Viagem ao Xingú – Parte I

Durante nossa passagem por Belém, conhecemos uma pessoa que com certeza será nosso amigo por muito tempo: o Diego. Ele é um daqueles caras impossíveis de esquecer, uma mistura de tudo de bom que existe no mundo. Ele nasceu na Suíça, mas fal

  
  

Durante nossa passagem por Belém, conhecemos uma pessoa que com certeza será nosso amigo por muito tempo: o Diego.

Ele é um daqueles caras impossíveis de esquecer, uma mistura de tudo de bom que existe no mundo.

Ele nasceu na Suíça, mas fala como italiano. Morou na Argentina e no Peru, mas vive há 25 anos no Brasil.

Durante este tempo, já rodou o mundo inteiro. Fui apresentado a ele quase que por acaso em uma feira de turismo e imediatamente houve uma empatia.

No dia seguinte, ele me apresentou a um dos grandes empresários do Pará, o Sr. José Rebelo, fundador do Grupo Reicom.

O Sr. José, apesar de sua posição, é uma pessoa extremamente simples.

E mesmo com seu sucesso profissional, continua a ser o que sempre foi.

Ele é o tipo do empresário que começou de baixo, trabalhando como seringueiro, e depois transportando mercadorias em uma pequena canoa.

Criou os filhos na beira do Xingú e com muito trabalho e habilidade nata para os negócios, obteve sucesso.

Hoje, seu grupo engloba 11 empresas e só uma delas possui mais de 150 balsas de transporte espalhadas pela região norte.

Todos o consideram como uma enciclopédia viva da Amazônia, uma vez que ele passou boa parte de sua vida na floresta.

Sem nos conhecer muito bem, ele convidou a família Goldschmidt para fazer uma viagem com ele pela Amazônia . A viagem será de balsa.

Ele vai levar uma carga até sua fazenda no baixo Xingu, numa viagem de dois dias pelo rio Pará e Amazonas.

Depois de 3 dias na fazenda, desceremos o Amazonas por dois dias até sua foz, onde vamos conhecer a Ilha Mexiana, onde o grupo Reicom construiu um resort de primeira.

Eu como não sou bobo nem nada e gosto sempre de aprender, aceitei sem demora.

Como todo o trajeto será feito de balsa, vamos levar a bordo o Pégaso e o Kangoo, assim poderemos trabalhar e ficar mais a vontade (apesar da balsa ter 4 suítes à disposição).

Acho que vai ser uma viagem fantástica, pois vamos poder conhecer a região norte através de um dos seus pioneiros.

Embarcamos hoje a tarde e vamos sair hoje a noite, assim que a maré permitir.

Tomara que a viagem seja boa! Bon Voyage!

  
  

Publicado por em