma olhada no cascalho que se acumula junto as pedras.

Quem sabe né?

  
  

Publicado por em

Cesar

Cesar

18/03/2009 20:25:25
oi quero fazer um roteiro, vou passar semana santa la,como faço

Família Goldschmidt

Família Goldschmidt

Desculpe a demora na resposta. Sugiro procurar a prefeitura de Andarai ou a associação de guias locais Abraços Peter