Sapé



Os índios potiguares foram os primeiros habitantes onde hoje se situa a cidade de Sapé. No início do século XVII, o português Manoel Antônio Fernandes, fundou o núcleo do município, juntamente com os senhores Urbano Guedes Gondim e Simplício Alves Coelho, responsáveis pela construção da primeira capela. Surgiram os primeiros engenhos primitivos, com destaque para o engenho Lagoa Cercada e a propriedade denominada “Buraco”, depois engenho Conceição, onde hoje está situada a sede do município.

A denominação Sapé originou-se da existência de um tipo de capim abundante na região, conhecido pelos indígenas como “Eça-pé”, quer dizer: “o que ilumina o caminho”, o que dá claridade.

A partir da estrada de ferro Great Western, em 1882, ligando Itabaiana ao Rio Grande do Norte, e com a construção da estação Ferroviária na localidade, surgiram outras edificações, atraindo pessoas de localidades próximas, como Pedras de Fogo, Pilar, Mamanguape e Guarabira, formando então o povoado.

Em 7 de março de 1896, com a Lei nº 40, foi criado o município de Espírito Santo, com seu desmembramento da cidade de Mamanguape. Os povoados Cruz do Espírito Santo e Vila de Pedras de Fogo foram transferidos para o novo município. Na divisão Administrativa de 1911, Espírito Santo, que era sede, Sapé, Sobrado e São Miguel de Taipu.

Em 1º de dezembro de 1925, por determinação da lei nº 627, do então Presidente do estado da Paraíba, Doutor João Suassuna, foi criado o município de Sapé, elevado à categoria de vila. Atualmente compreende o município de Sapé, apenas o distrito de Renascença, visto que Sobrado e Riachão do Poço já se emanciparam politicamente.

Regiões Turísticas

Localização

Sapé está localizada a 55km da capital do estado.







Hotéis e Pousadas em Sapé








Agências de viagens e turismo em Sapé