Jacobina



Data dos primórdios do século XVII o início do devassamento do território de Jacobina por aventureiros em busca de ouro. Foram os primeiros povoadores da região Melchior Dias Moreira, Antônio Brito Correia e, mais tarde, os Guedes de Brito. Estes últimos, acompanhados de vários colonos e escravos, dedicaram-se a agricultura e à criação de gado. O desenvolvimento destas atividades e a alta produção de ouro das minas determinaram a criação de um arraial à margem do Itapicuru-Mirim, onde, rápida mas desorganizadamente, reuniu-se uma população bastante heterogênea. Ao inteirar-se dos bons resultados da mineração, a Coroa Portuguesa, em 1722, elevou o povoado à categoria de vila com o nome de Vila de Santo Antônio de Jacobina e sede na Missão de Nossa Senhora das Neves do Saí, aldeia indígena fundada por franciscanos em 1697. Desse lugar, distante das minas, foi a sede transferida em 1724 para a Missão do Bom Jesus da Glória, outra aldeia de índios, também fundada por franciscanos, em 1706, e que ali construíram a igreja e o convento do Bom Jesus da Glória. Em 1726, por Provisão do Conselho Ultramarino, de 13 de maio, o governo da Metrópole mandou criar uma casa de fundição em Jacobina, instalada a 5 de janeiro de 1727. O resultado foi surpreendente, arrecadando- se em dois anos cerca de 3.841 libras de ouro. Teve como um de seus mais importantes prefeitos, Orlando Oliveira Pires, que recebeu o então presidente JK na cidade. E também foi o prefeito mais novo de todo o estado da Bahia.

Pontos Turísticos

  • O Alto do Cruzeiro, mais de 200 degraus de pura fé.
  • O hotel Serra do Ouro, o mais belo hotel na cidade, localizado em um dos pontos mais altos.
  • Chateau Dance, uma das mais antigas e melhores casas noturnas da cidade.
  • Quatro emissoras de rádio: Jacobina FM, Clube Rio do Ouro , Serrana FM e Jaraguá AM.
  • Anualmente é realizado o Passeio Ciclístico de Jacobina. Considerado o mais belo da Bahia. Em dezembro de 2008 ocorreu o XVII com a participação de 1500 ciclistas, considerado o mais belo Passeio Ciclístico da Bahia.
  • Praça da Missão, a praça mais animada e frequentada da cidade.
  • Praça Castro Alves (Matriz), um belo espaço de lazer e diversão.
  • Fiesta Parque Hotel - parque aquático e hotel, super frequentado na cidade.
  • Inúmeras e belas cachoeiras

Cachoeiras

São mais de 33 quedas, as mais procuradas são: A dos Alves, Amores, Aníbal Augusto, Brito, Jaqueira, João Bello, Macaqueira e Véu de Noivas.

Regiões Turísticas

Localização

Jacobina está localizada a 330km da capital do estado.

Acesso

Por terra: O acesso terrestre pode ser feito através das rodovias BA-131, BA-368, BA-373 e BR-324. A Estação Rodoviária, localiza-se na Avenida Nossa Senhora da Conceição, s/n, bairro do Peru.

Por ar: o Município dispõe de aeroporto para aeronaves de pequeno e médio porte. Este, localiza-se na Avenida Raimundo Cedraz, s/n – bairro da Pedra Branca.

Hotéis e Pousadas em Jacobina

Fiesta Park Hotel Jacobina
Av. Paulo Souto 700
Fiesta Park Hotel Jacobina
A partir de: R$ 146,8
Estrelas: 3 estrelas
Ver fotosFiesta Park Hotel Jacobina - Av. Paulo Souto 700
Preços e Reservas Online
Reserva Online Fiesta Park Hotel Jacobina no Booking
Hotel e Restaurante Coelho
Morro do Chapeu
Hotel e Restaurante Coelho
Estrelas: 2 estrelas
Hotel e Restaurante Coelho - Morro do Chapeu






Notícias, Reportagens e Artigos sobre Jacobina

Notícias > Turismo > Encontros e eventos de turismo

3º Salão Baiano de Turismo promoverá rodada de negociações

3º Salão Baiano de Turismo promoverá rodada de negociações

O público terá a oportunidade de entrar em contato com as diversas manifestações artísticas e culturais da Bahia

 

Agências de viagens e turismo em Jacobina

L&STUR

L&STUR

Caeira - Jacobina/BA

 

Cidade do Ouro

Avenida Centenário, 262
Nazaré - (74) 3621-1125

Tj Viagens e Turismo Ltda

Avenida Orlando Oliveira Pires, 292 Sala 03, Mini Shopping Rcm
Centro - (74) 3621-3959

Veja todos as agências de turismo