Quissamã



Até o começo do Século XX, Quissamã conheceu um espetacular desenvolvimento. Mas, a partir da crise de 1929, vários fazendeiros se endividaram e perderam suas terras em favor do Engenho Central de Quissamã, que monopolizou a economia local. A estagnação durou até a década de 70, com a criação do programa Proálcool e com a descoberta do petróleo na Bacia de Campos.

Prevendo um crescimento econômico sem depender exclusivamente do engenho, a população se organizou para a emancipação e, em 12 de junho de 1988, decidiu se separar do município de Macaé, através de plebiscito. Em 4 de janeiro de 1989, foi criado o município de Quissamã. Em novembro, foi eleito o primeiro prefeito, Octávio Carneiro da Silva.

Com o descobrimento do petróleo na Bacia de Campos iniciou uma nova fase na história de Quissamã. Ao contrário dos outros ciclos econômicos, o petróleo está possibilitando diminuir as desigualdades sociais, melhorar a educação e a saúde e a expectativa de vida da população, em busca do desenvolvimento auto-sustentável principalmente através da agricultura e do turismo.

CANAL CAMPOS-MACAÉ

Com cerca de 100 quilômetros de extensão, atravessa os municípios de Campos, Quissamã, Carapebus e Macaé, e é o segundo canal mais extenso do mundo construído pelo homem. Foi uma das mais importantes obras do Imperador D. Pedro II no estado do Rio e é considerada, até hoje, uma das grandes obras da engenharia brasileira do século XIX. Construído entre 1843 e 1861 pelos escravos, tinha como função o escoamento da produção de açúcar das fazendas de Quissamã, Campos e Carapebus até o porto de Macaé.

Em 1847, o Imperador esteve no local pessoalmente vistoriando as obras. Em 1861, tornou-se navegável. Desde 1994, a Prefeitura de Quissamã vem mantendo o canal navegável, que corta vários sítios históricos, fazendas e as lagoas mais bonitas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba.

Saídas: Centro da cidade até a Lagoa de Carapebus e do Centro em direção a Machadinha.

Duração: 1h30

Público-alvo: pessoas acima de 8 anos.

Observação: agendamento através de uma das três agências de turismo locais.

TRILHA ECOLÓGICA DA FAZENDA SÃO MIGUEL DA MATA

Passear pelas trilhas ecológicas da Mata Atlântica quissamaense é ter mais contato com a natureza e conhecer espécies de vegetação raras presentes no solo brasileiro desde a época do Descobrimento. Além do prazer de ouvir pássaros e respirar o ar puro da mata, o visitante aprende a importância da preservação da natureza.

Duração do passeio: 1h30

Observação: levar boné e repelente

Agendamento: através das três agências de turismo da cidade.

PRAIA DE JOÃO FRANCISCO

A Praia de João Francisco é o principal balneário de Quissamã, hoje moradia fixa de apaixonados pelo local, que não abrem mão de apreciar o maravilhoso pôr-do-sol sobre areias e ondas e as noites de luar, quando as estrelas parecem dançar no imenso céu de Quissamã.

Em João Francisco, acontece anualmente o Projeto Verão, que inclui atividades lúdicas, esportivas, shows de alto nível com artistas locais e nacionais, valorizando assim, a cultura quissamaense e brasileira. Enquanto durar o verão, a praia permanece lotada, atingindo públicos maiores nos fins de semana. As casas são muito disputadas para aproveitar a temporada de férias, por isso, muitos veranistas vêm de fora para curtir Quissamã e aproveitar com tranqüilidade, um verão de muita alegria, degustando pastéis de marisco, bolinhos de arraia e outras delícias encontradas no comércio do balneário, além de estarem muito próximos às belezas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba.

PRAIA DE BARRA DO FURADO

Barra do Furado é um lugar peculiar. A pequena vila de pescadores que divide Campos dos Goytacazes e Quissamã, transformou-se num balneário muito procurado por surfistas de todo o Brasil, pois lá é sediado anualmente, uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Surf Profissional, além de outras competições do esporte.

O surfista que não conhece Barra do Furado está perdendo a oportunidade de realizar manobras radicais e se sobressair como um netuno de pranchas. Ali, a Lagoa Feia desemboca no mar, pelo Canal das Flechas, fazendo um encontro magnífico entre as águas doce e salgada.

Tendo a pesca como principal atividade econômica, Barra do Furado dispõe de quiosques e restaurantes especializados em frutos do mar e suas iguarias.

O lugar, em breve, deve passar por uma mudança, pois inúmeros investimentos têm sido feitos para a instalação de um estaleiro e um terminal pesqueiro visando à geração de emprego e renda para todo município, prevendo o uso consciente dos recursos naturais ali disponíveis.

Também são oferecidos passeios de bugres pelas areias escaldantes do Furado.

PRAIA DO VISGUEIRO

A Praia dos Visgueiro está localizada junto ao Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba e a Lagoa do Visgueiro. Tem aproximadamente 2 Km de extensão. Com suas areias brancas é uma praia de restinga onde são encontrados diversos animais dentre eles lagartos, mariscos e carangueijos. A população residente é de pescadores. A pesca profissional e amadora de rede e de linha é praticada durante o ano todo.

LAGOA FEIA

A Lagoa Feia, o segundo maior espelho de água doce do país, apesar do nome, de feia não tem nada. Suas águas banham os municípios de Campos dos Goytacazes e Quissamã, margeando as diversas propriedades rurais que existem no seu entorno. Espécies de peixes como a traíra e o robalo, pescadas lá, sustentam e alimentam famílias inteiras de quissamaenses e campistas.

A Lagoa Feia possui condições ideais para a prática de windsurf, além de outras modalidades esportivas, pois o vento é forte e impulsiona as embarcações com muita facilidade. O local já sediou campeonatos de windsurf, atraindo grande quantidade de visitantes.

LAGOAS

As lagoas são grandes atrativos naturais de Quissamã. Formando lindas paisagens para os amantes da natureza, algumas delas são usadas também para banho e para pesca (atividade que só pode ser realizada nas lagoas fora da área do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba).

São 18 lagoas na área total da PARNA Jurubatiba, que compreende também os municípios de Carapebus e Macaé. Só em Quissamã são 12: Paulista, Bezerra, Amarra-Boi, Garça, Piri-Piri, Maria Menina, Robalo, Visgueiro, Pires, Preta, Casa Velha e Ubatuba.

Fora da área do Parque, outras lagoas também são muito importantes para a cidade. Nas chamadas lagoas interiores (ou seja, afastadas do litoral), pode-se citar a Lagoa Feia, a São Miguel e da Ribeira. Entre as do litoral, estão a Ubatuba, Canema e São Miguel do Furado (compreendidas no trecho entre Barra do Furado e Flexeiras).

Quanto à biodiversidade, as lagoas variam de acordo com as suas características próprias: as de água doce apresentam maior variedade de
espécies. A Lagoa do Paulista é uma lagoa perene, de água doce, e é ideal para banho. A Preta apresenta uma água salobra, que embora seja usada para banho tem uma cor mais escura, com lama ao fundo. Já a Lagoa da Garça, hipersalina, seca em alguns períodos.

A APA (Área de Preservação Ambiental) da Lagoa da Ribeira é um ponto de de alimentação e repouso das aves migratórias, por isso a necessidade de preservar este espaço do crescimento urbano. São animais que fazem o trajeto entre os hemisférios norte e sul e visitam a lagoa nesta época do ano, como coleiros, tabuiaiás, marrecos-argentinos e marrecos do pé vermelho. A Ribeira é também uma fonte de pescado para a população. Entre os peixes comuns nas lagoas da cidade, espécies como a carapeba, o robalo, a traíra, o cará, a tainha, a curvina, o morobá, o cascudo-açu, o caximbau, o cumboca e o sassá, além de camarões e siris. Também a tilápia, que é uma espécie exótica na região.

Uma unidade de conservação chamada Parque Natural Municipal dos Terraços Marinhos, em Beira de Lagoa, apresenta uma fauna e uma flora com caractertísticas peculiares, já que está localizada há 12 km do mar, o que faz com que tenha variações em relação ao que se costuma caracterizar como restinga (um bioma tipicamente litorâneo). Ainda são necessários estudos científicos para pesquisar tudo o que o local tem a oferecer em termos de biodiversidade.

Outros pontos turísticos

* CASA MATO DE PIPA

* MUSEU CASA QUISSAMÃ

* COMPLEXO HISTÓRICO CULTURAL FAZENDA MACHADINHA

* CASA DE ARTES MACHADINHA

* CASA DA FAMÍLIA SILVA

* FAZENDA SÃO MANOEL

* FAZENDA SÃO MIGUEL

* FAZENDA SANTA FRANCISCA

* SOLAR DA MANDIQÜERA

* FAZENDA TRINDADE

Localização

Quissamã está localizada a 234km da capital do estado.

Acesso

Por terra: Vindo do Rio de Janeiro: atravesse a Ponte Rio-Niterói e siga pela BR-101 até o trevo de Quissamã (212km), vire à direita e siga pela RJ-196 até o Centro de Quissamã.

Vindo de Búzios: pegue a RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) e siga até o Trevo de Cabiúnas, em Macaé, vire à direita na RJ-178, passe por Carapebus e continue em direção ao entroncamento com a RJ-196, onde deve-se virar à direita e prosseguir até o Centro de Quissamã.

Vindo de Campos: BR-101 (sentido sul) até o trevo de Quissamã (cerca de 60km), vire à esquerda e siga pela RJ-196 até o Centro de Quissamã.

Hotéis e Pousadas em Quissamã

Pousada Villa do Cais
Av. Atlantica, 238
Pousada Villa do Cais
Pousada Villa do Cais - Av. Atlantica, 238






Notícias, Reportagens e Artigos sobre Quissamã

Notícias > Turismo > Encontros e eventos de turismo

Salão Estadual de Turismo mostrará atrativos naturais, históricos e culturais do interior fluminense

Uma diversidade turística enorme marca o estado do Rio de Janeiro. Serra e mar convivem em harmonia, atraindo milhões de turistas nacionais e internacionais todos os anos. Conheça tudo isso emuito mais no Salão de Turismo Fluminense

Notícias > Turismo > Turismo nacional

I Encontro Técnico de Turismo Étnico acontece no Rio de Janeiro

Inscrições gratuitas até 17 de novembro

Agências de viagens e turismo em Quissamã

QUISSAMA TURISMO

QUISSAMA TURISMO

Centro - Quissamã/RJ

Norte Fluminense Turismo

Norte Fluminense Turismo

Centro - Quissamã/RJ

Quissolmar Turismo e Viagens

Rua Conde de Araruama 305
Centro - (24) 2768-1766

Quissolmar Turismo e Viagens

Rua Conde de Araruama 305
Centro - (24) 2768-1766