Rumo a Fortaleza – 1

Saímos cedo do Hotel Verdes Vales logo depois de um belo café da manhã. Seguimos em direção ao norte, para Fortaleza, distante 530 km daqui. A estrada segue sempre contornando os paredões da chapada. Seria uma linda viagem se não f

  
  

Saímos cedo do Hotel Verdes Vales logo depois de um belo café da manhã.

Seguimos em direção ao norte, para Fortaleza, distante 530 km daqui.

A estrada segue sempre contornando os paredões da chapada.

Seria uma linda viagem se não fosse a péssima condição da estrada.

É lógico que existem trechos bons, mas os trechos ruins cansam por toda a viagem.

Por mais que eu tente, é impossível não cair em algum buraco mágico.

Dei este nome porque eles aparecem de repente, como se fosse um passe de mágica.

Gostaria muito que o governo fizesse uma mágica e os buracos sumissem. Vê se dá um jeito Sr. Lula!

Em decorrência da estrada, acabamos chegando apenas até Quixeramobim. Uma pequena cidade do sertão central.

Paramos na Fazenda Hotel Parelhas, que fica na beira da estrada.

Falei com o Dono Ricardo e ele nos permitiu dormirmos ali. Depois do episódio do posto no sul da Bahia, não durmo mais em qualquer lugar.

Conversando com o Ricardo, descobri que foi aqui em Quixeramobim que nasceu eu cresceu Antonio Conselheiro, o beato herói da Guerra de Canudos.

No centro da cidade há inclusive um memorial em sua homenagem e a casa onde ele nasceu ainda está intacta.

Vocês viram, para quem quer saber mais, há sempre uma lição a ser aprendida.

Durante nosso final de tarde na Fazenda Parelhas, conseguimos até relaxar.

Eu fiquei colocando em dia o diário de bordo enquanto as crianças e a Sandra foram conhecer a fazenda.

Com suas CALOIS, eles seguiram uma trilha cheia de cactos até o açude e na volta conheceram a criação de bodes. Relaxamento e aprendizado, tudo junto.

Melhor não podia ser!

  • Fazenda Hotel Parelhas

Estrada do Algodão, km 134
Fone: (88) 402-2847

  
  

Publicado por em