Santa Isabel



Santa Isabel, cujo nome foi dado em homenagem à Rainha de Portugal, teve sua origem a partir de 1770, sendo formada indiretamente pela corrida do ouro. Com as primeiras descobertas de jazidas auríferas, por volta de 1710 e sendo o valeparaibano um dos maiores aliados do império, houve uma grande migração para as Minas em busca de ouro, ocasionando o aparecimento de cidades.

Em 1720, ocorreu a “Revolta de Vila Rica”, tornando-se mais difícil a vida nas vilas de mineração; e, com o esgotamento das minas e conseqüente retorno à região de origem, esse pessoal espalhou-se pelo Vale do Paraíba, ao sabor de seus recursos e conveniências , dando prosseguimento a promissora cultura do café, principal fonte de recursos do Império Brasileiro, que se agrupava em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro e que teve no Vale do Paraíba seu feliz precursor, marcando o início do retorno dos valeparaibanos.

Preocupados com as dificuldades de transporte entre a Capital do Império (Rio de Janeiro) e a emergente mas já importante província de São Paulo, o governo do Império houve por bem construir povoações ao longo da rota, facilitando os recursos, como mantimentos, pouso e troca de animais das caravanas em trânsito.

O Vale do Paraíba nessa época foi um dos maiores auxiliares para o Império e, nesse meio tempo, houve o desenvolvimento da cafeicultura, principal produto do Reino, cujo introdutor foi Francisco de Mello Palheta.

Foi nesse momento que a história de Santa Isabel se iniciou: existia próximo à cidade de Jacareí uma fazenda, a Morro Grande ,a qual abrangia uma área grande, concentrando-se nessa fazenda um pequeno número de índios e escravos que instalados no local, formaram um povoado.

Esse povoado incipiente ganhou vida nova com a chegada de algumas famílias de valeparaibanos, que, de retorno das minas, ali se instalam, dando início a um pequeno posto de entre- trocas comerciais.

Por determinação do Império, o Município de Mogi das Cruzes, passou a ter responsabilidade de administrar alguns povoados que ao seu redor se espalhavam, o que resultou na inclusão da Fazenda Morro Grande, não obstante sua eqüidistância com o município de Jacareí.

O pequeno povoado seguiu tranqüilamente sua existência e aos poucos foi crescendo, com novas famílias que ali se estabeleceram, por causa do comércio e pelo desenvolvimento trazido com a abertura de estradas, que serviam como opção para os que do Vale do Paraíba iam para São Paulo.

Assim se passa aproximadamente um século, com o povoado crescendo e ganhando aspecto de vila. A Fazenda Morro Grande, possuidora de uma vasta área, desmembrou-se em muitas outras e a população cresceu geometricamente, na medida em que as gerações se sucediam, tendo na pecuária e na agricultura a sua principal fonte.

Localização

O município está situado nas cabeceiras do Ribeirão Mandiú, na zona fisiográfica do Médio Paraíba , distante 50 km, em linha reta do marco zero da Capital do Estado de São Paulo no sentido Rio de Janeiro.

Acesso

Por terra: o acesso pode ser feito através das rodovias
- Rodovia Presidente Dutra
- Rodovia Airton Sena - Trabalhadores (Saída Rodovia Pedro Éroles - Mogi- Dutra)
- Rodovia Vereador Albino Rodrigues Neves – SP 56 (Estrada Arujá - Santa Isabel)
- Rodovia Prefeito Joaquim Simão – SP 56 ( liga ao Município de Igaratá a Rod. Dom Pedro I)
- Rodovia Dom Pedro I ( fazendo interligações com as Rodovias Carvalho Pinto, Dutra , Anhanguera e Bandeirantes)







Hotéis e Pousadas em Santa Isabel

Sitio Ro Ro
Estrada Dos Barbosas, s/n
Recanto Apoena
Estrada do Sol, Km 6.5
Recanto Apoena
A partir de: R$ 250
Ver fotosRecanto Apoena - Estrada do Sol, Km 6.5
Preços e Reservas Online
Reserva Online Recanto Apoena no Booking






Agências de viagens e turismo em Santa Isabel