Quimilli

Depois de cruzar muitas retas, desponta subitamente, os primeiros contrafortes da Cordilheira dos Andes.

  
  
Primeiros contrafortes da Cordilheira

Depois de cruzar muitas retas, desponta subitamente, os primeiros contrafortes da Cordilheira dos Andes.

Hotel Quimilli

Acordamos 6h e estava marcando no termômetro do nosso carro 0ºC (Quimilli), dentro do quarto era quentinho, mas quando saímos, nossa que congelante, um frio bem seco, bem diferente do nosso frio aí em SC, pois o seco não dói tanto, eu estava somente com duas blusas e o pingüim do meu marido sem blusa de frio. Para viajar ligamos o ar quente do carro e foi bastante tranqüilo.

Luz do Pôr do Sol - Hotel Quimilli

Pegamos uma estradinha diferente, "off-road", a ruta 42, por engano, mas valeu a pena - muito bonita, subimos uma serra divina, de onde avistamos os primeiros picos nevados desta expedição, chegamos aos 1900m de altitude, tiramos belas fotos.

Vôo Livre

Paramos diretamente num mirante onde há vôo livre, havia alguns rapazes saltando, conversamos um pouco, inclusive um deles me ofereceu salto duplo, não tive coragem, quem sabe mais para o final da viagem... Depois chegaram outras pessoas e começaram a tirar foto do nosso carro, ficavam na frente e dá-lhe click, o "Thor" se sentiu muito lisonjeado.

Admirando a paisagem da Cuesta del Portozuelo - Catamarca

Descemos uma serrinha (Cuesta del Portezuelo), agora de asfalto, 18 km, com curvas fechadíssimas, porém muito linda, mas de vez em quando dava um friozinho na barriga. Chegamos à Catamarca (150.000 habitantes), cidade desorganizada e, como a Argentina está em ano eleitoral, a cidade está toda em obras, cheia de desvios, ou seja, para achar o centro foi uma grande dificuldade. Estávamos loucos para comer "comida", uma carne bem quentinha, achamos um restaurante um pouco caro para Argentina, porém não havia outro jeito, pois não conseguíamos achar um lugar para estacionar o Thor e, foi exatamente, na frente deste que conseguimos, e ali mesmo comemos um saboroso "filé de lomo com ensalada" (filé mignon com salada). Ao sairmos, tivemos que pagar estacionamento e mais um flanelinha, é a cidade está crescendo...

Paisagem da Cuesta

Finalmente, de "pança cheia", mais tranqüilos, fomos dormir no camping municipal que nos foi indicado por um dos rapazes do parapente, realmente o lugar era muito bonito, porém a limpeza dos banheiros ficou, e muito, a desejar, lembrei bastante da minha amiga Karol, ela não pisaria naquele banheiro por nada, pois bem, eu pisei, mas saí correndo de tanto nojo... resultado, fiz toda minha higiene no carro, foi o meu primeiro dia sem banho... mas, foi por uma boa causa! O Cláudio fechou os olhos e tomou o seu querido banho frio. Não estava muito frio, dormimos tranqüilamente, até um pouco de calor no meio da noite sentimos. Mais uma experiência...

  
  

Publicado por em