A Viagem pelo Rio Amazonas

Tivemos a oportunidade de conhecer melhor a vida dos caminhoneiros, a cada refeição ouvíamos histórias diferentes, que vida eles levam, realmente não é fácil!

  
  
Dona Joventina e sua neta Ana Paula

...Logo fui tratando de fazer amizade com a cozinheira, a D. Joventina, muito querida, foi nota 1000!!!!! Também tivemos a oportunidade de conhecer melhor a vida dos caminhoneiros, a cada refeição ouvíamos histórias diferentes, que vida eles levam, realmente não é fácil! Um deles nos disse algo que achamos fantástico; "como não estudei, não tive muita escolha, então a melhor maneira de conhecer os lugares foi sendo caminhoneiro, conhecemos lugares que muitas pessoas nunca ouviram falar, muitas vezes não temos tempo de passear, mas já vale a pena."

O café da manhã era café com biscoito. O almoço era arroz, feijão, galinha, peixe ou carne e macarrão e também rolou uma sopa. Havia uma regra para as refeições, primeiro o comandante e seus ajudantes, depois a cozinheira e outros ajudantes, ou seja, a tripulação e, por último, nós, os passageiros. Deixamos para almoçar depois dos caminhoneiros, o que não foi uma boa idéia, pois a comida estava toda remexida... Comemos só macarrão, o comandante viu e pediu a "tia", como era chamada a cozinheira, para nos dar uns bifes que estava fritando, foi muito engraçado, o Cláudio estava comendo todo desanimado, quando os bifes chegaram, parecia uma criança que tinha acabado de ganhar um doce...rsrsrsrsrs

Preparando nosso almoço

Agora já aprendemos, ficamos sempre esperando a tripulação acabar e, antes de tocar a sirene para nos chamar, os passageiros, já ficávamos de plantão, tão logo eles saíam, nós entrávamos. Uma comédia!

Preparados para dormir na rede armada no caminhão cegonha, lá fomos nós! Estava tudo ok, quando 3:30 h da madrugada começa a cair um temporal e nos molha por inteiro, ficamos parados ali, em plena escuridão, esperando a chuva passar ou amanhecer para caminharmos até o rebocador. Foi uma cena hilária, abraçamos a rede com alguns pertences dentro, nos abraçamos e ficamos esperando a chuva passar, cansados de esperar deitamos molhados mesmo e a chuva caindo sobre nós até o amanhecer...

...Chegamos à cozinha como pintinhos, a tia ficou assustada, achando que tínhamos um lugar para dormir, fomos a atenção da balsa, todos vinham conversar conosco sobre a caótica noite. Um dos tripulantes pegou nossas roupas e rede e colocou para secar na casa de máquinas, ficou um cheirinho de óleo, mas tudo bem, o importante era ter onde dormir... O comandante nos deu uma notícia boa, disse que poderíamos colocar a rede no camarote da tripulação e dormirmos ali, que alívio!

Minha alegria, Ana Paula

Fizemos uma bonita amizade com a neta da cozinheira, a Ana Paula, ela foi me levar para ver onde poderíamos dormir. Quando entrei no quarto, levei um susto, havia umas 6 camas, redes penduradas e roupa para toda parte, a tia e a Ana Paula eram as únicas mulheres que dormiam ali e o restante da tripulação era de homens que se revezavam, cada um tirava o seu turno, ou seja, sempre havia alguém dormindo, pois a viagem é sem paradas. Até a Ana Paula, uma doce paraense de 10 anos, falou para eu não reparar a bagunça, na verdade, aquilo pouco importava, pois queríamos um lugar seguro para dormir. Armaram nossa rede num cantinho e ali passamos as duas noites seguintes.

...Café da manhã, almoço, janta e a hora custava a passar e, ainda, ganhei uma infecção intestinal terrível por causa da água, já o Cláudio não teve problemas. A tia cuidou muito bem de mim, foi um amor! Me deu chá, sopa, usou pouco óleo na comida, foi realmente especial!!!! Além disso, meus pés estavam gigantescos de inchados, em nenhum momento da viagem isto aconteceu, tinha mesmo que ser no Brasil, quase chegando em casa. Enquanto os caminhoneiros ficavam assistindo filme na balsa, eu e o Cláudio ficávamos brincando com a Ana Paula e conhecendo mais sobre o povo do Pará, já que a maioria da tripulação era de Belém. Também aproveitamos para trabalhar duro no site, mas me dava dó, pois a Paulinha sempre vinha me perguntar, "se vai trabalhar agora?"

Trabalhando no nosso site

Não parava de chover, ainda bem que conseguimos um cantinho para dormir e até um friozinho sentimos, pois o ar condicionado fica ligado o tempo todo..., pois é, até ar tinha...

  
  

Publicado por em

ANITA FORTES

ANITA FORTES

12/12/2010 09:58:27
Mas bah.Tchê gostei muito das dicas sobre a amazônia e pretendo fazer uma viagem de barco pra conviver com lugares diferentes do nosso pampa gaucho . Tenho um pouco de receio do calor e umidade,mas acredito que vai dar certo essa viagem de uma gaucha nessas paragens diferentes. ,

Joyce e Cláudio Guimarães

Joyce e Cláudio Guimarães

Que bom Anita, Com certeza a viagem será um sucesso! Boa viagem e Feliz 2011. Abraços, Joyce e Cláudio. www.terrasemfronteiras.com
VANESSA MANDUCA

VANESSA MANDUCA

31/05/2010 22:01:51
Morei em 2009 em Belém, mas infelizmente não tive a oportunidade de viajar pelo rio Amazonas... viver no Pará me mostrou o quanto o Brasil tem pessoas maravilhosas e o quanto DESCONHECEMOS nosso país!! Sou uma paulista, morando no Ceará, mas com muita vontade de conhecer lugares e pessoas... vocês são muuuito corajosos por toda essa tragetória!! O site de vocês está nos motivando a viajar mais e por lugares não tão conhecidos, como vocês fizeram! PARABÉNS!!! Vocês estão mostrando o quanto o mundo é pequeno e quantas pessoas maravilhosas encontramos "por aí"!!! Grande beijo

Joyce e Cláudio Guimarães

Joyce e Cláudio Guimarães

Obrigada pelo carinho. Abraços, Joyce e Cláudio.
Eliziario vieira neto

Eliziario vieira neto

02/05/2009 20:04:43
acho esse país, o mas belo de todos,muito lindo mesmo, pena que mal administrado.Era pra ser ou estar entre os primeiros do mundo...

Ana paula

Ana paula

24/03/2009 11:26:41
Joyce me deu uma vontade de rir quando eu estava lendo seu depoimento,tem umas partes que estão engraçadas como na hora que eu perguntava pra vcs,vc vai trabalhar agora rsrsrsrsrsrsrs

Joyce e Cláudio Guimarães

Joyce e Cláudio Guimarães

Querida, que jóia que está gostando. Visite o nosso site: www.terrasemfronteiras.com Grande beijo, Joyce e Cláudio.
Ana paula

Ana paula

23/03/2009 11:17:44
Joyce as fotos estão lindas eu gostei muito do seu depoimento, te adoro! Vc e o Claudio foram uns amigos muito legais comigo e com a minha vó.

BEIJOS!!!!!!

Joyce e Cláudio Guimarães

Joyce e Cláudio Guimarães

Querida, também adoramos ter estado com vcs, afinal vcs que tornaram este momento da viagem mto especial. Grande beijo! Joyce e Cláudio