Irani



O território do município de Irani começou a ser desbravado e ocupado no início do século XIX, por fazendeiros e colonos oriundos principalmente do norte do Rio Grande do Sul.

Os primeiros habitantes do município foram: Leopoldino Fabrício das Neves, Dinarte Antunes, Pedro Kades, Alexandre Telles e Miguel Fabrício das Neves, o qual vendeu suas terras para Manuel Galdino, que por sua vez demarcou os lotes que foram vendidos particularmente.

Na época da chegada dos primeiros colonizadores as terras pertenciam ao município de Palmas, Estado do Paraná, uma extensa área a margem direita do Rio do Peixe, pretendida pelos Estados do Paraná e Santa Catarina, e também pelo país vizinho Argentina. Sendo que com a Argentina ficou conhecido como o "Tratado de Missiones", e os Estados do Paraná e Santa Catarina, a questão de "Palmas".

Em conseqüência disso e de outros fatores originou-se de 1912 a 1916 a Guerra do Contestado, que por sua vez a primeira batalha aconteceu nos campos do Irani, no dia 22 de Outubro de 1912, a qual ceifou a vida de muitos sertanejos, caboclos e militares, espalhando pânico em grande parte da região, por isso, Irani ficou conhecido como o Berço do Contestado.

O município de Irani foi criado pela lei municipal nº916 de 11 de Setembro de 1963, sendo instalado em 12 de Janeiro de 1964, pertencente à Comarca do município de Cruzeiro, hoje Joaçaba.

O topônimo Irani originou-se do rio que banha o município, nome originário da língua Tupi-Guarani, que significa "Mel Envelhecido", que na referida língua tem o seguinte: IRA=mel e NHI=envelhecido, por tanto, o nome de Irani está relacionado à beleza da fauna e da flora.

- Capitel Nossa Senhora de Lourdes
Primeira construção de alvenaria do município, o capitel Nossa Senhora de Lourdes. Está localizado às margens da BR 282, Km 438.

- Sítio Histórico e Arqueológico do Contestado
Horário de funcionamento ou visitação: de acordo com agendamento
Fatos históricos relacionados ao atrativo: Local do Primeiro Combate da Guerra do Contestado – O COMBATE DO IRANI, Sepultura do Monge José Maria, Cemitério do Contestado, Museu Histórico Monge José Maria, Monumento do Contestado; Distância do centro da cidade: 04 km. Como é o acesso: BR 153, Km 64. Transporte e guia para chegar ao local: Sim. Possui alguma estrutura: banheiros. Responsável pelo local: Fundação Cultural Memória Viva do Contestado da Região do Irani, sito Museu Monge José Maria, Sitio Histórico e Arqueológico do Contestado, BR 153, km 64, Fone: (049) 3432 – 0133. Outros: Neste local encontra-se ainda incrustado naturalmente o Vale da Morte como é chamado, com belezas naturais de rara beleza, como o Cerro Agudo, a Cachoeira do Contestado, com uma queda de água de aproximadamente 41 metros, rodeada de paredões de pedra e acesso através de trilhas ecológicas.

- Parque Aquático
Localizado no centro da cidade, possui área de 200.000m², mata nativa com trilha para caminhadas, contempladas com duas pinguelas e área de camping.

Regiões Turísticas

Localização

Irani está localizada a 530km da capital do estado.

Acesso

Por terra: Irani está às margens da BR-153, 7km ao sul do cruzamento com a BR-282, entre Vargem Bonita e Ponte Serrada. Os aeroportos mais próximos são o de Joaçaba, a 72km de distância, e o de Chapecó, a 120km.

Hotéis e Pousadas em Irani








Agências de viagens e turismo em Irani

Saletur Agência de Viagens e Turismo Ltda

Rua Monge João Maria, 1045
(49) 3432-0109

Taxi Irani Transporte Coletivo e Agência de Viagens Ltda

Rua Governador Ivo Silveira, 1297
Centro - (49) 3432-0179