Finalmente...Alaska!

Cruzamos a fronteira, finalmente o Alaska estava nos pés do Thor... que sensação maravilhosa termos alcançado o nosso objetivo, apesar de não acabar por aqui...

  
  
Finalmente chegamos!

Cruzamos a fronteira, finalmente o Alaska estava nos pés do Thor... que sensação maravilhosa termos alcançado o nosso objetivo, apesar de não acabar por aqui... a etapa final é o Mar Ártico, o ponto mais ao norte em que se pode chegar de carro. Voltar aos EUA!!!! Por incrível que pareça, ficamos mais felizes por isso! Achamos os canadenses muito frios, mas ainda temos muito para conhecer para poder reafirmar isto.

O Alaska é o maior estado americano, com folga... agora estamos a 5 horas a menos de diferença do horário de Brasília. Esta mudança de fuso está nos deixando tontos... nunca estivemos tão longe de casa...

Ebbaaa!! Estamos no Alaska

Várias fotos no caminho, paisagem belíssima, avistamos o Mount Saint Elias completamente nevado, isto nos deu um medinho, será que vem mais frio por aí???? Víamos aquela montoeira de RV's voltando, só nós estávamos indo, isto aumentava a nossa expectativa, inclusive um motoqueiro conversando conosco disse-nos que tinha ido somente até Tok, pois o inverno já está chegando.... ihhhhh!

Paramos em Tok num belo centro de informações turísticas, havia vários animais típicos empalhados, inclusive um urso gigantesco, ficamos assustados!!! Saímos carregado de revistas e informativos, tudo "free", não tínhamos mãos para tanto! Tentamos algumas informações sobre o passeio do Ártico, mas não havia, justo esta??!!!

Tok

Um pouco antes de Fairbanks, paramos para um café, na TV do restaurante, passava futebol americano, aliás é só isto por aqui... muito interessante!!!! Dois homens nos questionaram sobre a nossa viagem, ficaram impressionados!!! E, ainda, um deles fez questão de nos pagar o café. Realmente nos surpreende o povo americano!!!!

Chegamos a Fairbanks e, logo de cara, não tivemos uma boa impressão, havia algumas pessoas de origem esquimó, pelas ruas, bêbadas. A cidade é moderna sem charme, possuindo em torno de 90 mil habitantes. Também possui uma grande base militar, aliás era o que mais víamos nas ruas, militares, inclusive aqui, vimos primos do Thor, já que este carro era de uso militar. A única coisa charmosa era o centro de visitantes, fomos muito bem recebidos e, ainda, tinha internet free...oba, porém sem tempo de aproveitar!!!!

Fairbanks

A procura de um restaurante para jantar que fosse mais simples, pois queríamos uma comidinha fresca... com muito custo encontramos, porém estava lotado, havia muitos turistas idosos, ficamos alguns minutos esperando para sermos atendidos e nada, resolvemos ir embora, pois ainda tínhamos que encontrar um lugar para dormir... Achamos que esta cidade está meio fora dos padrões americanos, ou não tivemos um bom dia... adivinhem, com toda aquela fome, fomos parar num fast-food, isto tem de sobra... Visitamos novamente o supermercado, abastecemos e fomos para o camping... para nossa surpresa, não encontramos os chuveiros, fizemos nossa higiene e fomos dormir... foi o primeiro camping ruim que encontramos, o banheiro era triste... pelo menos não pagamos!!!

Dalton Highway

Acordamos cedo, fomos comprar óleo para o motor do carro, pois está com um pequeno vazamento desde o Brasil, por isso temos que estar sempre completando. Tomamos nosso café e conversando com um curioso, o mesmo nos disse que era bom termos rádio, que iríamos pegar neve no caminho, que a estrada é estreita e têm muitos caminhões... Lá fomos nós na expectativa.... 800 km nos separava do nosso objetivo extremo...

A Alaska Highway termina em Fairbanks e, até o nosso destino, vamos seguir pela Dalton Highway, nome dado em homenagem ao engenheiro que trabalhou na construção do gigantesco oleoduto que leva petróleo desde a baía de Prudhoe, em Deadhorse até a cidade de Valdez no sul do Alaska, onde o mesmo é embarcado, aliás, esta estrada não existiria se não fosse o petróleo encontrado por lá, o que rende milhões de dólares ao país. A estrada é cinematográfica, o colorido nos encanta!!!! Já sabíamos que no caminho havia poucos serviços, só em alguns pontos estratégicos... Paramos num lugar para ir ao banheiro, quase caímos para trás, primeiro com a má recepção, depois com o mau cheiro.... é um grande e profundo buraco no chão com um vaso sanitário normal, ou seja, tudo fica por ali... imaginem!!!! Saímos correndo.... melhor era o matinho da estrada!

Aqui nós vimos a Aurora Boreau

Cruzamos o rio Yukon e, alguns quilômetros à frente, chegamos ao Círculo Polar Ártico, fizemos fotos e lá vimos umas pessoas da Rússia com roupas típicas, cantando e filmando em frente ao monumento, foi bastante engraçado e interessante!!!! Não somos os únicos loucos!!!!

Visitamos o Centro Interativo de Visitantes do Ártico, no meio do nada, não esperávamos encontrar um lugar tão sofisticado como aquele, fomos muito bem recepcionados, a senhora despendeu muito do seu tempo conosco. Pedimos informação sobre o passeio para o Mar Ártico, finalmente ali conseguimos, ela ligou para a empresa para se informar se já não havia sido encerrada a visitação, e para nossa surpresa, ela se encerra amanhã, ou seja, temos que dormir o mais próximo que pudermos para chegarmos a tempo. E mais, esta visita deve ser reservada com um dia de antecedência, conseguimos reservar dali mesmo...ufa!!! Não sabíamos que seria tão difícil esta tarefa do Alaska!!!!

Círculo Polar Ártico

Reservamos o último horário do passeio, saímos dali por volta das 17h e, como aqui só anoitece às 23h andamos mais 200km e acampamos no meio do nada. Foi um dia fantástico, a estrada em zig-zag e montanha russa, parecíamos estar num parque de diversões, porém com uma paisagem maravilhosa!!!! Como estávamos no meio das montanhas rochosas, o sol sumiu por um tempo, quando baixamos os 1500m, a bela luz solar nos acompanhou até o acampamento. A paisagem muda completamente, vegetação rasteira e avermelhada e uma geografia plana... Paramos naquele friozinho de 5ºC, céu lindo e um belo pôr-do-sol, aliás, muito fascinante ver o movimento do sol no horizonte, ele anda de lado, é fantástico, agora entendemos de fato, porque existe o sol da meia noite, por pouco não pegamos este fenômeno... mas, tivemos a alegria de vivenciar um outro, a Aurora Boreal... nunca vimos um céu como aquele, por alguns instantes estrelas cadentes e uma luz esverdeada riscava o céu, indescritível!!!! Vocês não poderão ver no site, pois só tiramos fotos analógicas.

Depois de ter curtido tamanha beleza, fomos dormir encasacados e todas as cobertas existentes, não passamos frio!!!!! Que alívio!!!

  
  

Publicado por em

By vande

By vande

24/05/2011 16:22:14
PARABÉNSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
MUITA SAUDE E PAZZZZZZZZZZZZZ

Joyce e Cláudio Guimarães

Joyce e Cláudio Guimarães

Obrigada!