Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Resplendor



O povoado de Resplendor começou ás margens do Córrego do Santaninha com o nome de Travessia. Era coberta por matas; não havia estradas, somente trilhos feitos pelas tropas que cruzavam as matas, levando mantimentos, transportando o café de um lugar para o outro. Os primeiros habitantes de Resplendor foram os índios Krenak, que tiveram entre outras civilizações, o francês Guido Marliére, nomeado por D.João VI, "Inspetor das Divisões militares do Rio Doce."

Por volta de 1880, o coronel Manoel Gonçalves de Morais Carvalho obteve sesmaria as margens do córrego do Pião e, juntamente com Emílio Brostel, Joaquim Gonçalves Meira, Clementino Olímpio Alves Machado e Joaquim Agostinho Barbosa, edificou fazendas na região. Entre os primeiros desbravadores de Resplendor citamos também o Frei Jaime Maria Lagostera, Cel. José Pereira de Jesus, Alfredo Lopes da Silva, Elias Barbosa e família Fernandes dos Santos. O padre André Colli também veio para cá naquela época e construiu a Capela de Santa Aninha na cabeceira do Córrego, e mais tarde foi transferida para o local onde é até hoje. André Colli foi o primeiro padre de Resplendor.

Em 1911, o povoado passa a ser distrito do município de Caratinga, sendo que posteriormente integrou-se ao município de Aimorés.

Quando a estrada de ferro Vitória-Minas passou a cortar as terras locais, construiu-se uma estação no lugar denominado Resplendor. Com a conclusão da estrada de ferro, alguns dos trabalhadores seguiram com a Companhia, mas muitos deles ficaram por aqui porque gostaram das terras que eram muito férteis. Foi em torno dessa estação que a cidade começou a se desenvolver e, em 1938, criou-se o município, desmembrando de Aimorés. O povoado passou a distrito pela Lei n.556, de 30 de agosto de 1911, fazendo parte do município de Caratinga, sendo que posteriormente integrou-se ao município de Aimorés.

Resplendor foi emancipado a município pelo decreto Lei nº 148 de 17 de dezembro de 1938, assinado pelo Governador Benedito Valadares. No dia 1 de janeiro de 1939, foi instalada a cidade de Resplendor, pelo Dr. Alfredo Marques de Azevedo.

O nome de Resplendor originou-se devido à existência de uma pedra que, exposta ao sol, refletia luz em profusão.

O primeiro Prefeito de Resplendor foi o Dr. Alexandre de Alencar. Foi fundado em 1 de Janeiro de 1939.

Possui um grande potencial turístico com muitas serras, cachoeiras, grutas, florestas e o lago formado pela construção da Usina Hidrelétrica de Aimorés. Possui a aldeia indigena Krenak, criada em 1920 e reintegrada aos índios recentemente. Os índios Krenak são um dos últimos índios da nação dos Botocudos. O Parque Estadual de Sete Salões é um complexo de montanhas, matas, cachoeiras, grutas e a Gruta de Sete Salões, conta ainda com pinturas rupestres dos antepassados dos índios Krenak e estão em cinco sitios arqueológicos.

Regiões Turísticas

Localização

Resplendor está localizado a 445km da capital do estado.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através das rodovias BR-259 e MG-422

Hotéis e Pousadas em Resplendor

HOTEL BRASÍLIA

HOTEL BRASÍLIA

Centro - Resplendor/MG

 

Pousada Bixu de Pé

Rod. BR 259
Resplendor - 3332639484

HOTEL BRASÍLIA

Avenida Olegário Maciel, 359
Resplendor - 3332631083

Agências de viagens e turismo em Resplendor

Ramitur Viagens Ltda

Avenida Olegário Maciel, 179
Centro - (33) 3263-1400

Ramitur Viagens Ltda

Avenida Olegário Maciel, 179
Centro - (33) 3263-1400