Brasília e Goiás - #destinocopa2014 #copa2014 #brasilia #goias #turismo #df #go

O Centro-Oeste de nosso país é uma região fascinante. A capital do Brasil e o estado de Goiás reúnem história, cultura e um invejável patrimônio natural.

  
  

Brasília nasceu do desejo do ex-presidente Juscelino Kubitschek levar a capital brasileira para o centro do país e com isso promover o desenvolvimento da região Centro-Oeste do Brasil. Algumas hipóteses especulam sobre o projeto e instalação da cidade, como, por exemplo, a de que Juscelino teria se inspirado na cidade egípcia do faraó Akhetaton para compor o Plano Piloto, principal centro urbanístico de Brasília, e de que o local de sua instalação teria sido uma decisão influenciada pelo sonho profético do padre Dom Bosco em 1883, que indicava que “uma grande civilização nasceria entre os paralelos 15º e 20º (que muitos entendem ser a localização de Brasília). O projeto urbanístico foi desenvolvido por Lúcio Costa, que venceu o concurso nacional para a elaboração do Plano Piloto. A parceria entre ele, Oscar Niemeyer (projeto arquitetônico) e Burle Marx (projeto paisagístico), fez da cidade uma legítima obra de arte, reconhecida pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade. Mais do que o cenário político do país, Brasília atrai turistas de todos os cantos do mundo que vem conhecer esta beleza urbana diferenciada, permeada de lendas e história.

Brasília

Estádio Nacional Mané Garrincha

Com capacidade para 71 mil pessoas, a nova Arena Brasília terá posição de destaque no calendário do mundial. A capital será anfitriã da seleção brasileira no jogo decisivo da fase de grupos e sediará também um confronto das oitavas de final e um das quartas de final. A partida que decidirá o terceiro e o quarto lugares também vai acontecer no Estádio Nacional Mané Garrincha. Além de acompanharem o Brasil, os torcedores que estiverem em Brasília assistirão, na primeira fase, a outras duas seleções cabeças de chave.
Estádio Nacional Mané Garrincha, s/n – Asa Norte
www.estadionacionaldebrasilia.com.br

O Plano Piloto

O Plano Piloto corresponde à área urbana projetada por Lucio Costa. Visto de cima, assemelha-se ao formato de um avião, ou de um pássaro, ou, como diria mais tarde o urbanista: “A sugestão de uma cruz, uma libélula, uma borboleta, um arco e flecha...”. Em resumo: duas grandes vias expressas perpendiculares que cortam o Plano Piloto, de norte a sul pelo chamado Eixão, e de leste a oeste pelo chamado Eixo Monumental. Especialmente nessa área, monumentos, palácios, esculturas, espelhos d’água e jardins paisagísticos integram a vida urbana à arte de forma singular. Os principais monumentos localizam-se ao longo do Eixo Monumental.

Praça dos Três Poderes

Localizada na extremidade do Eixo Monumental, no final da Esplanada dos Ministérios, a praça dos Três Poderes representa o ponto de encontro simbólico do Executivo (Palácio do Planalto), Legislativo (Congresso Nacional) e Judiciário (Supremo Tribunal Federal). Na praça encontra-se também o Panteão da Pátria, o Espaço Oscar Niemeyer e o Mastro da Bandeira, espaço onde em cada primeiro domingo do mês acontece a solenidade de troca da bandeira, com desfile militar. Além dos prédios projetados por Oscar Niemeyer, aqui estão as esculturas de Os Guerreiros, de Bruno Giorgi, e A Justiça, de Alfredo Ceschiatti.

Praça dos Três Poderes
Panteão da Pátria
Praça dos Três Poderes e Congresso Nacional
Os Guerreiros e palácio do Planalto

O Palácio do Congresso Nacional é a sede do Poder Legislativo. É um dos principais cartões-postais da cidade. Duas cúpulas – uma côncava e outra convexa – compõem com as duas torres as áreas administrativas e técnicas do Legislativo. Em visitas guiadas, o turista tem acesso aos principais espaços do palácio, que guarda um expressivo acervo de obras de arte. Esse programa de visitação é orientado por conceitos que vão além do turismo, focando a educação para a cidadania.
Praça dos Três Poderes
www.congressonacional.leg.br/portal

Congresso Nacional

As visitas guiadas ao Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo, acontecem apenas aos domingos. O turista pode também assistir à troca da guarda que ocorre a cada duas horas, a primeira às 8h e a última às 18h.
Informações: www2.planalto.gov.br/presidencia/palacios-e-residencias-oficiais/visitas

A Explanada dos Ministérios é formada por um conjunto de edifícios que ocupam ambos os lados do Eixo Monumental. Alguns dos ministérios oferecem visitas guiadas.

Explanada dos Ministérios

No Eixo Monumental estão: o Teatro Nacional, com duas fachadas revestidas por blocos de concreto, numa obra de Athos Bulcão; no seu interior, obras de Alfredo Ceschiatti e Marianne Peretti, além dos jardins projetados por Burle Marx; o Complexo da República, formado pelo Museu Nacional Honestino Guimarães e pela Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola; a belíssima Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida (Catedral de Brasília), que, projetada por Niemeyer, apresenta ao turista que visita seu interior um espetáculo produzido pelos vitrais coloridos de Peretti, que proporcionam iluminação natural abaixo do nível do solo, além das obras de Di Cavalcanti;

Catedral Metropolitana
Catedral Metropolitana

o Memorial dos Povos Indígenas, com um rico acervo de artefatos e utensílios das tribos do Alto Xingu; o Memorial JK, onde está enterrado o ex-presidente Juscelino Kubitschek e com uma exposição permanente de fotos e documentos sobre a construção da cidade e a vida pessoal do ex-presidente, além de sua biblioteca particular, com mais de 3 mil volumes. (www.memorialjk.com.br).

Memorial JK
Memorial JK

Estão também o Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, que oferece visita guiada por seu interior, que abriga uma das mais interessantes coleções de arte de Brasília, como os painéis de Athos Bulcão, obras de Rubem Valentim, Sérgio Camargo, Cândido Portinari, Maria Martins, Victor Brecheret e Alfredo Volpi, com destaque para os tapetes e a tela O Grito do Ipiranga, pintura histórica de Pedro Américo que retrata a Proclamação da Independência do Brasil. Na área externa, a escultura O Meteoro, de Bruno Giorgi, representa todos os continentes do planeta unidos harmonicamente, e o projeto paisagístico é assinado por Roberto Burle Marx.

Palácio do Itamarati
Palácio do Itamarati

O Eixo Monumental dá acesso ao Parque da Cidade, que conta com uma área de 420 hectares e jardins assinados por Burle Marx. A Ponte JK, que liga o Lago Sul à parte central de Brasília, através do mesmo eixo, também é um atrativo imperdível.

Ponte JK

O Eixo Monumental apresenta um visual impressionante ao cair da noite, quando os edifícios são iluminados, destacando ainda mais sua beleza e harmonia artística.

Eixo Monumental

Palácio da Alvorada

Fora do Eixo Monumental, localizado à beira do lago Paranoá, o Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, também oferece visitas guiadas, somente às quartas-feiras, a partir das 15h, com entrada limitada a 300 turistas. A visita percorre a área social do prédio, inclui os salões principais –onde a presidente despacha e onde recebe autoridades –, a capela e os jardins, obra paisagística de Roberto Burle Marx. Entre o acervo artístico estão obras como As Banhistas, de Ceschiatti, e o painel de azulejos de Athos Bulcão. Diariamente ocorrem o hasteamento da Bandeira, às 10h, e o arriamento, às 18h.
Via Presidencial, s/n – Zona Cívico-Administrativa

Palácio da Alvorada

Santuário de Dom Bosco

As 80 colunas de 16 metros decoradas por vitrais em forma de arcos, com 12 tonalidades de azul entremeadas, que se iluminam de diferentes maneiras conforme a posição do Sol, criando um cenário reconfortante e belo, tornam imperdível a visita ao interior do santuário! Construído em homenagem a São João Belchior Bosco, tem nas portas, produzidas em ferro e bronze em relevos, partes da história de vida de Dom Bosco, que é o padroeiro da cidade. À noite, a atração fica por conta do lustre de 3,5 metros de altura, que, formado por 7.400 peças de vidro murano, é aceso, iluminando os vitrais de forma diferente.
Seps 702/902, Lote B – Asa Sul
http://santuariodombosco.org.br

Santuário de Dom Bosco

Templo da Legião da Boa Vontade – LBV

O Templo da LBV chama a atenção pela forma piramidal. No topo da pirâmide, encontra-se uma pedra de cristal de 21 quilos que, segundo se acredita, faz do templo um centro de energia. No piso, a decoração em forma espiral orienta a caminhada de meditação.
Setor das Grandes Áreas Sul, Quadra 915, lotes 75 e 76 – Asa Sul

Templo da Legião da Boa Vontade

Museus

A capital brasileira conta com acervos dos mais variados temas que envolvem a história, costumes e arte de nosso país. São mais de 20 espalhados pela cidade, entre eles: Museu de Valores do Banco Central, Museu da Imprensa, Museu da Fundação Nacional da Saúde, Museu Vivo da Memória Candanga, Museu Assis Chateaubriand, Museu do Superior Tribunal da Justiça, Museu Histórico e Artístico de Planaltina, Museu de Brasília/Museu da Imagem e do Som, Museu do Supremo Tribunal Federal, Conjunto Cultural da Praça dos Três Poderes/Espaço Oscar Niemeyer, Museu Histórico do Senado Federal, Museu de Arte de Brasília, Museu da Caixa Econômica Federal, Museu Postal e Telegráfico da ECT, Memorial dos Povos Indígenas, Museu Brasileiro de Contabilidade, Museu Nacional de Gemas e Joias, Museu da Limpeza Urbana, Museu da Justiça Militar da União, Museu de Geociências, Museu da Academia de Polícia Civil, Museu do Tribunal Superior Eleitoral, Museu de Artes e Tradições do Nordeste, Museu do Ministério do Trabalho, Museu da Polícia Federal.

Para informações específicas de cada museu e seus respectivos acervos, consulte o site: www.guiadebrasilia.com.br/esquinas/galerias/museusbsb/index.html.

Recentemente foi inaugurado o Museu Virtual de Brasília, que tem acesso pelo site: www.museuvirtualbrasilia.org.br/PT.

Catetinho

Tombado pelo Iphan, o Catetinho foi a primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek na época da construção de Brasília. Projeto de Oscar Niemeyer, é um prédio simples, feito de madeira, e conhecido como “Palácio de Tábuas”. Alguns cômodos, como a antiga suíte presidencial, a sala de despachos, o quarto dos membros do governo, o quarto de hóspedes e a sala de refeições, são abertos à visitação e exibem fotos, objetos e mobiliário originais. O exterior conta com uma agradável área verde para caminhada. BR 040, km 0, Trevo do Gama

Catetinho

Quartel-General do Exército

Mais um projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer em conjunto com o projeto paisagístico de Roberto Burle Marx, o Quartel-General é um complexo imenso que abriga o Alto-Comando do Exército. É aberto à visitação, mas o acesso é limitado. O conjunto de dez edifícios é acompanhado por uma enorme estrutura em concreto: uma concha que simboliza o punho da espada de Duque de Caxias. Conta também com o Museu do Exército. Na área externa, vale caminhar pela Praça dos Cristais, assinada por Burle Max.
Setor Militar Urbano
www.exercito.gov.br‎

Quartel-General do Exército

Mirante da torre de TV

Estrutura metálica projetada por Lucio Costa, do alto de seus 224 metros se pode observar todo o Eixo Monumental, a Asa Norte e a Asa Sul e o lago Paranoá, com uma vista de 360 graus de toda a cidade e seu entorno. Na base da torre acontece uma feira, que concentra uma enorme quantidade de barracas que comercializam desde o mais singelo artesanato até móveis especiais.

Torre de TV digital

A torre de TV digital de Brasília, apelidada “Flor do Cerrado”, por ter sido inspirada na caliandra do Cerrado, típica desse ecossistema, é outro dos monumentos projetados por Oscar Niemeyer. A base representa o caule da flor, que se abre em duas pétalas com cúpulas de vidro; a torre tem 180 metros de altura e pode ser vista de quase todos os pontos da cidade. Em uma das pétalas, funciona um salão para exposições; na outra, está funcionará um bar/café. No último andar, fica o mirante com vista 360 graus, que apresenta a cidade em meio ao Cerrado. Por causa da limitação de capacidade, a visitação é mediada por um controle de acesso, realizada com grupos de até 27 pessoas por vez.
DF-001, Centro – Sobradinho

Torre de TV digital
Torre de TV digital

Lago Paranoá

O Paranoá é um lago artificial formado pelas águas represadas do rio de mesmo nome. Ele está em torno de toda a cidade. A princípio, o objetivo do lago era apenas minimizar a secura do Cerrado, mas tornou-se um centro de lazer e esportes: com frequência a paisagem do Paranoá nos fins de semana é marcada por lanchas, jet skis, barcos, prática do remo, vela, mergulho ou kitesurf. Muitos aproveitam para banhar-se nas praias artificiais, como a Prainha e o Piscinão do Lago Norte.

Pontão

Situado à beira do lago Paranoá-Sul, o Pontão é um centro de lazer cercado por verde e segurança, hoje integrado ao cotidiano dos moradores, e um dos pontos turísticos mais visitados de Brasília. Conta com restaurantes, bares, quiosques, parquinho para crianças, caixas eletrônicos, feiras e exposições. É palco de shows e eventos esportivos, além de ser um dos melhores lugares da cidade para observar o pôr do sol.
Shis Ql 10, Conjunto 10
www.pontaodolagosul.com.br

Pontão
Pontão

Chapada Imperial

Bem próxima ao centro de Brasília (a apenas 50 km), a chapada é uma reserva ecológica particular de aproximadamente 4.800 hectares, considerada a maior área de mata particular preservada dentro do Distrito Federal, um santuário ecológico por abrigar espécies de animais ameaçados de extinção tais como: onça, lobo-guará, tamanduá-bandeira, tatu-canastra. Tem formação bastante diversificada, composta de rochas e cânions em terrenos acidentados, cachoeiras e piscinas naturais, além de várias trilhas diferenciadas pelo grau de dificuldade. Um passeio bem diferente para dar uma escapada e curtir a natureza!
DF 220 que tem acesso pela DF 001
http://chapadaimperial.com.br

Chapada Imperial
Chapada Imperial

Gastronomia

Brasília não tem uma gastronomia regional definida. A cidade conta com ótimos restaurantes que oferecem cardápios diversificados que vão da culinária regional de vários estados brasileiros a pratos da gastronomia internacional.

Bar do Alemão
O filé à parmegiana é o prato mais famoso do cardápio, que inclui outras delícias da gastronomia alemã.
SHTN Polo 03 – Trecho 01 Lote 09
Projeto Orla – Asa Norte
www.bardoalemaobrasilia.com.br

Places Restaurante
O farto bufê gourmet é a vedete do almoço, conta com cerca de 80 pratos frios elaborados com os ingredientes frescos, acompanhados de três opções de pratos quentes. Há também happy hour e jantar à la carte.
SHS Quadra 5 Bloco H
www.placesrestaurante.com.br

Hospedagem

Há muitas opções de hospedagem em Brasília, que podem ser consultadas nos websites.
www.brasiliaconvention.com.br/turismo
http://wbrasilia.com/turismo.htm

Especialmente para o turista

Os horários de visitas das atrações em Brasília são bem variados. O ideal é organizar sua viagem consultando os respectivos sites de interesse e se organizar antes de ir. Para quem tem pouco tempo na cidade, o Brasília City Tour pode ser uma boa opção. O passeio de 2 horas passa pelas principais atrações, como Eixo Monumental, Esplanada dos Ministérios, Ponte JK, parando somente em três pontos por cerca de 10 minutos: Catedral Metropolitana, praça dos Três Poderes e Palácio da Alvorada.
http://catedralturismo.com.br/servicos/city-tour

GOIÁS

Paisagem do cerrado

Pirenópolis

Tombada como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Pirenópolis conserva um ar antigo e bucólico, com ladeiras e calçadas de pedras quartzíticas. À beira do rio das Almas, despontam casarões do século XVIII, igrejas e museus, emoldurados pela beleza natural do Cerrado goiano. Conhecer a cidade caminhando é mais do que um prazer: o city tour passa pelos principais prédios históricos, como o Cine Pirineus, Teatro Pirenópolis, a Igreja do Bonfim, o Museu do Divino, antiga câmara e cadeia, e pela Igreja Matriz Nossa Sra. do Rosário, a mais antiga do estado, datada de 1728 e considerada a maior construção em taipa de pilão do mundo.

Cine Pirineus
Igreja Matriz Nossa Sra. do Rosário
Museu do Divino
Museu do Divino

À noite, a rua do Lazer é o ponto de encontro onde lojas, bares e restaurantes instalados em casas coloniais espalham mesas na calçada e se acendem as antigas luminárias, criando um ambiente belo e aconchegante.

Rua do Lazer

Parque Estadual dos Pirineus

Criado com o objetivo de preservar a fauna e a flora do Cerrado e os mananciais, como as nascentes do rio das Almas, o parque é o principal destino dos que praticam o ecoturismo. O ideal é contratar um guia para acompanhar as caminhadas permitidas dentro do parque. As principais trilhas seguem entre a vegetação que nasce sobre rochas e levam a mirantes. Contemplar o pôr do sol tingindo o Cerrado de tons vermelhos e alaranjados no cume do pico dos Pirineus, ponto mais alto da região, com 1.385 metros de altitude, a vista, vale qualquer esforço!

Parque Estadual dos Pirineus - Morro Cabeludo
Parque Estadual dos Pirineus - Mirante
Cume do Pico dos Pirineus
Cume do Pico dos Pirineus

RPPN Vargem Grande

Localizada a 11 km da cidade, a Reserva Particular do Patrimônio Natural Fazenda Vargem Grande preserva 390 hectares do Cerrado na zona da serra dos Pireneus. A fazenda é aberta à visitação controlada. Duas trilhas bem demarcadas levam a cachoeiras. O acesso à cachoeira Santa Maria, com 8 metros de queda, é plano e calçado, uma caminhada fácil de 500 metros, permitindo que crianças e idosos cheguem com facilidade até ela. Já para apreciar os 15 metros de queda da cachoeira do Lázaro são 1.300 metros de caminhada de nível médio, com subidas e partes sem calçamento.
Acesso pela estrada para o Parque dos Pirineus

RPPN Vargem Grande
Cachoeira Santa Maria
Cachoeira do Lázaro

Cachoeira do Abade

Localizada a 12 km do centro, de propriedade da Fazenda Cabaçais, a cachoeira é aberta ao público, mediante o pagamento de uma taxa de preservação. Emoldurada pela mata verde do Cerrado, a queda livre de 22 metros desliza para uma grande piscina natural, rodeada por uma praia. A frequência é bem familiar, local é adequado para quem está com crianças.
Acesso pela estrada para o Parque dos Pireneus

Cachoeira do Abade

Fazenda Babilônia

Antigo engenho de cana-de-açúcar construído em fins do século XVIII, hoje tombado como Patrimônio Nacional. Além da beleza da construção preservada, com destaque para a capela, original da época, o melhor dessa visita é ouvir as histórias contadas pela sra. Telma Lopes enquanto passeia pela fazenda em companhia dos turistas, terminando a visita com um farto café da manhã goiano, inspirado nos que ela própria consumia em sua infância na fazenda. São mais de 40 iguarias que reúnem em uma só refeição queijos, biscoitos, bolos, pamonhas e pães ao lado de linguiça, carne assada, galinha caipira, paçoca de carne-seca, entre outras delícias, acompanhadas por leite, café e sucos de frutas da região.
Acesso pela GO-431, km 3
www.fazendababilonia.tur.br

Fazenda Babilônia
Fazenda Babilônia

Santuário de Vida Silvestre Vagafogo

Reserva Particular do Patrimônio Natural, criada para promover a educação ambiental, o ecoturismo e a produção sustentável de alimentos, o santuário conta com várias atividades na natureza, entre elas a trilha interpretativa que margeia o rio Vagafogo. O percurso, que tem média de 1.500 metros entre árvores centenárias da mata ciliar e estratégicos pontos de descanso para observação de pássaros e outros animais, passa por uma piscina natural de água límpida onde são permitidos o banho e uma relaxante massagem na pequena cachoeira. Além da trilha, o santuário oferece para visitantes de todas as idades arvorismo e rapel, biblioteca, quiosque com redes para descanso e o brunch, uma verdadeira experiência gastronômica com cerca de 45 itens produzidos na própria fazenda com frutos do Cerrado e produtos locais.
Rua do Frota, 888
www.vagafogo.com.br

Sr. Evandro Ayer, proprietário e as delícias regionais produzidas na fazenda

Museu Rodas do Tempo

Com o desejo de resgatar a história de veículos de duas rodas, o acervo do Museu Rodas do Tempo é composto de motocicletas, bicicletas motorizadas, scooters, veículos de mais de duas rodas com motorização de motocicleta e bicicletas, bem como algumas curiosidades mecânicas e uma coleção de brinquedos como minimotorcicletas, carrinhos, aviões e trenzinhos antigos. A proposta é oferecer ao visitante a oportunidade de conhecer e admirar a evolução tecnológica da roda. O acervo do museu está em constante evolução com frequente inclusão de novos itens.
Avenida Prefeito Luiz Gonzaga Jayme, 172
www.rodasdotempo.com.br

Museu Rodas do tempo

Festa do Divino Espírito Santo

Maior manifestação da cultura no estado, a tradicional Festa do Divino ocorre de forma muito especial em Pirenópolis. Ela é considerada a mais bonita do Brasil, por esse motivo atrai muitos turistas na época em que é realizada. A festa folclórica dura três dias e acontece um mês e meio depois da Páscoa. Na programação, a Cavalhada é o destaque, uma emocionante encenação em que cavaleiros medievais revivem lutas entre mouros e cristãos. A festa do Divino é marcada também pela coroação do imperador, a procissão de bandeiras, repique dos sinos e shows de fogos de artifício. Em todos os dias de festa, os mascarados, que se fantasiam com coloridas cabeças de boi e de outros animais, ou cobrindo o rosto com máscaras, divertem moradores e turistas. No Museu do Divino Espírito Santo, sediado na antiga Casa de Câmara e Cadeia (avenida Beira Rio s/n – Centro Histórico), o turista conhece toda a história da festa por meio de vídeos, objetos, fantasias e apetrechos utilizados durante o evento.


Gastronomia

Pirenópolis é por muitos considerada um dos principais polos gastronômicos de Goiás. Sendo uma das primeiras cidades goianas, a culinária local é representada nos pratos típicos como o arroz com pequi, a pamonha, o empadão, a guariroba, a paçoca de pilão, o bode, as quitandas e os doces. Com a influência do turismo, a cidade conta com restaurantes que servem pratos que combinam ingredientes regionais com a sofisticação da gastronomia internacional, bem como com as culinárias mineira, baiana, carioca e nordestina. Nossas sugestões:

Maiale Empório e Restaurante
Num ambiente requintado e aconchegante, com excelente atendimento, tem a culinária baseada em massas artesanais e ingredientes regionais. Não deixe de acompanhar sua refeição com um vinho produzido pela vinícola dos Pirineus: Bandeiras – uva barbera – e Intrépido – uva syrah
Rua do Rosário, 34

Empório do Cerrado
Fazendo jus ao nome, seu cardápio é composto por pratos com os frutos do Cerrado e a sofisticação da gastronomia contemporânea. Em homenagem à Festa do Divino, a chefe da casa criou o prato Imperador de Verde e Amarelo – lascas de filé grelhado em caldo de cajuzinho do mato com charutos de folha de taioba com recheio de risoto de açafrão.
Rua do Rosário, 21
www.emporiodocerrado.com.br

Tempero do Rosário
Para uma refeição rápida, caseira e muito saborosa.
Praça da Matriz, 27

Restaurante Dona Cida
Serve pratos da culinária regional com destaque para o arroz de pequi, a paçoca de pilão e a galinha cabidela.
Rua do Carmo, 22 A

Hospedagem

Pousada dos Pirineus
Uma das melhores opções de hospedagem em Pirenópolis. As suítes são espaçosas, charmosas e muito confortáveis. O café da manhã é farto e a infraestrutura de lazer, bem completa.
Rua do Carmo, 21 – Bairro do Carmo
www.pousadadospireneus.com.br

Agência receptiva

Tilapatur
Praça da Matriz, 1 – Centro
www.tilapatur.com.br

O Centro de Atendimento ao Turista (CAT) também indica guias credenciados para os passeios. Nós contratamos o guia Cristiano da Costa.
Rua do Bonfim, 14 – Centro

Para mais informações sobre hospedagem, restaurantes e serviços, consulte:
www.pirenopolis.com/pt
www.pirenopolis.tur.br

Caldas Novas

A 330 km de Brasília, com o privilégio de ser considerada a maior estância hidrotermal do mundo, com águas que brotam do chão a temperaturas que variam de 33 °C a 60 °C, Caldas Novas tem seu lugar consolidado no turismo. Reduto de casais que seguiam para passar a lua de mel em meio a suas águas quentes, ou pessoas que vinham se tratar nas águas termais, que comprovadamente possuem propriedades terapêuticas, a cidade hoje chega a receber por volta de 500 mil turistas na alta temporada. Com hotéis e pousadas para todos os bolsos e níveis de conforto, a cidade conta com bons restaurantes e atrativos turísticos. Já há alguns anos os parques aquáticos com atrações voltadas para todas as idades são muito procurados. Além das estâncias termais e todos os atrativos das águas quentes, vale a pena visitar outros pontos turísticos, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, de 1850, que, com paredes e colunas de madeira, ainda preserva a construção original; o Jardim Japonês de Caldas Novas, construído por Toshiyuki Murai, inspirado nos jardins dos templos budistas – seus pagodes convidam à meditação.

Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores
Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores

A serra de Caldas Novas também reserva gratas surpresas a quem pratica ecoturismo e esportes náuticos.
Parque Estadual da Serra de Caldas Novas (Pescan)
Criado para proteger uma das mais importantes áreas do aquífero hidrotermal, o parque dispõe de completa infraestrutura para recepcionar o turista. O centro de visitantes conta com um eco-museu que exibe animais do Cerrado, principal bioma do parque, e o turista pode caminhar, acompanhado de monitores, por trilhas interpretativas que levam a refrescantes banhos nas quedas da Cascatinha e do Paredão de janeiro a junho, quando as cascatas estão com bom volume de água – e a mirantes que descortinam toda a beleza da mata do Cerrado entre cânions e veredas.
Acesso pela avenida Cel. Bento de Godoy, 6 km

Ecomuseu
Parque Estadual da Serra de Caldas Novas
Parque Estadual da Serra de Caldas Novas

Lago Corumbá

O lago artificial alimentado pelos rios Pirapitinga, Piracanjuba, Peixe e São Bartolomeu fica mais ou menos a 9 km do centro de Caldas Novas. O perímetro do lago é bastante recortado e a natureza em seu entorno, exuberante. Ponto de encontro dos praticantes de esportes náuticos como jet ski, windsurf, ski aquático e passeios de barco, ao longo da orla há barzinhos e restaurantes para quem pretende apenas tomar um banho – aqui, de água fria!

Lago Corumbá

Lagoa Quente

Conta a história que o paulista Martinho Coelho de Siqueira descobriu a lagoa Quente por acaso, quando um de seus cães de caça caiu numa das fontes termais. O artista Félix Taunay reproduziu a cena da descoberta num quadro pintado em 1862. A réplica desse quadro encontra-se na lagoa, e o original está exposto no museu da Escola de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Essas nascentes estão preservadas no Lagoa Termas Parque, que fica às margens da lagoa do Pirapitinga. O parque possui 400 mil m² e tem várias atrações como piscinas com água quente, toboáguas, cascatas, quadras, espaço para atividades como o arvorismo, camping, restaurantes e sauna, mas oferece especialmente a oportunidade de caminhar em torno da lagoa quente e sentir a temperatura da água no Poço do Ovo (assim chamado porque pessoas já chegaram a cozinhar ovos em suas águas), que pode chegar a 57 ºC.
Avenida Lagoa Quente, 05
www.lagoaquente.com.br

Lagoa Quente
Poço do Ovo

Além do Lagoa Termas Parque, Caldas Novas possui muitos parques aquáticos localizados em pontos estratégicos da cidade. O DiRoma Acqua Park é um dos mais populares. Bem completo, com diversão para todas as idades, conta com ótima infraestrutura, com bares (seco e molhado), restaurantes, fraldário, playground, além de toboáguas, piscina de onda termal e quadras de areia, entre outras atrações.
Rua São Cristóvão, 1.110 – Solar de Caldas
www.diroma.com.br

DiRoma Acqua Park

Artesanato

O artesanato goiano tem na natureza sua inspiração. Artesãos utilizam fibras, raízes, folhas e frutos do Cerrado em suas obras. Aos fins de semana e feriados acontece a Feira do Luar, abaixo do Sambódromo Centro, que oferece aos turistas barracas com comidas típicas, artesanatos, roupas, bijuterias. A variedade de doces e licores artesanais produzidos na região também ganha espaço em Caldas Novas com produtos feitos com frutas do Cerrado – com destaque para o pequi –, compotas, cajuzinhos e bebidas. Na Cachaçaria Vale das Águas Quentes, o turista encontra a cachaça produzida e envelhecida naturalmente em barris de madeira nobre, como nos antigos alambiques das fazendas coloniais. Os licores tradicionais de frutas são fabricados com uma cachaça bidestilada cujos extratos são produzidos em Goiás. Não deixe a caçacharia sem provar o sorvete de rapadura. Espetacular!

Cachaçaria Vale das Águas Quentes
Sorvete de rapadura

Gastronomia

Bem variada, a culinária de Caldas Novas é rica e mistura peixes e aves com frutos do cerrado, com destaque para o arroz com pequi, o empadão goiano e a tradicional galinhada. Nossas sugestões:

Churrascaria Picanha na Brasa
A asinha de faisão é a especialidade da casa.
Rua Cel. Luiz José Pereira, 241 – Centro
www.churrascariapicanhanabrasa.com.br

Restaurante Nona Mia
O rodízio de massas com as mais diversas variações e molhos é o carro-chefe.
Rua Major Victor, 95 – S Central
http://nonnamia.com.br

Hospedagem

Hotel Di Roma Exclusive
Bem localizado, com bons apartamentos. Quem se hospeda pode utilizar sem custo adicional o Parque Aquático Di Roma.
Rua São Cristóvão, 1.110 – Solar de Caldas
www.diroma.com.br

Para mais informações sobre hospedagem e restaurantes e serviços, consulte:
www.caldasnovas.com.br/brasil
http://caldasturismo.com.br/a-empresa

Rio Quente

Diferentemente de Caldas Novas, Rio Quente é bem mais tranquila. Uma cidade pequena e pacata. A principal atração são as águas quentes do rio. Os hotéis e pousadas são mais requintados. A rede de hotéis do Rio Quente Resorts é o mais importante complexo turístico da cidade, e quem se hospeda em seus domínios pode desfrutar do Parque das Fontes, do Hot Park, uma área de 5 mil metros quadrados que conta com atrações com piscinas, corredeira de água quente, lago de águas quentes para mergulho e esportes de aventura, toboáguas, além da Praia do Cerrado – a maior praia artificial de águas quentes do mundo, com areia branca, coqueiros e nove tipos de ondas que atingem até 1,20 metro de altura. A infraestrutura do Rio Quente Resorts é bem completa. O Hot Park e a Praia do Cerrado são abertos ao público, mas o Parque das Fontes é reservado apenas para quem está hospedado.
Fazenda Água Quente, s/n – Zona Rural
www.rioquenteresorts.com.br

Praia do cerrado
Praia do cerrado

As reportagens da Família Müller te apoio da Curtlo. Visite o site e conheça toda a linha de produtos para desfrutar das atividades ao ar livre.

www.curtlo.com.br

  
  

Publicado por em