Parque Estadual de Intervales

Há 250 km de São Paulo , um Patrimônio Natural que oferece aos seus visitantes várias possibilidades de programações em meio a natureza exuberante do local

  
  

Para nosso primeiro boletim aqui no Ecoviagem, pensamos que o lugar de honra, pertence a este lugar que é o favorito da nossa turminha.

Classificação: nossa segunda casa

Parque Estadual de Intervales

Pois é, é nossa segunda casa, como a Júlia fala desde pequenininha. O mundo ideal para ela, por muito tempo, era ter a nossa casa transportada para o Parque (como em Up, o desenho da Pixar).
http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-intervales
Telefones: (15) 3542-1245 ou (15)3542-1511

Nossa primeira vez em Intervales

Freqüentamos o Parque há 10 anos, foi a primeira caminhada efetiva com a Júlia. A primeira mesmo, foi um teste da e com a cadeirinha, na verdade, em São Fco. Xavier.

Voltamos praticamente todos os anos.É o lugar preferido da nossa turminha.
Chegamos a fretar um micro-ônibus até, para ir para lá, mas é uma experiência que eu não recomendaria (pelo tempo que levou e porque a mobilidade dentro do parque fica comprometida).
Aqui consolidamos várias amizades (terminamos com algumas também...). Esclareço, as amizades perdidas, no sentido que quem procura ar condicionado, piscina aquecida, sauna , monitores para você deixar seus filhos o dia inteiro, com comodidades e mordomias de resorts realmente não vai encontrar aqui.
Intervales, para nós, é a essência do que vamos buscar nas viagens que fazemos.

Nossa turminha

Um lugar simples, despretencioso, com trilhas para todos os gostos e preparos físicos, cachoeiras e grutas. Mas o que nos traz de volta ano após ano, é a calorosa acolhida do pessoal da recepção (nossas amigas Zarife , Mara e Irene), os guias,o pessoal veterano
que acompanharam a Júlia crescer (S. Eliseu, Dito,Faustino, Luis e S. Zé e a nova geração, Robson, Neno, Jairo, Betinho) extremamente atenciosos, cuidadosos e conhecedores da fauna, flora e cada recanto do Parque e a comida caseira, tipicamente brasileira, farta e saborosíssima da amiga Luci, tudo isso num custo acessível e justo, e o melhor, numa distância de aproximadamente 250 km de São Paulo.

Luís, Dito e S. Eliseu
]

Vamos lá, para a parte técnica:

''Como chegar''

O melhor acesso se dá pela Rodovia Castelo Branco (SP 280) até Tatuí, depois pela Rodovia SP127 até Capão Bonito e pela Rodovia SP 181 até Ribeirão Grande, onde são encontradas placas indicativas.

A partir daí, são 25 km de estrada de terra, bem conservada, até a entrada do Parque.

''Onde ficar''

Existem três hospedarias atualmente ,a Pica Pau e a Esquilo, com o valor aproximado de R$ 55,00 a diária e a Onça Pintada, de aproximadamente R$ 35,00. Existem valores diferenciados para crianças. Mas reserve com bastante antecedência. Você reserva a hospedagem com a Fundação Florestal.

''Onde comer''

O pacote contempla pensão completa, e no caso de você ficar na trilha o dia inteiro, reserva no dia anterior, um lanche de trilha (bem farto) no lugar do almoço.O preço das refeições gira em torno de R$15,00 e o café da manhã R$7,00, self service. O pacote de alimentação você reserva com a Coopervales.

Contato

Telefones para informação: (15) 3542-1511 / (15) 3542-1245
E-mail: pe.intervales@fflorestal.sp.gov.br

Mais informações (retirando do site)
a) Sede Administrativa:
Dias e horário de funcionamento: Diariamente das 8h às 17h. Visitas às cavernas ocorrem de terça-feira a domingo das 8h às 17h. Em feriados prolongados abertura das cavernas ocorrem de segundas-feiras e fechamentos no dia útil subsequente. (cheque antes de ir)
Endereço: Estrada Municipal km 25 – Ribeirão Grande –SP CEP 18315-000

''Passeios''

Não vou detalhar muito, mas existem para todos os gostos, idades e preparos físicos. Você segue para a monitoria, logo na entrada do Parque, e existem saídas todos os dias às 9:00 e 14:00 hs e programa com os guias. O passeio sai hoje por volta de R$ 6,00 por pessoa, por período. Portanto, se escolher um passeio de dia inteiro, pagará R$ 12,00.

Cachoeiras

Cachoeira do Arcão
parte de cima da Cachoeira do Arcão

-do Mirante: 6 km,Fácil-aproximadamente 20 m de altura

-Roda d’água: 5 km, Fácil

-da Água comprida: 14 km, Fácil-aproximadamente 5 m de altura

-do Arcão: área do entorno. 16 km, Difícil, mas se for de carro até uma parte, facilita bem o caminho. Para alcançar a parte de cima, é uma subidona, mas o visual compensa o sacrifício.

Grutas

Gruta do Paiva
Gruta da mãozinha

-Colorida:4 km, Médio. Molhada

-dos Meninos: 1,5 km. Fácil. Seca

-do Fogo:5 km. Fácil. Seca

-da Santa:10 km. Fácil. Seca

-Jane Mansfield: 10 km. Médio

-da Mãozinha: 12 km. Fácil. Seca (fica na saída do Fendão)

-do Fendão: 12 km. Difícil. Molhada

-do Minotauro: 14 km. Difícil. Molhada

-Luminosa:área de entorno. 20 km. Difícil.Molhada

-Paiva:área de entorno. 15 km. Difícil. Molhada

Trilhas

-autoguiada:5 km. Fácil
-Caçadinha:8 km. Médio
-Mirante da Anta: 6 km. Médio
-Mirante Velho.2 km. Fácil

Praticamente já fizemos todos os passeios, mas a Gruta do Fendão é passeio obrigatório, toda vez que visitamos o Parque, pelo menos para a Júlia. Como diz nossa amiga Adriana, é a máquina de lavar da alma.

Gruta do Fendão
Gruta do Fendão
Gruta do Fendão

Outro grande atrativo do Parque são a flora e fauna local. Várias vezes encontramos pesquisadores de diversas localidades, e invariavelmente encontramos os observadores de pássaros, de vários locais do mundo. O Parque conta com mais de 300 espécies de aves.

Companheiro no Mirante da Anta
Borboleta de asa transparente
Descrição

''Recomendada para crianças''

Porque possui pensão completa, você pode levar um potinho no jantar e fazer uma “marmitinha”, com alimentos que não estraguem até o dia seguinte. (a Júlia adorava essa “bóia-fria”, comendo no colo do João, enquanto nós devorávamos o lanche de trilha), os guias são super atenciosos e te indicam quais passeios podem ser feitos com crianças ou não,além de te ajudarem durante o passeio.

No começo, fazíamos só as trilhas e cachoeiras, todas com a cadeirinha de “bardear” a Júlia, como eles diziam e com o tempo, ela começou a fazer as trilhas mais compridas e as grutas. E graças a este lugar para nós maravilhoso, com a conjunção de todos os fatores a nosso favor, e principalmente a favor dela, nossa pequena Júlia se tornou uma grande caminhante.

Julia sendo bardeada
Julia com Faustino
Descrição

  
  

Publicado por em

Toninho

Toninho

12/07/2014 11:54:32
Olá, Márcia, tudo bom? Fiz uma caminhada como essa há quase 20 anos atrás no PETAR.Realmente foi inesquecível. Naquela época tínhamos uns amigos que já conheciam INTERVALES e nos recomendaram. Infelizmente acabamos não conhecendo por outros motivos. Hoje, meu filho já está com 14 anos e acho que já passou da hora de proporcionar um passeio como esse, visto que hoje em dia essas crianças de uma forma em geral não conheçe nem lagartixa. Gostei de ler os posts. Parabéns pelo trabalho e dedicação. Minha dúvida. Existem pousadas próximas ao parque que você possa indicar na possibilidade de não haver vagas? Tentei acessar o link da outra mensagem, mas está dando erro. Qual a melhor época do ano para a visita? Seria início do ano? Mais uma vez, muito obrigado,

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Toninho!! Obrigada pela leitura e pelo comentário! Preciso arrumar a resposta da mensagem acima, mas para adiantar, coloco o link atual. A última vez que estivemos foi em novembro de 2013, e coloco as atualizações neste post: [[http://oscaminhantes.com/2010/11/parque-estadual-de-intervales.html|]] Achei somente duas pousadas em Ribeirão Grande fora as do Parque: [[http://www.guiapousadas.com.br/sp/ribeirao-grande/.|]] Não conheço nenhuma das duas, mas me pareceram bem chiques.Mas se vc reservar, é possível encontrar vagas. Somos suspeitos, qualquer época é boa, mas para não pegar muita chuva (lá é úmido e chuvoso o tempo todo). A melhor época é entre outono e inverno, mas prepare-se: costuma ser frio. No verão, as cachoeiras são deliciosas, mas há a probabilidade de pegar chuva... e na primavera, o festival dos pássaros é fantástico!! Ah! E ligue para confirmar se o restaurante já abriu... Um grande passeio para vocês!!!
Wiron

Wiron

17/04/2014 14:40:29
Olá. Parabéns pelo excelente trabalho no Blog. Pretendo visitar o parque pela primeira vez agora em Junho/2014 (com a família) e gostaria de contar com a ajuda de vocês para montar um roteiro de passeio para até 3 dias, se possível, começando pelos níveis mais fáceis, e se puderem, também dar dicas de hospedagem, pois procuramos o melhor custo-benefício para nossa viagem. Grato e grande abraço.

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Wiron, Obrigada pela leitura e pelo comentário.Com relação a hospedagem, vc pode se hospedar no próprio Parque. Deixo aqui, um link para o blog com informações mais atualizadas: [[http://oscaminhantes.com/2010/11/parque-estadual-de-intervales.html|]] Neste post também estão atualizados os atrativos, por nível de dificuldade e distância em quilômetros.Três dias serão perfeitos, para esta primeira incursão familiar à Intervales. Uma ótima viagem!!
Monica mello

Monica mello

02/11/2013 19:20:36
gostamos de fazer trilhas de bicicleta, o que o parque pode oferecer para nosso grupo?

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Mônica, Não tenho idéia se as trilhas podem ser feitas de bicicleta. Nestes 10 anos, não cheguei a ver ninguém nas trilhas de bike, só a pé... Em algumas trilhas, onde acessamos uma parte de carro, certamente é possível, mas nas trilhas mesmo, não sei se é permitido. Melhor ligar para a administração do parque e se informar direitinho. Um abraço!
Gilson

Gilson

29/07/2013 19:25:28
Que lugar lindo! Qual o e-mail, tel., que eu possa entrar em contato para poder fazer reserva, tanto de hospedagem como de alimentação? Obrigado...

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Gilson, Obrigada pela leitura e pelo comentário! Puxa, um erro primário,não deixei nenhum contato para quem quiser visitar o local... obrigada pela dica também, já atualizei o post. Seguem aí suas informações: Telefones para informação: (15) 3542-1511 / (15) 3542-1245 E-mail: pe.intervales@fflorestal.sp.gov.br Coloquei um post mais atualizado no nosso blog: [[http://oscaminhantes.com|]] Obrigada!!
Mariana

Mariana

07/02/2013 16:42:30
Sou de uma agência de viagens e vou levar um grupo de estudantes de Turismo, precisava de algumas dicas, qual é melhor hospedagem entre as duas citadas?

Obrigada!

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Mariana, Neste caso, depende do gosto e do bolso... A Pica Pau e a Esquilo têm o mesmo preço. Os diferenciais: A Pica Pau fica com a pisicna bem em frente, mas não é exclusiva aos hóspedes desta, têm uma área bem grande de convívio, um salão com o pé direito alto e está bem perto do restaurante.A Esquilo é menorzinha, mais intimista, eu diria, também tem uma área de convívio, mas é menor. A Onça Pintada deve ser a que oferece mais lugares, não possui área de convívio, é a única que não tem geladeira porém fica perto do "auditório" se é que podemos chamar assim, e os hóspedes acabam usando como área de convívio. Mas te recomendo ligar antes para reservar, e então vc terá que optar por aquela que tiver vaga. Um abraço! Marcia
Adriano

Adriano

04/02/2013 18:49:43
Nem a melhor operação de Atendimmento a Clientes da melhor empresa de serviços me responderia de forma tão clara e objetiva. Sensacional. Parabéns e obrigado.

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Adriano! Nossa!! Fiquei até sem graça depois desse elogio!! Faço isso tantas e tantas vezes e é a primeira vez que alguém me agradece desta forma! E creia-me, faço sem pretensão de nada, só para ajudar outros viajantes como nós a desfrutarem de melhores momentos em seu tempo livre. E este retorno, é sinceramente, a melhor recompensa que faz valer cada minuto do tempo em que escrevo e posto nossas viagens. Um grande abraço e sinceramente, muito obrigada! Marcia
Adriano

Adriano

03/02/2013 21:11:41
Olá Marcia,
Estaremos indo para o parque nesse carnaval em busca de sossego e tranquilidade. Como vamos com uma motocicleta grande(VStrom 650) me preocupa a situação do trecho sem asfalto, principalmente com chuva. Como você avalia a estrada?

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Adriano, Certamente vcs irão encontrar tranquilidade e sossego lá! Uma pena, quase nos encontraríamos mas este ano mudamos nosso rumo. Quando passamos por Ribeirão Grande, na última vez, em outubro não estava tão ruim na ida, mas na volta, pastamos para subir...Já pegamos um Carnaval que estava muito, muito ruim, e o próprio pessoal do Parque recomendou que entrássemos por Guapiara. Eu preferirira entrar por Guapiara agora. O trecho em terra é menor, e até uma boa parte é asfalto e é uma estrada menos utilizada. Passe a entrada de Ribeirão Grande, siga a estrada, são mais 35 km, mas é asfalto e siga as placas indicativas para o Parque. Mas para ter certeza mesmo, é só dar uma ligada (15)3542-1245 e falar com as meninas, a Mara, a Irene ou a Zarife que com certeza elas te indicarão como está a estrada. Um grande abraço! Marcia
Patricia

Patricia

28/01/2013 20:31:55
Muito Lindo este lugar...Como é a Parte de Guia Tem que reservar com antecedencia?

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Patricia, Como eu começo no post, esta é nossa segunda casa.Somos suspeitos para falar deste lugar! Os guias você reserva praticamente na hora, na saída dos passeios. As exceções, são as cavernas, que se você estiver em um grupo grande, é recomendado reservar antes, no dia anterior, para garantir o seu passeio. Na última visita, gostaríamos de ter visitado o Fendão, e já estava cheio, pois o plano de manejo prevê um número máximo de visitantes por dia. Um abraço! Marcia
Babs

Babs

09/10/2012 11:26:47
Boa tarde, gostaria de saber se vocês indicam um caminho para ir seguindo e conseguir aproveitar bem o lugar

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Babs! Obrigada pela leitura e pelo comentário. Nossa dica aqui, seria: começar pela Trilha Autoguiada (se quiser algo mais levezinho), ou ir para a Cachoeira do Mirante, à tarde o Mirante, depois, em nível de intensidade a Caçadinha e o Arcão. Das cavernas: começar pela Mãozinha, depois Colorida, e fechar com Paiva e Fendão, na sequência. Um grande abraço! Marcia
Jacqueline

Jacqueline

18/09/2012 20:12:34
É necessário tomar a vacina contra febre amarela para visitar a região de intervales?

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Jacqueline, Não é uma área endêmica e não existe a necessidade de tomar a vacina não. Um grande abraço, Marcia, João e Júlia Os caminhantes
Murillo

Murillo

09/02/2012 00:19:30
nas alojamentos pica pau , esquilo e onça pintada o valor da diária conta com alimentação ? Essa pergunta é pq a minha professora de geografia quer levar minha serie (2 colegial) e pediu para eu dar uma olha nos valores

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Murillo, O valor da diária não inclui a alimentação. Vocês devem reservar separadamente, hospedagem, alimentação e passeios. A hospedagem, vc reserva com a Fundação Florestal, efetuando o pagamento referente a 50% do valor total. A alimentação, tem que ser reservada com a Coopervales. 50% do valor total. O pacote de alimentação normalmente se refere ao almoço do dia da chegada até o almoço do dia da saída. Os passeios são agendados na monitoria, normalmente no mesmo dia. Dependendo do tamanho da sua turma,serão escalados alguns guias, e aí vcs podem combinar os passeios previamente. Os passeios são pagos também a parte, quando você fecha o pagamento da hospedagem, na saída. Calculando pelo maior valor, vcs podem pensar em cerca de R$ 100,00 por dia, por pessoa, com hospedagem, alimentação e passeio, só para ter uma prévia. Se ficarem na Onça, o valor cai para cerca de R$ 80,00. Qualquer outra dúvida, só perguntar... Um grande abraço!
Renato Francisco

Renato Francisco

22/12/2010 21:06:17
Nossa!! Que delícia!!! Vou aproveitar minhas férias de fim de ano para conhecer esse paraiso.. Eu e minha filha adoramos essas aventuras....
Vou encarar a estrada de moto, para tornar o passeio ainda mais inesquecível... rs (sou de Sorocaba/SP)

Parabéns pela matéria...

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Obrigada pela visita e pelo comentário Renato!!! Aproveite mesmo, só dá uma ligadinha, porque eles fecham no Natal e depois no Ano Novo, acabam ficando com lista de espera... Um grande abraço!!! Marcia, João e Júlia Os caminhantes