Muriaé



O topônimo significa, na língua indígena, "ter sabor de cana doce". Antigamente, chamado de São Paulo de Muriaé porque seu padroeiro é São Paulo.

Inicialmente habitada pelos índios Puris, a região do município de Muriaé teve sua colonização iniciada pelo comércio de brancos com os indígenas. Nas inúmeras versões sobre o surgimento desta nomeação, há sempre uma ligação com os mosquitos que infestavam a região onde surgiria o município. De acordo com os registros históricos, a cidade, no início de seu povoamento, era uma região palustre, que apresentava, até finais do século XIX, altíssima incidência de febre amarela, supondo-se então que as opções etimológicas ligadas ao mosquito sejam as mais plausíveis. Em uma das mais antigas menções ao “Vale do Muriaé”, datada de 1785, Couto Reis descreveu a região, realçando-lhe as condições “horrorosas e pestíferas de suas entranhas”, cuja colonização só foi possível graças à coragem dos primeiros desbravadores que, “fazendo fogos, descortinando matas e purificando ares, tornaram os sertões menos rigorosos”.

O povoado cresceu rapidamente, a princípio, com uma só rua ao longo do rio - dando origem ao “Porto”, à “Barra” e à “Armação”, em razão do rio que margeavam - e, depois, disseminando o seu casario em todas as direções. Em 7 de abril de 1841 foi criado o distrito com o nome de São Paulo do Muriahé, pertencendo a São João Batista do Presídio (atual município de Visconde do Rio Branco) e subordinado eclesiasticamente a Santa Rita do Glória (atual município de Miradouro).

A proclamação da República chega até Muriaé, que aprimora suas construções. Ergue-se a Matriz de São Paulo e uma praça com jardim, assim como o belo prédio do Executivo. A cidade é por esse tempo o segundo produtor de café em Minas Gerais. Surgem as máquinas de beneficiamento, a catação do café, o estocamento, o carregamento para os vagões que saem abarrotados, deixando riqueza. Em 1910 foi criado o serviço de força e luz, no ano seguinte o de água e esgoto, e, 1913 o serviço de telefone urbano. O calçamento, o telefone, os bancos fazem parte de uma nova ordem social e política.

A euforia permanece até o crash de 1929, quando se instaura grave crise econômica que afetou profundamente o município, mas a economia voltaria a crescer durante a fase getulista, principalmente após a abertura da estrada Rio-Bahia, inaugurada por Getúlio Vargas em visita à cidade em 1939. O grande fluxo de veículos trazido pela nova rodovia inseriu Muriaé entre as cidades de maior progresso da região. A monocultura cafeeira passou a ceder espaço para outras atividades econômicas. Na década de 60, a mecânica automotiva começou a atingir grande expressão, graças ao asfaltamento da rodovia Rio-Bahia, e o município passou a ser referência no ramo da retífica de motores.

A região de Muriaé é composta por municípios de infra estrutura e forte crescimento comercial e industrial. A maior parte do PIB do município de Muriaé é relativa ao setor terciário, o qual dota a cidade de uma boa infra-estrutura de serviços. A indústria também tem papel de destaque, principalmente a indústria da moda - confecção de artigos do vestuário e acessórios. Outras indústrias, como as de produção de alimentos e bebidas e montagem de veículos, completam o parque industrial muriaeense. Na agropecuária, de pequena participação no PIB, destacam-se a criação de bovinos (principalmente gado de leite), galináceos, suínos e a produção de cana-de-açúcar, arroz e banana.

Regiões Turísticas

Localização

Muriaé fica a 364km da capital e faz limite com os seguintes municípios: Ervália, Santana de Cataguases, Laranjal, Palma, Miraí, São Sebastião da Vargem Alegre, Rosário da Limeira, Miradouro, Vieiras, Eugenópolis, Patrocínio do Muriaé, Barão de Monte Alto.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através das rodovias BR-116, BR-265 e BR-356.

Hotéis e Pousadas em Muriaé

Hotel Arrastao Plaza
Av Rio Bahia 8335 km 700
Hotel Arrastao Plaza
A partir de: R$ 216,00
Ver fotosHotel Arrastao Plaza - Av Rio Bahia 8335 km 700
Preços e Reservas Online
Reserva Online Hotel Arrastao Plaza no Booking
Hotel Golden JK
Avenida Juscelino Kubitschek, 311
Hotel Golden JK
A partir de: R$ 207,00
Ver fotosHotel Golden JK - Avenida Juscelino Kubitschek, 311
Preços e Reservas Online
Reserva Online Hotel Golden JK no Booking
Hotel Premium Plaza Muriae
Av Constantino Pinto, 182
Hotel Premium Plaza Muriae
A partir de: R$ 216,00
Ver fotosHotel Premium Plaza Muriae - Av Constantino Pinto, 182
Preços e Reservas Online
Reserva Online Hotel Premium Plaza Muriae no Booking
Cllin Premium Plaza
Rua Coronel Domiciano Rodrigues,100
Cllin Premium Plaza
A partir de: R$ 186,00
Ver fotosCllin Premium Plaza - Rua Coronel Domiciano Rodrigues,100
Preços e Reservas Online
Reserva Online Cllin Premium Plaza no Booking
Hotel Premium Plaza
Av Constantino Pinto, 286
Hotel Premium Plaza
A partir de: R$ 251,00
Hotel Premium Plaza - Av Constantino Pinto, 286
Cllin Plaza
Av. Pedro Alfredo Carneiro, 100
Cllin Plaza
A partir de: R$ 216,00
Cllin Plaza - Av. Pedro Alfredo Carneiro, 100






Notícias, Reportagens e Artigos sobre Muriaé

Notícias > Turismo > Ecoturismo

Turistas adotam o Parque da Serra do Brigadeiro (MG) como destino

Turistas adotam o Parque da Serra do Brigadeiro (MG) como destino

Belezas naturais e boa infraestrutura atraem cada vez mais visitantes

 

Agências de viagens e turismo em Muriaé

Verdge Aventuras

Verdge Aventuras

Belisário - Muriaé/MG

Ozanam Turismo e Locadora de Veículos

Ozanam Turismo e Locadora de Veículos

São Francisco - muriae/MG

Ciatour Agência de Viagens e Turismo Ltda

Rua Doutor Alves Pequeno, 221 Loja 01
Centro - (32) 3721-6969

Marieli Turismo

Rua Barão do Monte Alto, 144 / Loja 13
Centro - (32) 3722-1018

Veja todos as agências de turismo