Jacaraípe



Jacaraípe é um bairro do município de Serra, no estado brasileiro de Espírito Santo. Situada na costa, aproximadamente 20 Km ao norte de Vitória, é conhecida por seus campeonatos de surf. Bairro de veraneio, muito frequentada por turistas internos, tanto capixabas como de outros estados (principalmente Minas Gerais), atraídos principalmente pelas praias.

Jacaraípe possui um calçadão com 2 km de extensão que propiciam caminhadas e corridas leves, mas ainda possui trechos onde prevalecem uma bela natureza e rusticidade litorânea.

O balneário é, ao lado de Nova Almeida, o mais antigo do município. A estância de Jacaraípe não passava de uma pequena vila pesqueira até meados da década de 60 do século passado. Os pescadores mantinham suas barcas á beira do rio Jacuné, que nasce em um enorme complexo de lagoas que leva o mesmo nome e está a alguns quilômetros de distância do litoral. O bairro ocupava a área próxima à foz e às margens do rio e tinha como centro a pequena Igreja de São Pedro, localizada em um morro que hoje é conhecido como São Patrício. Até hoje realiza-se a tradicional Festa de São Pedro na praça desta igreja. Outra presença cultural marcante entre os pescadores é o tradicional culto a Yemanjá, que desde tempos remotos, sempre teve um templo localizado na foz do Jacuné. Hoje, nesta foz está a Praça Encontro das Águas, mas o pequeno templo ainda pemanece na Praça e é um ponto de encontro dos devotos em todos os revellions. A presença de outra manifestação cultural, o Congo, que pode ser definido como ritmo musical, mas também como um conjunto de tradições que envolvem o artesanato (inclusive musical), a culinária e a religiosidade afro-brasileira já não é tão presente no balneário como nos tempos de ocupação. Hoje esta tradição encontra-se concentrada na região da sede do município de Serra. Após os anos 60, a velha ponte de madeira que unia a parte sul do balneário (a mais habitada à época) da parte norte (hoje a maior parte do bairro) deu lugar a uma ponte de concreto que existe até hoje, mas que já não é a principal via de acesso. É a chamada ponte velha. Depois da construção da ponte e da abertura de estradas, foi possível uma urbanização de uma faixa de quase 6 Km de litoral. O bairro, entretanto, só perde o aspecto interiorano após os anos 80, com a pavimentção da Rodovia ES 010 (Rodovia do Sol Norte). Tal pavimentação daria suporte de infra-estrutura à empresas como Aracruz Celulose SA e Companhia Siderúrgica de Tubarão, que antes faziam sua comunicação norte-sul apenas pela BR 101. Nos anos 90, segue-se uma violenta ocupação desordenada. Graças, em parte, ao crescimento econômico do município de Serra e a existência de grandes áreas desocupadas e sem fiscalização. No início deste século, o balneário tem recuperado parte da estrutura de seu litoral e possui uma das mais organizadas e limpas orlas do Espírito Santo, com uma infra-estrutura que agrada aos turistas, especialmente do interior do país (Minas Gerais e Goiás). O balneário se projeta nacionalmente ao revelar potencial para sediar importantes etapas de campeonatos de Surf e BodyBoard e por revelar talentos como a bodyboarder Maylla Venturini, radicada na Serra, que já conquistou títulos nacionais e mundiais em sua categoria.

Localização

Jacaraípe está localizada a 20km da capital do estado.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através da rodovia BR-101

Hotéis e Pousadas em Jacaraípe








Notícias, Reportagens e Artigos sobre Jacaraípe

Notícias > Turismo > Turismo nacional

Setur Espírito Santo divulga programação de réveillon e do verão dos municípios capixabas

Setur Espírito Santo divulga programação de réveillon e do verão dos municípios capixabas

Com o fim do ano chegando, turistas de várias regiões se preparam para a temporada de verão que se aproxima.