Itaperuna



A região de Itaperuna foi desbravada por José de Lannes Dantas Brandão a partir de 1829, após sua deserção da milícia do Exército. Ao chegar nessa região em 1834, se estabeleceu num lugar que foi denominado Porto Alegre. Pelos serviços de colonização prestados à Coroa, com o advento da economia cafeeira foi perdoado, tendo sido morto por seus escravos em 1852.

Em 24 de novembro de 1885 por decreto de nº 2.810, eleva a freguesia de Nossa Senhora da Natividade de Carangola (um dos primeiros nomes da cidade) à categoria de Vila de Itaperuna, levando esse nome por ser passagem para se chegar a Pedra do Elefante, localizada em Carangola, estado de Minas Gerais. Em 1887, foi criada a freguesia de São José do Avaí, nome em homenagem às Armas Brasileiras na Guerra do Paraguai. Foram doados 15 alqueires de terra para patrimônio dessa Vila pelo Sr. Jayme Porto e Senhora.

Em 10 de maio de 1889 foi feita a primeira eleição para a Câmara dos Vereadores, sendo a vitória dos Republicanos, que tomaram posse no dia 4 de julho do mesmo ano, sendo portanto a primeira Câmara republicana do país, em pleno regime monárquico, regime esse que viria a ser desbancado pelo Marechal Deodoro.

Em 6 de dezembro de 1889 foi a vila de São José do Avaí transformada em município de Itaperuna, sendo criada sua respectiva Comarca.

A cultura cafeeira foi um grande destaque na economia da cidade por mais de quatro décadas, tornando-a em 1927 a maior produtora nacional.

Do território original do município de Itaperuna foram desmembrados outros seguintes: Bom Jesus do Itabapoana em 1938, Natividade e Porciúncula em 1947 e Laje do Muriaé em 1962, ficando Itaperuna com seu atual contorno. Itaperuna também é destaque no esporte, em especial no futebol, em que o Itaperuna Esporte Clube, antigo Porto Alegre, já elevou o nome da cidade em várias competições.

O Itaperuna Esporte Clube já disputou memoráveis partidas contra os principais clubes da capital fluminense, conseguindo inclusive êxito em jogos contra Botafogo, Fluminense, Flamengo. O curioso é que contra o Vasco da Gama o Itaperuna jamais conseguiu um empate sequer, perdendo todos os jogos para o time carioca.

Itaperuna possui a 2ª maior réplica da estátua do Cristo Redentor do Brasil, com 20 metros de altura. O imponente monumento encontra-se no morro do Castelo, o ponto mais alto do perímetro urbano da cidade, seu acesso é fácil, basta seguir qualquer uma das vias transversais a principal avenida da cidade, a Cardoso Moreira, Onde se localiza um longo calçadão caracterizado por ter o formato de uma serpente, o atual calçadão era uma grande linha de trem. Inaugurado em 10 de Maio de 1966, o responsável pelo projeto do Cristo foi o escultor capixaba Antônio Francisco Moreira. A iniciativa e desenho foi idealizada por Cláudio Cerqueira Bastos, mais conhecido como Claudão e também idealizador de alguns outros projetos para a cidade.

Devido ao fato de se encontrar entre vales, Itaperuna é conhecida por ter o clima mais quente do estado do Rio de Janeiro, ela tem a máxima de 43°C resgistrada pelo IBC (Instituto Brasileiro de Climatologia. A cidade é a mais quente em relação às cidades mais próximas, como Natividade, Laje do Muriaé e Bom Jesus do Itabapoana

É a única cidade da região Noroeste a ter um canal de televisão independente e próprio, a Tv Itaperuna.

Localização

Itaperuna está localizada a 316km da capital do estado.

Hotéis e Pousadas em Itaperuna








Agências de viagens e turismo em Itaperuna

Ica - Tur

Rua Thomas Teixeira dos Santos, 207
Cidade Nova - (24) 0000-0000

Ica - Tur

Rua Thomas Teixeira dos Santos, 207
Cidade Nova - (24) 0000-0000