Nas ilhas de Galápagos

Tomamos o nosso café e fomos para a praia da Ilha Espanhola, é a ilha mais ao sul do arquipélago e uma das mais antigas, possui uma praia razoavelmente grande, com águas claríssimas e bela por natureza...

  
  
Vegetação da Ilha sul de Plazas

Café às 7 horas, levantamos bem, pois fomos dormir relativamente cedo... O balanço do barco me fez muito mal... não havia tomado remédio, fiquei totalmente mareada, nem ao menos consegui tomar café... um pouco tarde, tomei o remédio e fiquei ao vento para ver se passava, é uma sensação terrível...

Foi maravilhoso quando o guia nos chamou para desembarcar, que alívio...

Caminhamos, pela manhã, na Ilha sul de Plazas, pois a norte não é aberta a visitação, a ilha é coberta por uma vegetação rasteira vermelha alaranjada, vimos iguanas, os caranguejos coloridos e muitos lobos marinhos, é muito interessante o comportamento dos lobos... eles não podem e não devem ser tocados jamais, a mãe reconhece o seu filho pelo seu cheiro, se ele for tocado a mãe não o reconhece mais, como conseqüência, ele morre, pois ela não o assume mais como filho... é uma tristeza... vimos vários esqueletos de lobinhos. Os filhotes passam o dia gritando, pedindo comida, querendo mamar, a procura de sua mãe, e a cada lobo fêmea que ele chega, ela grita, supostamente, mandando-o sair. Não sabemos, mas ao mesmo tempo que é bonito ver a colônia de lobos e seus filhotes brincando, é triste vê-los a procura de sua mãe...

Ilha Santa Fé

A tarde, navegamos até a Ilha de Santa Fé, foi a saída para mergulho, eu não fui, só o Cláudio, pois não havia sol e a água estava muito gelada. O Cláudio gostou, só achou que foi muito rápido... ele ficou bastante indisposto, começou a dar um febrão, muito estranho...

Mais tarde, fomos caminhar pela praia para ver mais lobos e uma única espécie de iguana terrestre que habita a Ilha de Santa Fé. Depois voltamos para o barco para jantar e irmos dormir, pois o Cláudio estava bem mal, não sabemos o motivo, mas passou toda noite queimando em febre... que calor eu senti!

Lobos marinhos

Nos divertíamos muito com o casal da Bélgica, o Stephan e a katelijne (Cateleine), eles falam holandês, mas conversávamos em inglês... pode-se dizer que o Stephan era a alma do barco, alegria em pessoa, conseguia rir mais do que eu...

Hoje acordei bem melhor, pois estou tomando dramin todos os dias, mediquei o meu amor e ele já está melhor também. Tomamos o nosso café e fomos para a praia da Ilha Espanhola, é a ilha mais ao sul do arquipélago e uma das mais antigas, possui uma praia razoavelmente grande, com águas claríssimas e bela por natureza... caminhamos por toda ela, vimos mais lobos marinhos e tartarugas marinhas. Mais um tempo para mergulho, novamente não fui, só o Cláudio, segundo ele nem valeu muito a pena, pois a água estava meio turva e havia fortes correntes.

Ilha Espanhola

Não tivemos muita sorte quanto a época que escolhemos para vir a Galápagos, pois agora, aqui é inverno, a água está bem fria e faz pouco sol, mas mesmo assim, estar aqui é um presente divino, poder apreciar toda esta beleza única... Infelizmente, é um privilégio que poucos têm...

'Engraçadinha'

Voltamos ao barco e pela tarde fomos caminhar na mesma ilha, mas do outro lado, chamado Punta Suárez... O que vimos? Mais uma colônia de lobos, muitos pássaros, também os atobás de pata azul, o atobá de Nazca (mascarado), iguanas marinhas, esta ilha é considerada o lugar ideal e único para os albatrozes, devido aos baixos penhascos da costa sul.

A Dança do Acasalamento

Chegamos no seu período de acasalamento, eles são desajeitados no solo, mas elegantes no vôo, que amor, são totalmente fiéis um ao outro até que a morte os separe, é muito interessante ver a sua dança de acasalamento, eles ficam se bicando, como se estivessem lutando esgrima, dançando com a cabeça, emitindo um som fantástico, é muito lindo, isto dura dias até a concretização do ato de amar. Pode-se observar, também, os chamados "blowhole", ou seja, cavidades nas pedras que esguicham água nas alturas, de acordo com o vai e vem das ondas, é lindo!

Iguanas marinhas

A diversidade em Galápagos é fantástica e, em cada ilha, há um magia especial... suas cores, a cor da água, areia, rocha, animais, ora vegetação seca, ora vegetação verde, realmente este lugar merece um destaque...

Voltamos ao barco para um delicioso jantar e conversa com os novos amigos, a minha cabeça está um nó, ora falo em espanhol, ora inglês, ora em português, ora tudo junto... isto é uma loucura!

Nossos amigos Stephan e Katelijne

O casal da Bélgica é muito divertido, rimos muito com as histórias de viagem deles, as experiências na Indonésia, Índia, etc... também conversamos muito com um inglês que irá viajar por um ano. Que beleza! Um rapaz muito querido...

Fomos logo dormir, pois o barco começou a navegar e estava balançando demais, e o Cláudio ainda com febre...

  
  

Publicado por em

Jessika

Jessika

06/06/2009 14:07:05
eu achei muito legal a ilha de galapagos

Joyce e Cláudio Guimarães

Joyce e Cláudio Guimarães

É, realmente ela é linda. Abs, Joyce e Cláudio.