Vacaria



Foram os missionários jesuítas que ainda por volta de 1700 iniciaram a colonização da região deixando gado para criarem-se soltos trazidos das Missões, sendo denominada “Baqueria de los Pinhales” (Vacaria dos Pinhais) A estrada das tropas, aberta em 1727 e 1729, destinada primeiramente ao comércio de gado, ligou a região dos Campos de Cima da Serra a Lages, Curitiba e São Paulo. Em 1697, os Padres Espanhóis, saindo das Missões, adentravam os nossos campos com a primeira leva de gado vacum. Em 1713 os índios das Missões abriram picadas nos futuros Matos Castelhano e Português, penetrando o Planalto ou seja, a região jesuítica da Vaccaria dos Pinhais. Às passagens foram abertas com muito trabalho, força de braço e a machado, abrindo caminho para passar os primeiros gados Dos vestígios da dominação da Companhia de Jesus, entre outros, citamos o célebre “marco de pedra polida”, cuja origem não foi identificada, descoberto no então segundo distrito de Bom Jesus, que, afora sinais e letras de legenda, nele se encontra a data sugestiva de 1622 (esta data 1622 está bem clara no livro No Planalto de Manoel Duarte - para outros a data é 1692, 70 anos de diferença?) o qual, segundo A. de Taunay e P. Geraldo Pauwels, representa o mais antigo monumento do Rio Grande do Sul ( referido marco encontra-se no Museu da Prefeitura M. de Vacaria). Em 21 de dezembro de 1761 se fundava a Capela curada de Nossa Senhora da Oliveira de Vacaria em conseqüência do encontro da Santinha. Em 1769 era provida de seu primeiro pároco residente, o Pe. Duarte Ferreira Roriz. Constam os registros que, em 1785 havia 24 ocupantes de terras com títulos legais e 64 ocupantes sem título algum. Destes possuidores destacamos o lagunense Manoel Rodrigues de Jesus que, segundo Manoel Duarte, Sua prole se desdobraria incalculavelmente, representando, bem se pode dizer, a população vacariense, onde não há família que não descenda ou não se ramifique a sua arvore genealógica, bem como a prole de José de Campos Bandemburg.. O tempo foi passando e, em 22 de outubro de 1850, pela lei número 185, a Freguesia de Nossa Senhora da Oliveira de Vacaria foi elevada à vila, sendo, esta data, após consulta confirmativa ao Instituto histórico Geográfico do Rio Grande do Sul, havida como a data oficial do Município de Vacaria. Em 1936, pelo Dec. Lei nº. 6.332, assinado pelo Governador Flores da Cunha, Vacaria toma a denominação de CIDADE.

Catedral Nossa Senhora da Oliveira

Localizada no centro da cidade, é considerada símbolo do município. Projetada em 1912, foi construída em pedra moura, em estilo neogótico. Sua decoração interior com medalhões que simbolizam as ladainhas de Nossa Senhora, também são de grande beleza.

Museu Público Municipal

Apresenta mais de 600 peças que representam a cultura e o modo de vida dos antepassados da região. A peça que se destaca éo marco com a inscrição S.J 1962 que foi deixado pelos jesuítas na sua passagem por aqui.

Parque das Cachoeiras

O Ecoturismo no Parque das Cachoeiras oferece banhos de cachoeira, trilhas ecológicas, cabanas rústicas, está localizado a 24 Km da sede do município.

Rio Pelotas

Vacaria é conhecida como a "Porteira do Rio Grande", o Rio Pelotas faz a divisa dos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O lugar impressiona pelo verde que apresenta e pelas características que apresenta.

Oratório de Santo Antônio

Oratório em homenagem à Santo Antônio.
No dia 13 de junho de cada ano é realizado um momento de oração, geralmente às 14h30min, onde reúne mais ou menos 500 devotos e são distribuídos 4.000 pães gratuitamente.

Regiões Turísticas

Localização

Vacaria está localizada a 240km da capital do estado.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através das rodovias BR-285 e BR-116

Hotéis e Pousadas em Vacaria








Agências de viagens e turismo em Vacaria

Agência de Viagens Águia Branca

Estrada Federal BR 116 Km 40, 5 6345 Sala 2
Pradense - (54) 3231-2211

Aguitur

Rua Ramiro Barcelos, 1021
Centro - (54) 3232-8116

Serra Sol Turismo

Presidente Kennedy, 1094
Gasparetto - (54) 3232-5306

Serra Sol Turismo

Presidente Kennedy, 1094
Gasparetto - (54) 3232-5306