EXPEDIÇÃO VELEJANDO O TITICACA JÁ COM GOSTINHO DE SAUDADE

Olá, pessoal! Vocês fazem idéia do quão emocionante foram para mim estes últimos dias? Hoje (23/11) estou em Puno. No dia 20/11 velejei de Puno até a ilha flutuante dos Uros! Foi a velejada mais tranquila, e a chegada na ilha foi o ponto mais alto da

  
  

Olá, pessoal!
Vocês fazem idéia do quão emocionante foram para mim estes últimos dias?

Hoje (23/11) estou em Puno.
No dia 20/11 velejei de Puno até a ilha flutuante dos Uros!
Foi a velejada mais tranquila, e a chegada na ilha foi o ponto mais alto da viagem.
Imagine a emoção de tocar meu hobie cat em uma ilha flutuante. Quando cheguei formou-se uma comitiva de recepção impressionante, pois nunca haviam visto um hobie cat. Os Uros me trataram com um rei, e se há uma palavra que possa descrevê-los, esta palavra é simpatia e amizade!
Andar em uma ilha flututante é uma sensação singular, ela balança inteira ao sabor dos ventos e das ondas.
O povo Uro gostou tanto do hobie cat, mexiam no barco e me pergutavam o tempo todo quanto custava e como poderiam fazer para ter um!

À tarde, enchi o hobie de crianças e elas me mostraram todos as ilhas, a ilha escola, a ilha comércio, a ilha do campo de futebol, enfim, passamos a tarde toda velejando!
À noite uma chefe de família ficou triste e preocupada por causa da minha ida a Taquili e Amantani. Ela olhava para o céu e dizia que iria fazer frio, muito vento e muitas ondas! Os boletins de tempo também diziam isto! Por este motivo fizeram uma reunicao (na linguagem Aymara) e arrumaram um barco para me rebocar ate Amantani.

Tinham toda razão, se tivesse ido sozinho, não estaria aqui para escrever!
O Lago Titicaca é incrível mas é violento demais para ser velejado, disseram que Deus me acompanhou na Travessia Copacababa-Juli.

Ao ir embora, uma criança Uro de nome Daniel chorou bastante, foi emocionante a integração que tivemos...
Reservaram uma casa inteira para eu passar a noite, foi como dormir em um bote inflável gigantesco...

A travessia de Uros até Amantani foi feita via reboque... o hobie sofreu bastante...

Em Amantani tirei as fotos mais bonitas da viagem. São ruínas e vistas panôramicas para Taquile e a península de Capachica.
Cheguei aos 4.200 m de altitude, a ilha é bem alta e fiz uma caminhada super cansativa para chegar no topo da ilha, mas valeu a pena, vi um arco-íris sair do meio do lago (espero que a foto tenha saído bonita!).
No dia seguinte só passamos por Taquile (não existe muito para se ver...). Os Uros tinham razão. Foi o dia mais frio da Expedição, a temperatura chegou próxima de zero, e o forte vento fazia a sensação térmica ser menor ainda. Quase congelei, se não fosse o dry suite não teria conseguido.
Apesar de ter sido rebocado neste trecho também, deu para sentir a fúria do Titicaca em fortes ventos e ondas altas!
Taquile não e legal, foi só uma passagem bem rápida!

Agora em Puno meu roteiro será o seguinte:
O barco será desmontado e montado em Copacabana para ir novamente a ilha do Sol. No caminho de volta, farei fotos das igrejas em llave, Juli, Chucuito e Acora. Na ilha do Sol tirarei fotos das ruínas, e em Copacabana subirei o Calvário para uma panorâmica do lago inteiro.
De Copacabana sigo para Tihuanaco para mais fotos.

O lago Titicaca é fascinante, mas muito rude e cruel! Foi incrível navegar trechos perigosos...

As fotos mostrarão meu hobie cat, exatamente nos lugares mais bonitos do lago!

No próximo boletim (em dois dias) enviarei mais fotos, pois os hotéis que tenho ficado não tem enérgia elétrica.

PARA OS QUE ESTÃO COM SAUDADES:
em no máximo seis dias, começo a me preparar para retornar ao Brasil!

Abraços para todos...

  
  

Publicado por em