Ubaitaba



A região era, primitivamente, habitada pelos índios tupiniquins. No século XVIII, com o desenvolvimento da Capitania de São José dos Ilhéus, estabeleceram-se fazendas no litoral da vasta região. Em virtude da resistência dos proprietários, ao desbravamento e à cultura de suas terras, os aventureiros dirigiram-se para o interior, subindo pela estrada que partia da Vila da Barra do Rio das Contas. Surgiram várias povoações, entre as quais o arraial de Tabocas, formada na fazenda do mesmo nome, situada à margem esquerda do Rio das Contas. Em 28 de janeiro de 1914, uma enchente do rio destruiu o "arraial de Tabocas", dispersando sua população. Coordenados pelo médico Francisco Xavier de Oliveira, residente no arraial, os flagelados reconstituíram a povoação, acima do nível atingido pelas águas. A denominação escolhida foi Itapira. Criou-se a freguesia, em 20 de dezembro de 1912. Em 1931, o arraial de Itapira foi elevado a vila. O topônimo Ubaitaba, conferido em 1933, resulta da reunião dos vocábulos indígena "ubá", que significa canoa pequena "y", rio, e "taba", aldeia, cidade. Segundo historiadores, significa "cidade", onde o transporte é feito por canoas pequenas.

Ubaitaba formou-se a margem esquerda do rio das Contas, numa planície entre as colinas e o rio. Sua origem relaciona-se a criação do Arraial de Faisqueira (1783), então área destinada a extração de madeira, a cultura da cana de açúcar, dos cereais e do cacau. Com o tempo, surgiram estradas para conduzir os trabalhadores as roças e escoar os produtos das lavouras para o Arraial de Faisqueira.

Localização

Ubaitaba está localizada a 450km da capital do estado.







Hotéis e Pousadas em Ubaitaba








Agências de viagens e turismo em Ubaitaba