Mais alguns dias na Venezuela...

São através das adversidades que surgem as oportunidades! O calor, a lama e a poeira temperaram nossas duas últimas semanas...

  
  
Único Land no Venezuela Off Road Festival

Forçados a tardar por mais tempo do que o previsto a nossa partida da América para a Oceania, pudemos visitar o maior festival de aventura e off-road da América Latina, o VENEZUELA OFF-ROAD & ADVENTURE FESTIVAL 2007! E lá, no primeiro dia do evento, fomos procurar o organizador da festa. Tony Velázquez é um aventureiro 4x4 que, a bordo de um Hummer H2, já percorreu nos últimos 10 anos mais de 425.000km por esse mundão a fora! Quem quiser, ai fica o seu site para mais detalhes de suas expedições: www.hummerexpeditions.com

Com a ajuda de Tony, o qual se tornou um grande amigo e a quem somos muito gratos, na noite de sábado (pelas 22:00h) entramos com o Lobo da Estrada dentro do parque de exposições para que no domingo pudéssemos expor nosso Projeto “Mundo por Terra”. Como nosso carro é nossa casa, dormimos ali mesmo e no dia de domingo, amanhecemos fazendo uma bela de uma faxina.

A atração é a Lan Cruiser da Toyota

A partir do meio dia, hora que abriam os portões, tivemos várias visitas de interessados em nossa expedição... mas também fomos, por algumas vezes, confundidos, pois algumas pessoas achavam que nosso carro era a ambulância do evento, hua, hua, hua!!! Alguns brasileiros também passaram por ali e deixaram saudades. Dentre eles, jipeiros cheios de vida do Jeep Clube de Roraima e os integrantes do Projeto Doutores na Estrada, Ricardo “Louras” e Fernanda acompanhados por seus pais! Foram dois dias que passamos acompanhados por estas adoráveis pessoas.

Com o carro exposto e o projeto sendo divulgado em um meio tão propício, não poderíamos deixar de buscar apoios e patrocínios! Visitamos diversos expositores e a eles expusemos nosso projeto. Quando imaginávamos que para nós a exposição do carro não tinha sido aquelas coisas, nos enganamos, pois com quase todos que conversamos, já tinham visto e lembravam-se do nosso carro.

Hummer blindado e anti-minas

Alguns apoios já estão firmados, como o da GEO 4WD, empresa venezuelana especializada em OFF-ROAD a qual nos arranjou alguns equipamentos (www.geo4wd.com). Fora estes, vários estão engatilhados e podem acontecer no futuro.

Para ajudar na divulgação do Mundo por Terra, a revista RUTA’S nos convidou para entrarmos com nosso carro dentro da pista, onde aconteciam as competições off-road e onde se concentrava a maior quantidade de espectadores... e lá, fizemos uma entrevista ao vivo e a cores tentando ser entendível em nosso Portunhol. Foi muito emocionante e fomos recebidos com muito carinho pelos venezuelanos. Muitos vinham nos pedir para tirarmos fotos com eles... só faltou darmos autógrafos! Foi nosso grande dia de fama... Com a revista RUTA’S, faremos, nas próximas edições, algumas matérias sobre nossa expedição.

Amigos brasileiros

Também nos surpreendeu o convite por parte da equipe da Fundação Desdibujando Fronteras para darmos entrevista a Radio Nacional da Venezuela, a Radio del Sur e a TeleSur. Neste stand, fizemos um pequeno passeio com o TIUNA, carro 4x4 V8 desenvolvido aqui na Venezuela e o qual será utilizado no projeto Continente de Colores, expedição que percorrerá 10 países da América do Sul e que tem por objetivo recorrer a riqueza que entrelaça estes países. Isto vem de encontro a um sonho do Libertador Simón Bolívar, que vislumbrou unir a América do Sul em uma só nação. Este bem quisto revolucionário, hoje, dá nome a este país – República Bolivariana de Venezuela. O projeto Continente de Colores tem apoio do Governo Venezuelano e de grandes empresas, como a PDVSA, que é como a Petrobrás brasileira.

Se apresentando no Festival

Deixamos esta maravilhosa festa no dia 01 de maio, terça-feira as 21:00h, pois no outro dia iríamos carregar nosso carro no container. Como estamos despachando-o para a Austrália, que é um país muito exigente em questões de vigilância sanitária e bacteriológica, tivemos que limpá-lo no detalhe. Para isso, fizemos a faxina em seu interior até as 5:00h da manhã e no outro dia cedinho o lavamos por fora. O Lobo nunca esteve tão limpo!

Nesta quarta-feira, devido a algumas burocracias no porto de Puerto Cabello, apenas conseguimos chegar com o carro na Armazenadora Servinave, atrasando assim em um dia o carregamento do carro. Na quinta-feira já dentro do porto, tivemos mais uma surpresa: uma faixa vermelha escrita por várias vezes “PELIGRO” cercava toda essa área portuária, pois um produto químico de alta periculosidade havia se derramado de um tanque e nem os seguranças puderam trabalhar ali neste dia... tudo interditado!

Muita emoção!

Bom, fazer o que, tudo iria ficar para sexta-feira... Dito e feito! Passávamos pelas inspeções da Guardia Nacional, Reserva Aduaneira, Seniat e Anti-Drogas quando o container já nos esperava naquele imenso pátio. A retirada do teto foi simples e rápida com a ajuda de uma pequena empilhadeira, e assim, o Lobo da Estrada entrou dentro daquele container de 20 pés como se fosse uma luva!!! Parecia que aquele espaço fora feito para nosso carro, o que na verdade foi ao contrário, nosso carro foi desenvolvido para caber ali perfeitamente...

Muitas entrevistas

Saindo do porto aconteceu um fato engraçado! Por regras do local, o Roy não podia sair com o agente aduanal de carro e teve que sair pelo passe de pedestres. O combinado era se encontrar a alguns metros a frente, mas, meio a tamanha correria, o agente esqueceu de parar o carro e neste momento parou um carro muito parecido no local combinado... no instante que o Roy entrou, o motorista até tirou as coisas do banco do passageiro pois também estava esperando alguém...

- “OPA, carro errado, huahuahua...”

Todos caíram na gargalhada, inclusive a passageira certa que estava vendo tudo de fora. (Detalhe: o Roy estava “Imundo por Terra” pois acabara de engatinhar por baixo da Landy, dentro do container para apertar as amarras...) Quando o agente aduanal se deu conta do esquecimento, já estava em seu escritório. O imundo teve que voltar a pé!

Viramos notícia!

Corremos para a aduana com o intuito de carimbar o passaporte e a guia do Seniat, o que comprovaria a saída do veículo daquele país. Ainda alguns contratempos aconteceram no pagamento do agente aduanal, pois na Venezuela, apenas alguns caixas eletrônicos aceitavam nosso cartão, e por azar, nenhum naquela cidade... mas isso foi resolvido sem nenhum problema.

Saindo de Puerto Cabello super felizes que tudo tinha dado certo, passamos mais uma vez no festival para nos despedirmos de nossos amigos e acabamos fazendo mais amizades! Conhecemos o Edílson, um brasileiro que há dois anos trabalha da fábrica da Pirelli (Valência – Venezuela) e acabamos ficando até as duas horas da manhã em sua casa comendo uma deliciosa pizza e tomando cerveja! Fomos muito bem recebidos e nos divertimos a bessa... Outro dia voamos para Santiago, capital do Chile, cidade onde tivemos que fazer uma escala de dois dias em nosso vôo para Nova Zelândia. Aqui aproveitamos para comprar nossas mochilas e nossa barraca, pois ainda nos faltavam esses equipamentos.

Tchau Lobão, até breve!

17h28min local, apenas uma hora de diferença com o horário de Brasília e estamos aqui, sentados ao lado de uma máquina da Coca-Cola no Aeroporto Internacional de Santiago esperando o avião que nos levará para o outro lado do mundo!

Adeus América e bem vinda Oceania!!!!!

  
  

Publicado por em