Chegada em Lima e volta ao Brasil

28º. Dia da Expedição Sul Peru. Cortando o litoral sul do Peru. Mundo Andino Estimados Amigos! Mundo Andino Ontem chegamos em Lima, a grande capital do Peru, com aproximadamente 7 milhões e 500 mil habitantes, após dois dias de viagem marg

  
  

28º. Dia da Expedição Sul Peru. Cortando o litoral sul do Peru.

Mundo Andino

Mundo Andino

Estimados Amigos!

Mundo Andino

Mundo Andino

Ontem chegamos em Lima, a grande capital do Peru, com aproximadamente 7 milhões e 500 mil habitantes, após dois dias de viagem margeando as águas frias do Oceano Pacífico.

Mundo Andino

Mundo Andino

A vinda a Lima, antecipada em apenas alguns dias, foi necessária para uma melhor avaliação no problema do eixo dianteiro do caminhão Andino. Ontem mesmo, o pessoal da Euromotors, representante da Volkswagen no Peru, desmontou completamente o eixo, inclusive coroa e pinhão, fazendo uma revisão completíssima. Foi verificado que as cruzetas e as pontas dos eixos precisam ser trocadas, para que o Andino volte a ser um 4x4.

Mundo Andino

Mundo Andino

O problema mecânico com o nosso caminhão foi ocorrido após uma forte encalhada durante a escalada do Mismi. Na verdade o Andino foi vítima de uma grande armadilha, sendo enganado pelo terreno de um manancial, cortado pela precária estrada. Primeiro senti que as rodas do lado direito estavam afundando, então acelerei tentando evitar o pior, o Andino empinou, escapando para o lado esquerdo onde teve sua traseira afundada imediatamente numa lama argilosa. A operação para livrar o Andino da enrascada levou quase quatro horas, a cada momento o eixo traseiro afundava mais na lama, enquanto o dianteiro estava fora, patinando, o que fatalmente ocasionou o entortamento de suas pontas. Bem, se realmente não tivéssemos nos esforçado tanto, o Andino estaria lá, a 4.800m de altitude, afundado na lama até hoje. O importante é que o problema foi identificado, as peças já estão sendo importadas dos Estados Unidos, e logo o Andino estará pronto para escalar novamente.

Como é uma super falta de respeito seguir pelas montanhas sem o Andino, a principal ferramenta de todo o projeto, que nos é uma necessidade constante, estou dando por encerrada esta expedição, para que os esforços sejam concentrados em sua recuperação, e para que não haja atraso no início da próxima expedição.

A Expedição Sul Peru foi um sucesso, escalamos 6 montanhas, percorrendo as principais cordilheiras que compõem os Andes no sul do Peru. Foram distribuídos entre as crianças 76 kits de material escolar (pasta com caderno, lápis, borracha, lápis de cor e apontador), entrevistamos a população local nas vilas mais pobres e descobrimos que está acontecendo um êxodo das montanhas para as grandes cidades, ou seja, o homem andino está abandonando o seu meio, aqueles que ficam estão cada vez mais isolados.

Sei que tudo o que foi feito ainda é pouco diante da proposta de todo o projeto, senti uma falta imensa da ajuda de especialistas para realizarem as pesquisas de campo, espero que os problemas financeiros que o projeto ainda enfrenta sejam resolvidos e médicos e pesquisadores possam estar presentes nas próximas expedições.

Amanhã chegamos ao Brasil!!!

Um abraço cheio de saudades,

Waldemar Niclevicz

  
  

Publicado por em