Novas descobertas

As coisas por aqui estão corridas. Muito para conhecer e pouco tempo disponível. Não está sendo fácil escrever, fotografar, filmar, e ainda atualizar diariamente o site, mas mesmo assim vamos tocando. Estamos conhecendo muitas pessoas incríveis. Já estou

  
  

As coisas por aqui estão corridas. Muito para conhecer e pouco tempo disponível. Não está sendo fácil escrever, fotografar, filmar, e ainda atualizar diariamente o site, mas mesmo assim vamos tocando. Estamos conhecendo muitas pessoas incríveis. Já estou até falando mineiro, sô! Tudo aqui é “muito bão dimais da conta”. Foi uma ótima escolha para começar nossa expedição. Já começamos até a descobrir alguns regionalismos nas palavras e frases. Veja estas traduções:
Fazer a feira = Fazer compra do mês
Comer a quitanda = Fazer um lanche a tarde com bolos, pão de queijo, biscoitos, doces e queijos.
Lavar a horta = Lavar o quintal da casa (tenha horta ou não).
Aprendemos estes termos com o nosso guia, que também nos levou para o vale e o chapadão da Babilônia. O vale tem quilômetros de extensão e é bem marcado por duas serras. Parece um enorme corredor de relva verde pontuado por fazendas muito antigas, muitas delas transformadas em pousadas como a da Babilônia, a Pousada Mata do Engenho e a Boa Esperança, uma das mais antigas da região. Depois de cruzarmos todo a vale, subimos a serra Branca (que tem este nome por causa das pedras de quartzo) e chegamos a um campo de altitude chamada de Chapadão da Babilônia, um lugar incrível, quase místico. Aqui, neste lugar isolado a mais de 1.400 metros de altura, reina o soberano Lobo Guará, acompanhado dos tamanduás, e mais, por centenas de pássaros. Do alto do chapadão avistamos a Cascata d´Anta, que fica na Serra da Canastra, não muito longe dali. Iremos visitá-la na próxima semana. Até amanhã.

Erick com a papagaia Kika na Pousada da Babilônia

Erick com a papagaia Kika na Pousada da Babilônia

Vista da Serra de Santa Maria

Vista da Serra de Santa Maria

Vista geral do Vale da Babilonia com chapadão a esquerda

Vista geral do Vale da Babilonia com chapadão a esquerda

Sandra provando doce de leite feito em fogão de cupinzeiro

Sandra provando doce de leite feito em fogão de cupinzeiro

Flôr do cerrado

Flôr do cerrado

  
  

Publicado por em