Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

União da Vitória



Um roteiro para quem quer passar o dia em contato com a natureza e conhecer parte da história do Paraná: belas cachoeiras (Campo Alto, 50m de altura; Cintura de Noiva, 40m de altura, Cachoeira da Gruta, Piscina), a Gruta da Nossa Senhora da Salette, uma histórica Igreja Ucraniana e o Parque Histórico Iguassú.

O Parque segue a característica de um Museu ao Ar Livre. Conta a história da ocupação ao longo do vale do rio Iguaçu, da região centro-sul do Estado do Paraná incluindo aspectos sócio econômicos da colonização, desenvolvimento da cultura, modos de vida, religiosidade e tradições.

Foram recriados ambientes que caracterizam os diversos períodos da colonização e restaurados equipamentos de transformação de produtos agrícolas reconstituindo os ciclos econômicos: moinho colonial, engenho de erva mate (barbaquá), moenda, monjolo, atafona (beneficiamento de farinha de mandioca).

Uma trilha denominada “Caminho Histórico do Paraná” está sendo criada para retratar o ciclo histórico desde os primeiros habitantes indígenas, as primeiras expedições militares, tropeiros e o Contestado e os ciclos econômicos da erva mate e da madeira.

Com agendamento, o Parque oferece almoço e passeios de barco na represa de Foz do Areia fazendo aproximação às cachoeiras do Rio Palmital e do Tigre. A capacidade máxima do barco C. Iguassu é de 15 pessoas

Os passeios da Rota Sul são comercializados pelas Agências Caminhos do Iguassú e a Centrus Idiomas e Viagens. Grupo mínimo: 08 pessoas.

City Tour
Conheça os principais atrativos de União da Vitória, a cidade que, junto com Porto União, se tornou o foco da Guerra do Contestado entre os anos de 1912 e 1916. Sede do Quartel General e campo de pouso das primeiras aeronaves em ações bélicas no país, o conflito reuniu as polícias estaduais, exército e milícias da Lumber Colonization para retirar – a força – sertanejos, índios, pequenos proprietários ou apenas posseiros das terras no trajeto da estrada de ferro.

Uma verdadeira guerra civil com duração de quatro anos desencadeada após a iniciativa do governo brasileiro de ceder em pagamento - pela construção da ferrovia São Paulo – Rio Grande, as terras marginais à estrada numa faixa de 15 quilômetros de largura, de cada lado.

A guerra termina com um Acordo de Limites assinado pelos Estados do Paraná e Santa Catarina em 1917 com milhares de sertanejos mortos, feridos, prisioneiros e miseráveis andarilhos trôpegos e famintos circulando pela região, chegando às cidades pela mesma ferrovia que lhes tirara as terras.

Diz-se que por comodismo, a divisão do território na área central das cidades acompanhou o trajeto da estrada de ferro o que traz, hoje, uma condição quase única de, estando com um pé de cada lado, vivenciar a sensação de alcançar – em um só momento - os dois Estados.

Na mesma área é possível conhecer a Estação Ferroviária União, uma das mais belas do interior do Brasil. Constituída de dois corpos iguais, um em cada Estado e, unidos por enorme arco, carrega parte da história e sugere o resgate da união - do povo e da terra - dividida ao final do conflito.

Conhecidas como “Gêmeas do Iguaçu” as duas cidades possuem ainda hoje atrativos que se alternam e se completam no território de cada município. Na Rota dos Tropeiros, caminho para alcançar o mercado de Viamão/SP, vale a pena conhecer o local de passagem do gado pelo Rio Iguaçu, chamado de Vau; o pequeno monumento que resgata a lembrança das grandes enchentes, o Marco da Divisa e a área onde aportavam os vapores que deram motivação ao nome da cidade: Porto da União.

As cercanias das praças Hercílio Luz e Coronel Amazonas e parte da Rua Carlos Cavalcanti trazem a paisagem comum das cidades com destaque a um bom número de construções da década de 30 de estilo “eclético” e “art-deco”.

Mas é o ambiente natural, a paisagem que se vislumbra a partir do Morro do Cristo onde está a imagem do Sagrado Coração de Jesus (2ª maior do Brasil) e do Morro da Cruz – com sua Gruta do Monge João Maria que reflete a beleza cênica das cidades: o Rio Iguaçu, as três pontes (não deixe de ver a Ponte do Arco), as principais igrejas e o próprio rio serpenteando ao redor de casas, prédios e do Parque Ambiental Ary de Queirós.

Este roteiro pode ser adaptado de acordo com o interesse e tempo disponível do grupo. Agências que comercializam: Agência Caminhos do Iguassú e Centrus Idiomas e Viagens.

Passeios de Maria Fumaça
Neste passeio você irá reviver a experiência dos primeiros viajantes que cruzaram de trem os Estados do Paraná e Santa Catarina em direção ao sul do Brasil. A locomotiva foi construída nos Estados Unidos em 1913 e batizada com o número 310.

Mais conhecida como Maria Fumaça ou simplesmente “310”, pertenceu à rede Viação Paraná - Santa Catarina e depois à Rede Ferroviária Federal S/A. Com o advento das rodovias a “310” foi desativada e ganhou vida como monumento aos ferroviários enquanto ficou estacionada por 28 anos na Praça Visconde de Nácar. Recuperada recentemente se tornou um dos principais atrativos das cidades.

O passeio é realizado pela Associação Amigos do Trem com saídas da Estação Ferroviária União seguindo até a Estação de Engenheiro Melo em Porto União – SC. Neste trajeto de seis quilômetros a Maria Fumaça passa pela área central das cidades exatamente sobre a divisa dos Estados e um túnel. Ainda na Estação União é possível conhecer a história da ferrovia através de uma exposição de fotos antigas.

Os passeios são realizados sob agendamento. Agências que comercializam: Agência Caminhos do Iguassú, Centrus Idiomas e Viagens e Associação Amigos do Trem.

Passeios de Barco Caminhos do Iguassu
União da Vitória é cercada pelo Rio Iguaçu em todo o seu entorno e é a porta de entrada de todo sistema de geração de energia do Estado do Paraná. As represas oferecem uma enorme variedade de atividades esportivas e de lazer, especialmente o turismo fluvial.

Há 30 km da cidade está localizado o Parque Histórico Iguassu local de partida do barco C.Iguassu I para passeios no Lago da Usina de Foz do Areia.

Os passeios complementam as atividades histórico culturais no Parque oferecendo uma rara oportunidade para apreciar a natureza em contato direto com a água. Com o barco são oferecidos passeios de aproximação às cachoeiras do Rio Palmital e do Tigre.

Dependendo da temperatura e dos níveis do lago esta aproximação inclui banho de cachoeira ou pequenas caminhadas entre as corredeiras.
Os passeios têm duração média de 1 hora podendo ser ampliado em função interesse ou necessidade do turista. O barco tem capacidade máxima para grupos de 15 pessoas podendo – porém – realizar passeios dentro das demandas do turista.

Os passeios são comercializados pelas Agências Caminhos do Iguassú, a Centrus Idiomas e Viagens e pelo Parque Histórico Iguassu.

Regiões Turísticas

Localização

União da Vitória está localizada a 237 km da capital do estado.

Acesso

Por terra: União da Vitória tem como acessos principais as rodovias federais BR-153, BR-476, e as rodovias estaduais PR-447, e a PR-446.

Notícias, Reportagens e Artigos sobre União da Vitória

Notícias > Turismo > Encontros e eventos de turismo

Secretário do Turismo do Paraná participa do lançamento do Guia Turístico Terra dos Pinheirais

A região turística Terra dos Pinheirais abrange os 19 municípios do Centro-Sul do Estado e tem como principais atrativos as florestas de araucária, o clima temperado, os rios e cachoeiras e a cultura rica e diversificada

 

Hotéis e Pousadas em União da Vitória

HOTEL10

HOTEL10

Ouro Verde - União da Vitória/PR

 

HOTEL10

Rodovia BR 476 - km 359, trevo BR 153 - n 4.501
União da Vitória - 4235211010

HOTEL10

Rodovia BR 476 - km 359, trevo BR 153 - n 4.501
União da Vitória - 4235211010

Agências de viagens e turismo em União da Vitória

MAG VIAGENS E TURISMO

MAG VIAGENS E TURISMO

União da Vitória/PR

 

Central Park Viagens

Avenida Manoel Ribas, 332
Centro - (42) 3523-4199

Katai Turismo

Avenida Paula Freitas, 784
São Cristovão - (42) 3524-2120

Veja todos as agências de turismo