Vida nas areias do Deserto

Feliz Ano Novo! Mesmo que um dia atrasado ainda vale. Agora só faltam 364 dias para terminar 2009.

  
  

Feliz Ano Novo!

Mesmo que um dia atrasado ainda vale. Agora só faltam 364 dias para terminar 2009. Se este novo ano for igual ao que terminou vou ficar muito feliz. Recebemos muitas bênçãos de Deus e sou muito grato a Ele por tudo. Além disto, estar realizando esta expedição depois de tanto trabalho faz tudo vale ainda mais a pena.

Família Goldschmidt

Passamos o Reveillon em Lima. A meia noite fomos até o mirante no Shopping Larcomar e de onde vimos os fogos de artifício que pipocaram por toda a costa. Hoje saímos cedo, mas uma vez atravessando o deserto, em direção a Ica localizada uns 300 kms o sul de Lima. Na verdade toda a costa peruana é um grande deserto com 2.700 kms de extensão. Este deserto é cortado por 55 rios que formam grandes vales por onde passam. E como “onde há água há vida”, estes vales estão repletos de cidades e plantações de todos os tipos de frutas, verduras e legumes.

Ica está em um deste vales, habitado há quase 2 mil anos (pela cultura Paracas). Hoje, esta cidade cercada de dunas é reconhecida como produtora dos melhores vinhos peruanos. São mais de 80 vinícolas artesanais e 3 industriais. A mais conhecida delas é a Tacama. Usando técnicas de irrigação e água do subsolo, os peruanos transformaram areia em vinhos conhecidos em todo o mundo.

Aqui também é produzida a bebida nacional peruana, o Pisco, feito a partir da fermentação da uva. Visitamos a vinícola El Catador, considerada uma das melhores da região. Conhecemos todo o processo de fabricação, incluindo o lagar onde as uvas são pisadas, a prensa, os tanques de fermentação e de destilação. Apesar de não beber nada de álcool achei o processo interessante. O nome Pisco vem de uma palavra Quéchua que quer dizer ave. Pisco também é o nome das jarras de cerâmica, de formato cônico onde a bebida era armazenada para a fermentação. Daí, por associação, surgiu o nome desta aguardente.

No caminho a Ica fizemos uma parada na cidade de El Carmen, a convite de nosso amigo César da Fiesta Tour. Esta cidade é conhecida por ter a maior população negra do Peru. Apesar de ter sido colonizada por espanhóis, foram os portugueses que trouxeram para a região os primeiros escravos, vindo de Angola para trabalhar nas fazendas de algodão. Nesta cidade a cultura africana é preservada com orgulho. As danças e as músicas adaptadas à cultura peruana estão sempre presentes. Nas ruas e praças os meninos fazem exibições de sapateado (mesmo descalços) para os turistas. Foi em El Carmen que conhecemos a Família Ballumbrosio, cujo patriarca o Sr. Amador é considerado um ícone da cultura negra no país. Seus filhos e netos viajam o mundo difundindo as músicas e danças afro-peruanas. Um deles fez uma apresentação especial em sua casa com instrumentos típicos como a queixada de burro e o “Cajon”, uma caixa madeira oca usada como instrumento de percussão. A música e a dança vocês verão em nosso DVD. Aguardem!

Bom, por hoje é só. Amanhã visitaremos as ilhas Ballestas, a mais importante reserva marinha do Peru onde aves, lobos marinhos e pingüins se reproduzem e criam seus filhotees. Também vamos a cidade de Pisco ver esta comunidade foi afetada pelo terremoto de 2007. Nosso dia terminará em Nazca, onde visitaremos as famosas linhas no deserto.

Amanhã, Sábado, não teremos diário, mas Domingo prometo que conto tudinho.

Abraços

Peter Goldschmidt - www.familiagold.com.br

A Família Goldschmidt tem o apoio das seguintes empresas:

GOLDTRIP - www.goldtrip.com.br
TIMBERLAND – www.timberland.com.br
TACA AIRLINES - www.taca.com
PIGMENTUM - Comunicação Visual - www.pigmentum.com.br
MTK - Artigos para aventura – www.mtkacess.com.br
BEEPHOTO – Tudo para fotográfica – www.beephoto.com.br
TRAVEL ACE Seguro – www.travelace.com.br
RENAULT – www.renault.com.br
Membro da Brazilian Adventure Society - BAS

Feliz 2009
Experimentando pepino doce
Erick perdendo a partida de xadrez
Vinhedo El Catador
Lagar e prensa de uvas
Jarras de Pisco
Juntos com Cesar e família Ballumbrosio
Música afro-peruana
Meninos sapateando na praça
  
  

Publicado por em