Pimenta



Origem - A origem de Pimenta remota ao ano de 1790, quando surgiu um rancho ou pouso, certamente com a intenção de atrair mascates e viajantes para o comércio com fazendeiros da região. Não se tem notícia acerca do construtor do citado rancho de pouso.

O nome Pimenta tem duas versões. Para uns, vem do fato da existência de muitas moitas de pés de pimenta nas proximidades do primitivo rancho. A versão mais aceita é a que liga o nome à família de Manoel Pimenta, que chegou por volta de 1800 e do qual eram descendentes Francisco Hipólito e João Gomes, carpinteiros da antiga igreja matriz.

Em 1827 a família Rufino, que doara o local da construção da capela de Nossa Senhora do Rosário, legou a Nossa Senhora outros terrenos, nos quais surgiu um arraial chamado Estiva e, depois, Estiva de Nossa Senhora do Rosário.

O Tenente Coronel Antônio Gonçalves de Melo é considerado como o fundador do local, por ter mandado construir a capela de Nossa Senhora do Rosário, em 1841.
Em 1856 o aglomerado foi elevado à categoria de arraial, com o definitivo nome de Pimenta.

Em 1839 o arraial desligou-se de Itapecerica para integrar-se a Piumhi. Em 1901, passou a pertencer a Formiga, mas voltou de novo pra Piumhi no ano de 1911, até 1942,quando então passa a pertencer ao município de Pains.

O Pe. Jose Espíndola Bittencourt, chegado em 1901, foi o grande batalhador pela emancipação de Pimenta, elevada a vila em 1939. A Comissão de Emancipação foi composta pelos seguintes cidadãos, em 1948, por indicação de Pe. José Espíndola: Sidney da Costa Mesquita, Euclides Gomide de Oliveira, Francisco da Costa Miranda Júnior e Domingos Mendonça Filho.

Pela Lei 336 Pimenta foi emancipada no dia 27 de dezembro do ano de 1948, tendo seu primeiro prefeito o Sr. João Pedro Machado.

Com o incêndio do cartório de registro civil da cidade, em 19 de fevereiro de 1957, tornou-se impossível um levantamento completo da história municipal, pois somente o cartório possuía dados verídicos sobre a História do Município.

Pimenta teve sempre seu forte na agro-pecuaria, mas caminha para o turismo, certamente seu grande futuro, como o de todas as cidades banhadas pelo Lago de Furnas.

Sob o ponto de vista urbano, a cidade progrediu muito nos últimos anos, com ruas e avenidas amplas e asfaltadas ou calçadas. O comércio se desenvolveu e a pequena cidade nada deixar a desejar, se comparada com suas congêneres.

Santo Hilário, um arraial de 400 habitantes, recebeu este nome em homenagem ao naturalista francês August de Saint Hilaire, que passou uma temporada pesquisando esta região. Um local onde a natureza esuberante, propício para esportes radicais, como: RAPEL, TRILHAS DE MOTOS, MOTOBIKE, VÔO LIVRE, CAMINHADAS PELA SERRA, além de ser o local adequado para prática de PESCA ESPORTIVA, PASSEIOS NÁUTICOS, MERGULHO atividades aquáticas em geral !!!!

Ilha do Cabaçal, onde estão concentrados, vários ranchos de veraneio, iclusise o rancho do ex jogador do Atlético Eder Aleixo e de Afonso Paulino. Está localizada à 3 Km do centro de Pimenta, com uma vista do Lago de Furnas e ao fundo a belíssima Serra de Pimenta. Onde podemos contemplar o maravilhoso Pôr do Sol...O local também é muito utilizado para caminhadas...Várias das casas ali existentes também são alugadas em Finais de semana e feriados!!!

A Estância de Furnas é um centro de lazer e recreação voltado para a prática do turismo rural, ecológico e de aventura. Está situada numa agradável região arborizada por coqueiros, flores e jardins, de onde se tem de um lado, uma bela vista da Serra de Pimenta, e no lado oposto o Lago de Furnas que apresenta montanhas contrastando com os tons azulados e verdes de suas águas.

O local é dotado de toda infra-estrutura necessária para o seu lazer e conforto. Existem várias atividades recreativas para todas as idades, além de salão de jogos, piscinas, quadras, passeios ecoturísticos e culturais, barco, caiaques, bares e restaurante. As acomodações da Estância são realizadas em apartamentos, chalés e casas em estilos diferentes.

A Cachoeira do Lageado está localizada no destrito de Santo Hilário, sendo mais uma das maravilhas encontradas no destrito! Nela pode-se nadar em um grande poço de águas geladas e ficar de pé atrás da cortina de água, causando uma sensação de bem estar , e contato intenso com a natureza...

A Cachoeira da Quaresma possui duas quedas d’água. A primeira tem trinta metros de altura e possui um acesso fácil e tranqüilo. Já a segunda queda possui 70 metros e uma caminhada bastante inclinada.

Situada as margens da represa de Furnas, na região do Sul de Minas, a cidade de Pimenta caracteriza-se por suas belezas náuticas, sua tranqüilidade, aconchego e sua população acolhedora e sorridente, oferecendo aos seus visitantes opções agradáveis e prazerosas de lazer. Além de maravilhosas cachoeiras, Pimenta conta como recursos naturais ainda não explorados, como salões no interior de algumas grutas e cavernas como a de Olhos D’água, ou mesmo os arbustos presentes na entrada escura da Gruta Oculta.

Uma das atividades que exploram os recursos hidrográficos de Pimenta é a pesca. No lago do Cordeiro, por exemplo, os poços de águas turvas e corredeiras dão lugar para as espécies piau, traíra e piapara. Outro ponto de pesca é o Ribeirão dos Patos. Já o lago de Furnas encanta por sua beleza de águas límpidas e extensão, possuindo um importante braço formado pelo cânion do Rio Grande e ainda uma repleta fauna de peixes, aves com a predominância das garças. Algumas festas religiosas também são tradicionais no município, como a de Nossa Senhora do Rosário e a de São Sebastião.

Localização

Pimenta está localizada a 235km da capital do estado.







Hotéis e Pousadas em Pimenta








Agências de viagens e turismo em Pimenta