Exu



Primitivamente a região era habitada pelos índios Ançus, do tronco dos Cariris. A região foi ocupada por fazendas de gado no início do século XVIII, tendo à frente Leonel de Alencar Rego e posteriormente seu filho Joaquim Pereira de Alencar. Após a ocupação, missões jesuíticas viveram na região, onde construíram a capela de Bom Jesus dos Aflitos. Em 1734, foi criada a freguesia do Senhor Bom Jesus dos Aflitos de Exu. O município foi instalado em 7 de junho de 1885, passando a autônomo em 9 de julho de 1893, em face a lei n. 52, de 3 de agosto de 1892. O primeiro prefeito foi Manoel da Silva Parente. O município foi supresso em 1895 e restaurado 1907, com a denominação de Novo Exu. Pelo decreto-lei estadual n 235, de 9 de dezembro de 1938, o município de Novo Exu passou a denominar-se Exu.

Passou por uma grave crise no século XX devido a lutas políticas entre duas famílias: Alencar,Saraiva e Sampaio, o que provocou o atraso da cidade em relação a outras da região, como Araripina, Ouricuri e Salgueiro. Procurou reconquistar o espaço novamente na Microrregião de Araripina com a cultura (sem sucesso), através de artistas como Luiz Gonzaga, oriundo de Exu.

A cidade está localizada no Polígono da Seca e abriga um museu em homenagem ao seu filho mais ilustre, Luiz Gonzaga.

Regiões Turísticas

Localização

Exu está localizada a 630km da capital do estado.







Hotéis e Pousadas em Exu








Notícias, Reportagens e Artigos sobre Exu

Notícias > Turismo > Turismo cultural

Antes de tudo, uma bela cidade!

Antes de tudo, uma bela cidade!

No Sertão pernambucano, Exu é destaque no cenário cultural e histórico

 

Agências de viagens e turismo em Exu