Seja dono da sua Agência de Viagens Virtual

Blogs > Família Goldschmidt > Expedição Giro pela América > 

Porto de Manaus

Para se ter uma idéia melhor da localização de Manaus e seu porto, é preciso primeiro entender onde fica a cidade. Apesar de ser uma metrópole, Manaus está isolada por via terrestre da maioria do Brasil. Só existem duas estradas asfaltadas

7 de Outubro de 2003.
Publicado por Família Goldschmidt  

Para se ter uma idéia melhor da localização de Manaus e seu porto, é preciso primeiro entender onde fica a cidade.

Apesar de ser uma metrópole, Manaus está isolada por via terrestre da maioria do Brasil.

Só existem duas estradas asfaltadas, uma que segue para Roraima e depois para a Venezuela e outra com pouco mais de 300 quilômetros que chega até Itacoatiara.

Para as outras cidades do estado e do Brasil, os únicos caminhos são por ar ou pelos rios.

Estas características tornam o porto de Manaus algo muito parecido com o terminal rodoviário do Tietê em São Paulo.

Só que aqui ao invés de ônibus, existem todos os tipos de barco, indo para todas as direções.

Além das balsas que levam grandes cargas e carros, os tipos mais comuns de embarcações são os chamados Barcos Regionais (na Bahia conhecidos por Gaiolas).

São barcos de três ou quatro andares, com algumas cabines e que levam de tudo: pessoas, animais e carga.

Como a maioria dos passageiros é de uma classe mais simples, todo o espaço dos barcos é ocupado por dezenas de redes que servem como sofá, cadeira e cama.

Ao andar pelo porto você nota na frente de cada barco o local de destino, o itinerário e o dia de partida.

Todas as manhãs um formigueiro de gente chega até o porto carregando malas, mudança, água, mantimentos, tudo que se possa imaginar.

Pelas pequenas rampas de madeira e concreto, as pessoas sobem e descem em um ritmo frenético e intenso.

Me lembrou a fila de trabalhadores naqueles filmes sobre a Serra Pelada.

A disputa por um lugar no porto é outro espetáculo à parte.
Mesmo totalmente cheio, sempre cabe mais um.

Acompanhei a atracagem de um barco por quase 20 minutos.

Ele forçava sua entrada espremido entre dois outros barcos maiores.

Empurra daqui, afasta dali. Um exercício de força e negociação que termina sempre com mais um barco no porto e mais uma opção para o viajante.

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

cleuza

 postado: 18/8/2009 22:53:41editar

quero muito conhecer estew canto maravilhoso do brasil quem sabe ate mesmo, trabalha. mora em mato grosso do sul tenho vontade ver de perto todas essa beleza da natureza.

Vale a pena conhecer Manaus e ficar hospedado em um hotel de selva


 

Últimos boletins

  • 26/Mar/13 VIAJE COMIGO 77 | ANTÁRTIDA Antártida - Um continente gelado e cheio de vida!
  • 24/Ago/09 Vila de Sewell e Mina El Teniente - Patrimônio da Humanidade construido com o cobre do Chile Conheça a cidade fantasma de Sewell, encravada no meio dos Andes e a Mina El Teniente, a maior mina de cobre subterrânea do mundo
  • 30/Abr/09 Viajando a Torres del Paine Acabei de voltar de uma viagem a Patagônia Chilena. Desta vez não viajei em expedição e sim a trabalho, a convite de um operador.
  • 26/Mar/09 Bariloche no Verão A partir de hoje começamos a Expedição Bariloche Verão. Durante 10 dias vamos explorar esta região e especialmente o Parque Nacional Nahuel Huapi, o maior e talvez um dos mais bonitos de toda Argentina. Dentro do nosso novo estilo de expedição (mais
  • 23/Mar/09 Nova expedição da Família Goldschmidt - Bariloche Depois de sucesso da expedição Peru no final do ano passado, agora chegou a hora de pensar em outra viagem. Afinal, barco parado cria musgo. No próximo dia 26 de Março embarcamos em uma nova viagem dentro da expedição Giro Pela América.
  • 9/Mar/09 Colônia do Sacramento – Uruguai Fundada por portugueses em 1760, a cidade de Colônia do Sacramento foi, por muitos anos, um enclave luso dentro do território dominado pela coroa espanhola.
  • 23/Fev/09 Machu Picchu vai fechar? Não sei como os boatos na internet começam, mas certamente sei como terminam: Com um monte de gente confusa. Nestes últimos dias temos recebido muitos e-mails comentando que Machu Picchu será fechada ao público para evitar sua degradação. Pelo que s
  • 5/Fev/09 Como viajar ao Peru Já estamos de volta a Terra Brasilis e em ritmo normal (ou anormal). Já sinto saudades do Peru e do ritmo da viagem, cada dia conhecendo um lugar diferente, pessoas, pratos típicos etc. Mas, fazer o que? Temos que trabalhar. Trabalhar muito.
  • 2/Fev/09 Voltando para casa O vôo da TACA AIRLINES aterrisou de manhã no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo marcando o final desta nossa aventura.
  • 27/Jan/09 Quase em casa Nosso último dia em Lima foi mais corrido do que imaginávamos. Fizemos as últimas gravações no Parque do Amor, um espaço verde a beira-mar em pleno bairro de Miraflores.

Veja também

Encontro das águasConhecendo Manaus – Parte II

 

editar    editar    editar    644 visitas    1 comentários