Capitão Leônidas Marques



Há 40 anos era difícil prever que Capitão Leônidas Marques se transformaria em uma progressista cidade do Oeste do Paraná, região formada por 51 municípios com população aproximada de 1,3 milhão de habitantes. O vilarejo experimentou a maioria dos ciclos desenvolvimentistas que tornariam essa parte do território paranaense em "sinônimo" de riqueza e de oportunidades. Capitão participou dos ciclos da madeira, da hortelã, do feijão, da erva-mate e também sentiu os efeitos da mecanização agrícola.

A origem remete a um projeto de colonização conhecido como Gleba Andrada, habitada por aventureiros e até foragidos da justiça que tiravam da caça, da pesca e da extração do palmito a sua sobrevivência. O registro mais preciso do início do vilarejo é de 1957, quando 30 famílias lideradas por João Ruth Schmidt chegaram à região. A primeira denominação foi Aparecida d´Oeste, substituída por Capitão Leônidas Marques em 28 de abril de 1964, data da emancipação político-administrativa do município. Essa faixa de terra até então pertencia a Cascavel. De Capitão já se emanciparam Boa Vista da Aparecida (22 de Dezembro de 1981) e Santa Lúcia (1 de Setembro de 1991).

O nome é uma homenagem a Leônidas Marques dos Santos, militar morto em combate em Catanduvas, onde aconteceram os últimos confrontos da Revolução de 24. Leônidas é pai do ex-deputado estadual Basílio Marques, que ao lado de lideranças como Arnaldo Busatto, contribuiu com o processo de criação do município. O primeiro prefeito foi Otto Francisco dos Passos, responsável pela gestão do município no período de 1964 a 1968. Ele e o vice João Ruth Schmidt foram empossados em 14 de dezembro de 1964, data de instalação do município.

O IBGE divulgou em julho de 2006 relatório dando a Capitão Leônidas Marques população de 15.492 habitantes. O perfil do município mudou muito nesses 40 anos, embora boa parte das riquezas e dos empregos gerados ainda estejam no campo. A população migrou do campo para a cidade. Sessenta e oito por cento moram no perímetro urbano e apenas 32% continuam no interior.

O crescimento de Capitão é resultado da junção do trabalho de várias gestões administrativas, da determinação e do empreendedorismo do seu povo. A exemplo da população, a geração de riquezas começa a ser transferida para o município e hoje os setores secundário e terciário são tão importantes quanto a agricultura para a economia local. O município é dono de uma indústria em expansão.

Localização

capitão Leônidas Marques está localizada a 460km da capital do estado.







Hotéis e Pousadas em Capitão Leônidas Marques








Agências de viagens e turismo em Capitão Leônidas Marques