Orquídeas e bromélias

Descobrimos que em Domingos Martins vive um dos maiores orquidófilos (que coleciona orquídeas) e orquidólogos (estudioso das orquídeas) do mundo. Sr. Roberto Anselmo Kaustky Fomos conhecer o Sr. Roberto Anselmo Kaustky, que há 69 anos estuda as o

  
  

Descobrimos que em Domingos Martins vive um dos maiores orquidófilos (que coleciona orquídeas) e orquidólogos (estudioso das orquídeas) do mundo.

Sr. Roberto Anselmo Kaustky

Sr. Roberto Anselmo Kaustky

Fomos conhecer o Sr. Roberto Anselmo Kaustky, que há 69 anos estuda as orquídeas, as bromélias e a natureza (ele tem 79 anos). Como fruto do seu persistente trabalho, o Sr Kaustky descobriu e catalogou mais de 130 tipos de plantas e animais, batizando-os com seu próprio nome e de seus familiares e amigos. Na sua casa em D. Martins, ele mantém uma reserva ecológica particular onde cultiva centenas de espécies de plantas, a maioria delas da família das orquídeas e das bromélias.

Agnaldo e o boi adestrado

Agnaldo e o boi adestrado

Caminhando com ele pelas matas, ficamos espantados com a quantidade de nomes científicos que ele carrega na memória. É difícil encontrar uma planta que ele não saiba o nome científico e as principais características. No quintal ele mantém um belo orquidário, com plantas de todo o mundo, inclusive uma orquídea asiática, descrita pelos chineses há mais de 2.500 anos, a Cymbidium (viu, eu também sei!). Nos fundos de sua propriedade, no topo de um morro com 300 metros de altura, o Sr. Kaustky construiu uma capela ecumênica com um lindo afresco de Jesus. Ali, ele e a comunidade de Domingos Martins instalaram os dois maiores sinos (segundo me informaram) já produzidos no Brasil e batizados de Paz (900 kg) e União (1.100 kg). Todos os dias eles tocam em três horários e ajudam a acertar o relógio de toda a cidade.

Vista de Domingos Martins do alto do morro

Vista de Domingos Martins do alto do morro

Todo o caminho até o topo do morro é margeado por orquídeas plantadas pelo Sr. Roberto, o que torna o passeio em uma aula de botânica, acrescida de beleza e prazer.

Erick se encanta com as inúmeras espécies de orquídeas

Erick se encanta com as inúmeras espécies de orquídeas

Apesar do passeio agradável, tivemos que voltar para casa cedo. A Sandra cortou o pé em um dos passeios em Piúma e isto está atrapalhando o seu caminhar. O machucado esta curando, mas como é na planta do pé, encomoda um pouco.

Capela ecumênica do Sr. Kaustky

Capela ecumênica do Sr. Kaustky

Quando chegamos de volta ao nosso acampamento, encontramos o Agnaldo, o dono do local, que trouxe um boi enorme para que as crianças pudessem montar. Só o Erick teve coragem de subir no “Dourado”. Depois, ainda tivemos uma demonstração de adestramento com o boizão ajoelhando, deitando e fingindo de morto. Imagine, um touro de quase 300 quilos brincando como se fosse um cachorrinho. Só vendo pra crer.

  
  

Publicado por em

Ana luiza

Ana luiza

20/11/2008 23:22:44
eu já fui na casa dele e achei muito lindo as orqídias as plantas a casa e tudo lindo!!!