Praias do Gunga

Desde que chegamos aqui, as pessoas nos falam da tal praia do Gunga, uma das mais belas do Brasil. Ela fica do outro lado do rio São Miguel e diariamente saem do cais barcos levando uma quantidade enorme de turistas para lá. Diante da beleza das pr

  
  

Desde que chegamos aqui, as pessoas nos falam da tal praia do Gunga, uma das mais belas do Brasil. Ela fica do outro lado do rio São Miguel e diariamente saem do cais barcos levando uma quantidade enorme de turistas para lá.

Diante da beleza das praias da Barra, confesso que fiquei meio desestimulado em trocar o sossego daqui pela agitação de uma praia cheia de gente branquela.

Foi então que recebi um convite oficial dos proprietários da fazenda Gunga e fui lá conferir.

Além do barco, a única maneira de se chegar lá é através da fazenda de côcos que se estende até onde a vista alcança.

Do mirante construído na beira da estrada (e onde há uma bela exposição do artesanato em palha de Ouricuri) se pode ter uma melhor impressão do tamanho do lugar.

A área é particular e toda cercada, e para entrar é preciso pagar uma taxa de conservação de 5 reais. Quando chegamos na parte da praia que se encontra com o rio, confesso que fiquei meio decepcionado.

Apesar da quantidade de coqueiros e da areia clara, não achei nada de extraordinário.

Foi então que fomos convidados a fazer um passeio de buggy pelos 10 km da praia. Descobri que a beleza extraordinária do Gunga se esconde depois de uma pequena península, mais parecido com um cotovelo.

Dali para frente, a praia expõe toda sua beleza. Um mar azul e forte, batendo numa praia deserta protegida por um coqueiral que quase toca na água. Liiiindo!

Se o passeio acabasse por aqui, eu já estaria satisfeito, só que ele continuou até chegar nas falésias, mas isto eu vou contar amanhã. Hoje tô muito cansado. Inté!

OBS: nem se atreva a pegar um côco dentro da fazenda do Gunga, nem que ele estiver no chão. Os proprietários cobram uma taxa de 50 reais por côco apanhado. É prejuízo na certa. É mais fácil pagar 1 real na barraquinha.

  
  

Publicado por em