Parque Nacional Torres del Paine- Chile-Acampamento Chileno

Fim do Circuito W- Acampamento Los Cuernos até Chileno e Mirador Torres

  
  
Trilha Los Cuernos-Chileno

Dia 08- 06/01/11- 5ª feira- Cuernos- Chileno

Saímos dos Cuernos, por volta das 9:30 hs. Tomamos sopa de café da manhã, para ver se conseguiríamos mais “força” para a travessia, de aproximadamente 16 km. Só de saber a distância, já dava um cansaço antes do tempo.
A primeira parte do percurso é subida, cansa bastante; no meio do caminho dá uma suavizada, com descidas e partes retas, onde eu e a Júlia conseguíamos um rendimento melhor. A mochila estava um pouco menos pesada, pois havíamos consumido boa parte dos mantimentos e também adotamos a estratégia de colocar o sleeping da Júlia, por dentro da mochila, dando uma estabilidade maior, além das roupas sujas serem carregadas pelo João.

A carga do Ogro

Existe realmente um atalho, no meio do caminho, então, em vez de seguir até a Hosteria Las Torres e subir, pegue o atalho à esquerda. A subida bem no começo é devastadora, quando a gente via o sinaleiro laranja lá no topo do morro, dava até uma canseira antecipada. Encontramos um casal logo após a subida, perguntamos se estava muito longe, e eles disseram que deveriam faltar umas 2 horas, mas que o caminho era muito bonito de se fazer, com vistas de lagos, belas flores de campo e algumas vezes a visão de condores. De fato, avistamos tudo isso, menos os condores, e fomos subindo, subindo, subindo.

trilha Los Cuernos-Chileno

No finalzinho da trilha, o atalho se junta com a trilha principal que vem da Hosteria Las Torres para o Acampamento Chileno e depois para o Mirador Torres. Penamos na subida, mas a visão que tivemos do vale , com o Acampamento Chileno fincado no meio do vale, foi, para nós a visão mais bonita que tivemos na vida. Novamente, as fotos não traduzem a beleza do lugar, além do fato de termos sentido o que achamos que se sente quando se avista um oásis num deserto. Nosso lugar de chegada e de descanso, finalmente estava lá, ao alcance da visão (longe, mas estava lá).

Vale do Acampamento Chileno

O Acampamento é pequeno, todo o lugar cheira a b. de cavalo, pois estes levam os hóspedes da chiquetérrima Hosteria Las Torres que não conseguem (ou não querem, lógico), andar todo o percurso a pé até o Campeamento Chileno, têm dois chuveiros quentes que funcionam (importantíssimo) e dois sanitários (um feminino e outro masculino), além de uma impressionante composteira de esterco a céu aberto que não deu para entender qual a finalidade daquilo, mas...

Acampamento Chileno

Montamos acampamento e resolvemos nos dar de presente, até o final do período do W, o restante dos jantares e dos cafés da manhã.
Jantamos sopa de entrada, um frango com creme esquisito e salgado, uma torta de batata com creme de leite gratinado e de sobremesa um mousse de chocolate com coco ralado em cima.


Dia 09-07/01/11-6ª feira- Chileno- Mirador Torres

Café da manhã no acampamento, mingau de aveia e leite (até eu tomei, e confesso, estava uma delícia!- detalhe, eu não tomo leite nunca, em hipótese nenhuma...), suco de laranja, 2 fatias de pão caseiro chapeados, café e chá, manteiga , doce de leite e ovos mexidos (até o João que não come ovo frito comeu e achou bom).

Subidão. Você sai de 400 m para chegar na região do Mirador, a quase 900 metros. Quase desistimos no meio do caminho, mas uma moça passou pela gente, deu uma injeção de ânimo na Júlia e conseguimos força para continuar mais um pedacinho.
É um trecho complicado, com aquela areia toda e pedrinhas que vão escorregando, mas devagarzinho, você consegue chegar. O João foi primeiro, fiquei com a Júlia numa parte do caminho que ela cansou, esperei o João voltar e depois fui eu.

trilha para o Mirador Torres

É uma visão clássica, das Torres, com o laguinho verde aos pés, mas vale a vista. O que foi “interessante”, é a quantidade de pessoas lá em cima, descansando, comendo e observando o lago. Guardada as proporções, e o visual da turma, procurei o ônibus da CVC que havia despejado toda aquela gente ali.

Mirador Torres

Aliás, cabe dizer aqui, que durante todo o percurso, não ficamos nunca absolutamente sozinhos. Sempre encontrávamos as pessoas, e interessante, como isso é universal, seja lá na Patagônia, ou nas Chapadas, quando você encontra um trilheiro, cumprimenta. Teve momentos que até cansava de “...hola, hello, hi”...
Bem legal era encontrar pessoas que você já havia encontrado no Hostel em El Calafate, ou pessoas que estavam na excursão e depois tornava a encontrar, ou encontrado nos acampamentos anterior e nos saudávamos como se fôssemos amigos de muuuito tempo...
Depois da travessia do dia anterior,com bagagem e tudo, a subida para o Mirador acabou tornando-se até relativamente “tranqüila”.
Voltamos para o Acampamento, e jantamos desta vez sopa, torta de batata com carne moída (modéstia de novo à parte, ai que saudades da minha torta de batata com carne...) e salada de frutas de sobremesa. Dormimos cedo, pois acho que foi o dia mais frio que enfrentamos em acampamento nesta noite. Os sleepings que compramos Quechua, foram testados e aprovados nesta noite, apesar das opiniões contrárias a marca dos mais elitistas.

Descrição

Aqui cabe novamente um comentário a respeito do nosso roteiro. Também não sabemos até agora se foi melhor ter ido direto do Cuernos até o Chileno, e poupamos pela metade a subida até o Mirador Torres no dia seguinte.
O fato é que, realmente, da Hosteria até o Mirador, é subida que não acaba mais. Se optar por este formato, em vez de sair de 400 m, como nós saímos, você tem que sair de 135 metros para chegar ao Mirador, à 900 m.
Quando você chega no Chileno, ainda tem mais o dobro de subida. Depende do seu grau de resistência à subida. No meu caso e da Júlia em particular, é nossa maior fraqueza.
Como eu já contei, existe a opção (não sei informar direito quanto custa e os maiores detalhes), mas os cavalos devem ser agendados e reservados na Hosteria Las Torres, o Campeamento Chileno não faz este serviço. (pelo que pudemos observar, são os hóspedes da Hosteria que utilizam o serviço).

trecho Hosteria Las Torres- Mirador Torres

Nossas considerações finais para o Circuito W
1- O circuito W de Torres Del Paine, é factível sim, porém desaconselhamos para crianças (apesar da nossa ter ido, completado o percurso, mas sofrido um pouco, coitada, pelo fato de ter que carregar seu equipamento) de até seus 14~16 anos, a não ser que sejam crianças muito habituadas a trekkings pesados.
2- Achamos que a estrutura de Puerto Natales para quem vai a Torres Del Paine fazer o circuito, ou que seja um trekking com alguns dias é bem melhor que El Calafate. Os mercados têm mais opções de alimentos, existem casas que vendem frutas secas de todos os tipos, a oferta de suprimentos de acampamento são maiores, as opções de transporte são maiores e a distância para o Parque é menor.
3- Se possível, reservem tudo com antecedência. Não sabemos se conseguiríamos voltar se não tivéssemos reservado nossas passagens de ônibus antes.

  
  

Publicado por em

Hildebrando FGerreira de Oliveira

Hildebrando FGerreira de Oliveira

18/02/2011 09:49:52
Olá os caminhantes.
Estamos na contagem regresiva, e já começamos a arrumar as malas para passar nossa férias no Chile no próximo mês de março. logo após, teremos o prazer de fazer o nosso relatório da viagem, e assim, incentivaremos a outras pessoas para conhecer o Chile.

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá, Hildebrando! Obrigada pelo comentário e uma ótima viagem a vocês! Esperamos o relatório de viagens de vcs para compartilharmos nossas experiências e reviver as lembranças deste País tão belo! Abraços! Marcia, João e Júlia Os caminhantes
Augusto

Augusto

16/02/2011 09:21:02
A região da Patagônia, argentina e chilena, é realmente fantástica. Ainda vou publicar os relatos de minha viagem até lá no meu blog. Mas já tem muita coisa interessante publicada no blog. Fiquem à vontade> Leiam, comentem, divulguem: http://viajantesustentavel.blogspot.com/

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Augusto! Já demos uma passadinha no seu blog, já deixamos um comentário e já estamos te seguindo! Muito bom seus relatos! Um gande abraço! Marcia, João e Júlia Os caminhantes
Suzete gomes

Suzete gomes

15/02/2011 18:42:28
perfeito. lugar propicio para um verdadeiro relaxamento. paisagem revigorante que nutre e dá vida cada célula d seu corpo. espero que tenha pacote disponvel no mês de abril.

Os Caminhantes

Os Caminhantes

Olá Suzete! Realmente, é um lugar maravilhoso e cada recanto desses que visitamos nos revigora e voltamos carregados de energia para aguentar a rotina do dia a dia corrido. Um grande abraço! Marcia, João e Júlia Os caminhantes