O telegrafista e o Marechal Rondon

Hoje visitamos um marco da fundação de Vilhena, a Casa do Marechal Cândido Rondon. Na verdade, ele não morava na casa e sim o telegrafista que trabalhava para ele. Lá estão guardadas várias relíquias do começo do século XX, esperando pela

  
  

Hoje visitamos um marco da fundação de Vilhena, a Casa do Marechal Cândido Rondon.

Na verdade, ele não morava na casa e sim o telegrafista que trabalhava para ele.

Lá estão guardadas várias relíquias do começo do século XX, esperando pela organização de um museu municipal.

De todo maneira, a Casa é um marco da colonização do estado de Rondônia e o local onde viveu por vários anos o telegrafista Marciano Zonoece (foto junto com o neto em frente à sua antiga residência).

O senhor Marciano, hoje já falecido, foi adotado pelo Marechal em uma tribo Paricis no Mato Grosso e mandado para estudar no Rio de Janeiro.

Quando voltou, foi contratado como telegrafista e morou com sua família durante vários anos no meio da selva em meio a índios selvagem.

Depois de um ataque da feroz tribo Cintas-Largas em 1969, a Família deixou a casa e foi morar perto de uma base militar para ter maior segurança.

Hoje, seus filhos e netos guardam e divulgam com carinho a memória deste anônimo herói das comunicações.

A história do próprio Marechal Rondon é pouco conhecida. Infelizmente, o Brasil tem memória curta e esquece rapidamente de seus guerreiros e heróis.

Valorizamos mais a cultura que vem de fora. Procurei ler alguma coisa sobre Rondon e veja o que descobri:

O Marechal Cândido Rondon foi incumbido em 1907 de instalar linhas telegráficas entre os estados de Mato Grosso e Amazonas.

Dividiu a tarefa em 3 expedições que consumiram vários anos. Seu lema para com os índios era: “Matar nunca, morrer se for preciso”.

Durante sua carreira, instalou mais de 8.000 km de linhas telegráficas e lançou base para a fundação de várias cidades.

Descobriu também vários rios e as nascentes dos rios Madeira, Guaporé e Tapajós.

Em 1915 realizou uma expedição com o ex-presidente americano Theodore Roosevelt.

A expedição durou 5 meses e batizou um dos rios descobertos com o nome do presidente americano.

Seu legado foi fundamental para a ocupação de Mato Grosso, Rondônia e Acre.

Entre seus diversos títulos, podemos destacar os seguintes: Guerreiro da Paz, Civilizador dos Sertões, Pai dos Índios e Patrono das Comunicações.

  
  

Publicado por em

Cristyany Almeida

Cristyany Almeida

16/07/2012 01:10:14
Muito bom saber q ainda existem pessoas interessadas na historia de Rondônia. É de muita avalia. O que me deixa triste e que, o que era pra ser preservado como patrimônio histórico e cultural, hoje esta abandonado pelo nossos governantes.Eu como filha da terra ,Penso que deveriam valorizar mais a historia de nosso Estado,pois daqui mais alguns anos ficara sem passado!!!

Carlos

Carlos

08/05/2011 19:24:25
que vergonha ter uma mulher de nome beatriz rondon, uma cangaceira de animais, oque sera que ela merece hem ? talvez o mesmo tratamento que os animais na fazenda santa sofia em aquidauana tiveram ! seria o ideal,uma vergonha nacional. e o marechal rondon ainda cuidava dos indios. como pode isso né. abraços e felicidades.

Juliana

Juliana

14/06/2010 22:34:45
BOM D +

Candido Mariano da Silva Rondon Junior

Candido Mariano da Silva Rondon Junior

21/12/2009 18:57:08
tudo bom eu me chamo Candino Mariano da Silva Rondon Junior e sou bisneto do marechal
EU em nome da minha familia agradeço pela reportagem
um abraço

Manoel rodrigues filho

Manoel rodrigues filho

02/08/2009 15:16:56
Nosso brasil existem varios herois anonimos, que contribuiram para um futuro melhor e no entanto estão esquecidos na historia, parabens ao nosso marechal rondon e a todos aqueles ao seu lado que enfrentaram todo tipi de obstaculos da natureza mas mesmo assim conseguiram alcançar seus objetivos, uma foto muito bonita do Senhor marciano Zonoece e seu neto, parabens ao senhor zonoece obrigado por tudo grande e ilustre heroi brasileiro.

MARIA HELENA MEDEIROS

MARIA HELENA MEDEIROS

16/06/2009 19:37:55
MUITO BOM!A SAGA DE RONDON DEVERIA SER RETRATADA EM FILME. ESSE GRANDE MISSIONÁRIO DAS LINHAS TELEGRÁFICA DEVIA SER HOMENAJEADO COM UM FILME OU QUEM SABE UMA MINISSÉRIE DA GLOBO. É ALGO QUE VALE A PENA INCENTIVARMOS. É DE GRANDE ADMIRAÇÃO TODA A PASSAGEM DO MARECHAL NO VALE DO GUAPORÉ.

Família Goldschmidt

Família Goldschmidt

Concordo com voce. Vamos sugerir pois é um personagem quase esquecido
Jurandy Furtado Pessoa

Jurandy Furtado Pessoa

29/03/2009 14:17:35
Que beleza de reportagem.O grande heroi Marechal Rondon merece ser mais conhecido. Gostaria de ler mais sobre esse Ilustre brasileiro.

Família Goldschmidt

Família Goldschmidt

Foi um grande heroi mesmo. Tem muita literatura a respeito. visite o site:[[http://www.e-biografias.net/biografias/marechal_rondon.php ou http://www.funai.gov.br/indios/personagens/rondon.htm abraços peter|]]
Elcio rodrigues zonoece

Elcio rodrigues zonoece

05/09/2008 17:20:16
a familia zonoecê, agradece, pela reportagem feita pela familia goldschmidt

Leandro

Leandro

29/08/2008 20:39:25
alem de fazer parte da familia Zonoece,poderiam costruir um marco de agradecimento para os familiares!