Agora em Calgary

Chegamos a Calgary, cidade linda, organizada, ampla, exatamente como toda cidade grande deveria ser, é fantasticamente organizada, ficamos impressionados!!!

  
  
Takakaw Falls

...Fomos visitar a Takakaw Falls (cachoeira), belíssima, estava tudo completamente nevado, caminhar até chegar a cachoeira foi fantástico, que imagens! Um fato engraçado, acho que me confundiram com uma atriz de Hollywood, um grupo de orientais queriam tirar foto comigo, fui, fazer o quê? Foi muito engraçado, o Cláudio também fotografou...

Emerald Lake, Parque Nacional Yoho

Depois fomos visitar o Emerald Lake, mais um dos fantásticos lagos das rochosas canadenses, percorremos todo o lago, cada paisagem, a câmera fotográfica do Cláudio que o diga, inclusive nesta caminhada vi uma cena linda, um esquilinho roendo a sua pinha ferozmente por vários minutos, é fantástico ver os animais livres no seu habitat!

Dali, seguimos para Lake Louise, lugar muito badalado, ali vimos muitos brasileiros passeando, mas ficamos quietinhos... Em frente ao lago construíram um gigantesco hotel que tirou um pouco da sua beleza, ou talvez, para quem goste, aumentou... Visitamos muitos lagos preservados, ou seja, em torno deles só havia a bela natureza, por isso achamos que o Louise se tornou comercial demais, porém vale a pena visitá-lo, é muito bonito!

Lake Louise

Na pequena Lake Louise Village encontramos um camping e por ali mesmo ficamos... pois foi um dia bem cansativo e proveitoso!

...Visitamos o Moraine Lake, outro lago maravilhoso, e decidimos seguir para Banff. Chegando em Banff, um pouco maior que Jasper, a cidadezinha é muito charmosa, foi muito gostoso caminhar por suas ruas observando a sua bela arquitetura, casas de madeira com belos jardins, e o seu povo, diga-se de passagem, vimos dois fatos curiosos, o primeiro: vinha vindo um casal de velhinhos empurrando um carrinho de bebê, disse pro Cláudio, "Mô, filho não deve ser, vai ver é um netinho..." quando vimos o carrinho todo protegido com tela e um belo de um gatinho dentro, nos restou dar risadas... o outro, mais cômico e triste, no shopping, havíamos acabado de ler numa loja de artes para que os pais não deixassem seus filhos soltos, e o Cláudio brincou, "olha aí Joyce os filhos devem ficar na coleira", ficamos rindo, e não é que saindo dali, vimos uma menininha loirinha, cara de pimentinha tentando fugir dos pais, mas não conseguia, pois ela estava literalmente presa a uma coleira, pasmem, mas é verdade!!! Claro que esta não era no pescoço, mas era no peito... rimos demais, a tarde toda...

Calgary

Almoçamos no shopping, comida japonesa, maravilhosa e resolvemos dormir num camping próximo a cidade. Conhecemos um jovem rapaz de Porto Alegre que mora em Banff, foi se aventurar no Canadá, ficou espantado e maravilhado com a nossa viagem. Aliás, por aqui, nestas cidades de Jasper e Banff, extremamente turísticas, encontramos muitos brasileiros.

...Seguimos para Calgary, cidade de um milhão de habitantes! Aqui é a nossa esperança de encontrar a mangueira do turbo para o nosso Thor, afinal ele está "desturbinado", coitado na subida sofre demais!!!! Bem, chegamos a Calgary, cidade linda, organizada, ampla, exatamente como toda cidade grande deveria ser, é fantasticamente organizada, ficamos impressionados!!!

Fomos pedir informação no Canada Olympic Park, local de competição dos esportes de inverno, muito interessante, principalmente para nós que não temos este tipo de competição no Brasil! Logo pedimos o endereço da Land Rover para ver se encontrávamos a peça. Até que enfim, eles vão pedir a peça e a mesma irá chegar amanhã na hora do almoço... que bom!

Bela arquitetura

Aproveitamos e fomos conhecer o centro da cidade, caminhamos super rápido, pois o estacionamento era um absurdo, pagamos 4 dólares uma hora no parquímetro. O centro é belíssimo, ficamos impressionados com o fato de somente existir prédios gigantes no centro empresarial, todo o resto da cidade são casas ou prédios de no máximo 4 andares, demais!!!! A paisagem arquitetônica é fenomenal. Percebemos isto também em outras cidades grandes por onde passamos! Enquanto isto, no nosso país são inúmeras pessoas vivendo umas em cima das outras e a poluição visual...

...Trabalhando no site para atualizar, toda a manhã foi assim para o Cláudio, enquanto eu, na lida da roupa, nunca vi sujar tanta roupa... passei toda manhã colocando na máquina de lavar, passando para a máquina de secar e tirando tudo para dobrar... pensam que viajar é só moleza, não é não, acho que trabalho muito mais por aqui do que em casa, sem dúvida!!! Depois do nosso almoço, fomos a Land Rover para buscar a peça, que alegria, mas como diz o ditado: "alegria de pobre dura pouco", a peça veio errada, o nosso carro é de 4 cilindros e a peça que veio foi para um de 5 cilindros e, o pior, não tem esta nos EUA e pedir pela Inglaterra não valeria a pena ... agora começa novamente a maratona, vamos ter que procurá-la na Mercedes Benz, segundo o Luis da The Specialist, pode ser que sirva, mas fomos na mesma e o rapaz tem que saber o modelo do caminhão e etc..., é pacabá!!! O Thor é mesmo único, isto nos complica!!! Vamos lá!!!! O Cláudio tirou a mangueira e voltou à Mercedes Benz para ver se assim eles sabem identificar, mas chegando lá estava fechada... existe uma loja que talvez encontremos, vamos lá amanhã, pois hoje já não dá mais tempo...

Que cidade linda!

Pelo visto vamos ter que ficar por aqui mais uns dias...

...Enquanto fiquei trabalhando no site, o Cláudio foi tentar resolver o problema do Thor. Conseguiu comprar uma mangueira parecida com a original, depois de percorrer vários lugares, inclusive voltou à Mercedes Benz e eles disseram que tem que saber o modelo do caminhão para saber qual a mangueira... ninguém merece! Agora fez uma adaptação com a outra mangueira danificada, vamos ver até quanto tempo vai suportar, esperamos que seja até chegar em casa...

Lavando roupa...

...Saímos da bela Calgary sentido Sul em direção ao Waterton National Park, chegamos pela tarde, paisagem linda!!! Aproveitando o belo dia de Sol, fomos direto a primeira Scenic Byway (estrada paisagística) do Parque, o Red Rock Canyon, a estrada por si só já compensava o passeio e, ainda, vimos mais um urso preto, estava comendo as frutinhas em plena rua, que animal mais lindo, adoramos encontrá-lo, mas claro que ele fora e nós dentro do carro... Chegamos ao Canyon e o Cláudio foi fazer a pequena trilha por ele até chegar a uma bonita cachoeira de águas cristalinas. Eu fiquei no carro, pois não estava me sentindo muito bem. Para variar várias pessoas vieram nos questionar quanto a nossa aventura...

Red Rock Canyon

Hoje, resolvemos fazer camping selvagem, não queríamos gastar mais 25 dólares para dormir na nossa barraca..., bem fomos a outra Scenic Byway, uma serrinha até o Cameron Lake, quando já próximo ao lago, nos assustamos, tudo completamente nevado, resolvemos voltar e dormir onde não havia neve... Escolhemos um cantinho excelente e como não havia banheiro, fizemos nossa higiene e fomos dormir. Já subindo para barraca, sentimos uns flocos de neve... ai,ai,ai! Fomos dormir tranqüilos, apesar de estar abaixo de zero, mas a nossa barraquinha estava bem quentinha... De madrugada comecei a escutar a neve tocando a nossa barraca, tudo bem...

...Quando acordamos... e o Cláudio disse "Ai meu Deus", quando ele fala isso é porque é algo muito sério, já fiquei assustada... Simplesmente, estávamos completamente tomados pela neve, não víamos o chão, as árvores tudo estava totalmente branco... ele ficou tão apavorado que não parava de dizer vamos Mô!!!! Vamos Mô!!!! E, além disso, foi ligar o carro e o mesmo não pegou... imaginem, aí mesmo que não parava de me chamar... Ainda bem que eu estava bem calma, apesar de preocupada... ele nunca guardou tão rápido a barraca, tempo recorde! Afinal, não parava de nevar e a preocupação era de não conseguirmos sair dali devido ao acúmulo de neve na estrada. Imaginem, nós presos em Waterton!!!! Depois de algumas batinhas e oração o carro funcionou, ainda bem!!!!

Ai meu Deus! E agora??

...Descemos a pequena serrinha pelo meio da estrada, pois não sabíamos ao certo onde ela terminava, com todo cuidado possível! Achávamos que na cidadezinha não encontraríamos neve, ledo engano, ela estava completamente coberta, parecia um manto branco muito bonito e assustador! Acho que já vimos neve demais, queremos fugir dela, mas ela insiste em nos acompanhar, está difícil! Como saímos correndo do nosso camping selvagem nem café tomamos... paramos num ambiente maravilhoso, quentinho e tomamos o nosso reforçado café, que delícia!!!!!

Viajamos quase que todo tempo com a neve como companhia. Cruzamos a fronteira pela cidade Cardston, já que a do P.Nacional estava fechada. Dali seguimos para o Glacier National Park que já fica do lado dos EUA...

  
  

Publicado por em