Resende Costa



Um rancho erguido para abrigar tropeiros e viajantes na primeira metade do século XVIII deu origem ao pequeno povoado de Lage, hoje Resende Costa. A Capela Nossa Senhora da Penha de França foi erguida em 1749 e, em torno dela, foram construídas oito casas para abrigar as primeiras famílias que se estabeleceram na região, entre elas a do inconfidente José de Resende Costa.

A população dedicava-se ao plantio de gêneros alimentícios e à criação de gado. Em 1831 o povoado contava com 1.243 habitantes, entre homens livres e cativos, sendo elevado à categoria de paróquia em 1840 por causa do grande número de fiéis que freqüentavam sua igreja.

Em 1911 o povoado de Lage ganhou sua autonomia como município, recebendo o nome atual - uma homenagem aos inconfidentes (pai e filho) que ali viveram. Nesta época, o município experimentou maior desenvolvimento econômico, favorecida por sua localização no entroncamento de várias estradas para a zona Oeste de Minas Gerais. A atividade industrial desenvolveu-se a partir da produção de açúcar,manteiga, polvilho,aguardente, calçados e arreios.

Hoje o município vive quase somente do artesanato têxtil, confeccionando colchas, tapetes e outros artigos para casa em teares manuais. A maioria da população tece ou vende esses trabalhos, produzidos com sobras de malhas das indústrias nacionais. Várias lojas e, ainda, uma interessante oficina de móveis feitos com madeira de demolição vendem o artesanato local.

Construída sobre uma rocha, A cidade oferece privilegiada vista panorâmica e goza de prestígio junto a espiritualistas. Ao lado da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França, moradores e visitantes podem caminhar sobre a grande 'laje' e apreciar a paisagem montanhosa da região.

Ao entrar em Resende Costa, o visitante já de depara com um bonito colorido nas janelas das casas e nas portas do comércio. São as cores do seu notável artesanato têxtil. O município transpira as técnicas de trabalho no tear trazidas para a Colônia pelos portugueses. Raras eram as mulheres na Capitania das Minas que não dominavam o processo da tecelagem que, na época, era utilizada para fabricação de peças de uso doméstico.

Resende Costa preservou tão bem essa arte, que hoje ela se tornou importante para a sua economia, deixando de ser uma atividade feminina para envolver famílias inteiras. A produção local pode ser adquirida no comércio de vários estados brasileiros e até no exterior. É um trabalho que atrai turistas e lojistas de toda parte que ali encontram um tear mineiro autêntico, bonito e de qualidade.

Localização

Resende Costa está localizada a 186km da capital do estado.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através das rodovias MG-383, MG-494, BR-040, BR-265 e BR-381(Fernão Dias)







Hotéis e Pousadas em Resende Costa








Agências de viagens e turismo em Resende Costa