Amargosa



A região de Amargosa era de domínio dos índios Karirís de língua Karamuru e Sapuyá, que perdurou até meado do século XIX quando os remanescentes foram massacrados pelos colonizadores.

Por volta de 1840 começou a formar o próspero povoado iniciado com as famílias de Gonçalo Correia Caldas e Francisco José da Costa Moreira, em volta de uma Capelinha por eles construída.

Fruto da localização e ponto de troca comercial com o sertão, em 1855, foi ereta freguesia a Capela de Nossa Senhora do Bom Conselho das Amargosas, pertencendo a Vila de Tapera (atual Santa Terezinha).

Amargosa possui ótimos atrativos naturais. As dicas são: Praça Lourival Monte - Construída na década de 30 do século passado, é um dos mais belos Jardins do interior do Brasil. Com mais de 15.000m2 e dois estilos, um similar aos jardins franceses, com muita flores e topiaria (técnica de jardinagem que dá forma à planta), e outro mais clássico, onde está localizado o coreto. Catedral de Nossa Senhora do Bom Conselho - Patrimônio arquitetônico em estilo neogótico, cuja construção foi concluída por volta de 1936. Fica situada na Praça Lourival Monte. Praça do Cristo - Após a construção da Catedral, a antiga igrejinha foi demolida e, no lugar, foi colocado um Cristo, obra do artista plástico Pedro Alexandre. Na década de 90, foi construído neste local o jardim Iraci Silva na área onde ocorria a feira livre. Praça do Bosque - Construída em 1952, é um local bastante arborizado e aconchegante, tornando-se um convite a mais para a diversão e o relaxamento. A área é utilizada para os grandes eventos realizados em Amargosa, a exemplo do São João, eventos religiosos e festivais de música com um caráter mais regional. Nessa praça está localizada a Estação da Estrada de Ferro, uma construção do século XIX, que funcionou até a década de sessenta do século passado. Serra do Timbó - A área da Serra do Timbó está inserida no Bioma Mata Atlântica, um dos mais ameaçados do mundo e que abriga parcela significativa da diversidade biológica do Brasil. Originalmente, os domínios da Mata Atlântica cobriam mais de 1 milhão de quilômetros quadrados, cerca de 15% do território brasileiro. Hoje, reduzida a pouco mais de 7% de seu território original, a serra possui um valor paisagístico inestimável diversas cachoeiras, picos e lindas paisagens. No local está sendo desenvolvido o Projeto Timbó, uma parceria entre o Centro Sapucaia, a Prefeitura de Amargosa e o Ministerio Público para criação de uma Unidade de Conservação em 674 ha de mata doada pelos proprietarios da Fazenda Timbó. Serra de Tartaruga - Localizada em área de transição entre a mata e a caatinga, propicia uma bela vista dos biomas.

Localização

Localizada a 230 km da capital, Salvador. Faz limite com Milagres, Brejões, Ubaíra, Laje, Elísio Medrado e São Miguel das Matas.

Acesso

Por terra: O motorista que sair de Salvador deve seguir pela BR 324 até a altura da rodovia que liga a Bahia ao Rio de Janeiro. Já quem vier pela BR 101, deve prosseguir até o município de Santo Antônio de Jesus e, logo após esta cidade, deve seguir pela rodovia estadual até Amargosa. Todo o percurso é de 240 quilômetros.







Hotéis e Pousadas em Amargosa

Fazenda Colibri
Rodovia Amargosa-Mutuípe, Km 02
Fazenda Colibri
A partir de: R$ 230
Estrelas: 3 estrelas
Ver fotosFazenda Colibri - Rodovia Amargosa-Mutuípe, Km 02
Preços e Reservas Online
Reserva Online Fazenda Colibri no Booking






Agências de viagens e turismo em Amargosa