Conceição do Araguaia



O município data dos tempos coloniais, originário do extenso território de Baião. Em 1897, Frei Gil de Vila Nova fundou, no território de Baião, um arraial com o nome de Conceição do Araguaia, que passou à freguesia, em 14 de abril de 1900.

O desenvolvimento da freguesia levou o Legislativo do Estado do Pará a criar o Município de Conceição do Araguaia, que teve sua sede no antigo povoado do mesmo nome, através da Lei nº 1.091, de 03 de novembro de 1908, concedendo ao lugar o título de vila. Sua instalação só aconteceu em 10 de janeiro de 1910. Com a Lei nº 1905, de 18 de outubro de 1920, a Vila de Conceição de Araguaia foi elevada à categoria de cidade.

Em 4 de novembro de 1930, com o Decreto nº 6, o Município de Conceição do Araguaia foi extinto, ficando seu território sob a administração direta do Estado. Tal situação é confirmada, através do Decreto nº 72, de 27 de mês seguinte.

Com a Lei nº 8, de 31 de outubro de 1935, que apresentou a relação das comunas paraenses, figura, novamente, o Município de Conceição do Araguaia, embora as fontes consultadas não façam referência a qualquer ato legal que tenha restituído a Conceição do Araguaia a antiga condição de município. A lei citada não faz referência aos distritos que o integravam, à época.

No Decreto-Lei nº 3.131, de 31 de outubro de 1938, que estabeleceu a divisão territorial do Estado para o período de 1939 a 1943, o Município de Conceição do Araguaia se apresentava constituído de 2 distritos: Conceição do Araguaia e Santa Maria das Barreiras. Tal situação foi confirmada pelo Decreto-Lei nº 4.505, de 30 de dezembro de 1943.

Pela Lei nº 2.460, de 29 de dezembro de 1961, Conceição do Araguaia teve sua área desmembrada, para ser criado o Município de Santana do Araguaia e, posteriormente, perdeu novas porções de terras que deram origem a três outros municípios: Xinguara, Redenção e Rio Maria (Lei nº 5.028, de 3 de maio de 1982).

O nome Conceição é português. Trata-se de uma homenagem à padroeira da localidade original. Nossa Senhora da Conceição. Araguaia é expressão tupi que, segundo Th. Sampaio, significa “Rio do vale dos papagaios”. Atualmente, o município é constituído apenas do distrito-sede.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição
Ponto Turistico: Atrativo Cultural
Descrição: Conceição do Araguaia é sede de uma prelatura, da qual o primeiro prelado, foi Dom Frei Domingos Carrerot, que absorveu fortemente a devoção e a fé católica. A principal festa da Igreja Católica, é a da Padroeira Nossa Senhora da Conceição, comemorada no dia 08 de dezembro, cujo novenário tem início em fins de novembro, tendo seu ponto alto no dia 08, com procissão que percorre as ruas da cidade. Há também a procissão fluvial no Rio Araguaia indo de Couto Magalhães a Conceição, com dezenas de barcos, voadeiras, etc. A Festa do Senhor do Bonfim é comemorada no mês de agosto. E o mês de Outubro fica para o encontro dos carismáticos. O atual bispo da Igreja Católica, é Dom Dominique You, participativo no progresso religioso e da cidade.

Cachoeira Santa Isabel
Ponto Turistico: Cascata
A 15km da cidade

Buraco das Moças
Ponto Turistico: Caverna/Gruta
A 35 km do município

Rio Araguaia
Ponto Turistico: Rio
Às margens do município

Lajeiro do Cadena
Ponto Turistico: Atrativo Cultural
A 35 km do município

Regiões Turísticas

Localização

Conceição do Araguaia está localizada a 1116km da capital do estado.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através das rodovias BR–316, BR–222, PA–150 e PA–287.

Por ar: Vôos diários pela empresa Sete Linhas Aéreas.







Hotéis e Pousadas em Conceição do Araguaia








Agências de viagens e turismo em Conceição do Araguaia