Quarto Dia da Trilha Salkantay

De Santa Teresa para Aguas Calientes

  
  
O belo caminho do Quarto Dia de Salkantay

Considerando o estradão do dia anterior, conseguimos, sem muito esforço, convencer o Ogro a pagar o bus para nos levar até a Hidrelétrica, (S/10,00 cada um) economizando assim uma pernada de 14 km e pelo menos 2:30 hs, o que no nosso caso seria certamente umas 4:00 hs, porque a partir daqui, seria a carga total, com sleeping bag e isolante. Achamos que valeu muito a pena, pois o sol estava castigando e andar naquele poeirão, não é um programão.
Tomamos o último desayuno, desta vez bem tardio, 7:30 hs com o Roberto, nos despedimos e perto das 9:00 hs tomávamos o bus, com uma parte do pessoal do dia anterior.

Nós e o chef Roberto

Chegamos por volta das 10:15 hs na Hidrelétrica, começamos a caminhar depois de uns 15 minutos nos trilhos do trem. Existia a opção de esperar o trem, que custa US$ 7,00, mas o Osgel nos disse que mesmo que fôssemos devagar, em 3 hs mais ou menos estaríamos em Aguas Calientes, para não ficarmos parados até às 16:00 hs esperando.

A marmitinha do Roberto

Almoçamos por volta das 13:00 hs o lunch box no isopor que o Roberto deixou preparado, arroz colorido, palta, papas e atum, que não conseguimos terminar tudo, de tão grande, na beira do rio, com direito a um rápido mergulho nas águas gélidas pelo Ogro e desta vez deu até para descansar um pouquinho.

Chegamos ao Pueblo de Aguas Calientes, o Ogro passando mal, alternando a trilha com o matinho, uma caminhada de 11 km, mais ou menos às 15:00 hs.

Aguas Calientes

Ficamos no Hostel Tayta, tayta_hostal@hotmail.com, calle Yahuarjucac, 209, MachuPicchu Pueblo, com o Darcy, conversando conosco em... português. Esta hospedagem já estava incluída no pacote da Machu Picchu Brasil.
Apesar de muito simples, para nós foi como um 5 estrelas.
Tomamos o primeiro banho de verdade, depois do início da trilha, descansamos um pouco e saímos para bater perna, sim, é mais forte do que a gente, o chamado das lojas e do Mercado de Artesanías.
Voltamos ao Hostel para o Osgel nos levar jantar, no Chaski restaurante, o menu turístico, com uma entrada, o segundo e um suco.
O Ogro foi de sopa de entrada, a Júlia de salpicão de frango e eu de palta a vinagreta. O segundo pediram pollo, os dois e eu de carne de alpaca. Também estava incluído no pacote, não lembro quanto era...
Jantamos, passamos na bilheteria para pegar com o Osgel o ticket do bus para subir para Machu Picchu e compramos a descida e voltar ao Hostel para descansar. Chega de estrada!!

  
  

Publicado por em