Parques Nacionais > 

Araguaia - TO

A maior ilha fluvial do mundo



A região dos rios Araguaia e Javaés é palco da transição entre dois importantes ecossistemas: o Cerrado e a Floresta Amazônica. Entre os dois rios está a maior ilha fluvial do mundo, a Ilha do Bananal. Mas este palco também abriga uma triste e comum realidade de nosso país: a devastação da vegetação para dar lugar a pastos de gado. Enquanto o governo faz vistas grossas à situação, os fazendeiros negociam com os índios tão influenciados pela cultura branca.

Aspectos culturais e históricos

Na década de 60, o governo JK tinha metas para ocupação e desenvolvimento da região Centro-Oeste. Para tanto criou uma reserva ambiental na Ilha do Bananal, onde viviam, e ainda vivem, os índios carajás e javaés. Mas foi em 1983 que a reserva se transformou em Parque Nacional do Araguaia, com 562.312 hectares abrigando uma extensa rede de drenagem e amostras de dois ecossistemas, a Floresta Amazônica e o Cerrado.

Aspectos naturais

Ocupando um terço da extensa Ilha do Bananal, o Parque Nacional do Araguaia está sobre uma planície alagável. Além de lagos, rios, brejos e florestas, 60% do território é ocupado por campos. Por causa do regime das águas que periodicamente inundam a região formando uma extensa rede de drenagem, o ecossistema pode ser comparado ao do Pantanal.

Abrigando Cerrado, Floresta Amazônica e Pantanal, o parque apresenta uma grande biodiversidade de flora (campo, cerradão, matas ciliares, matas de igapó e floresta pluvial tropical) e fauna.

Entre os animais, encontramos o cervo-do-pantanal, o tamanduá-bandeira, a onça-pintada, a ariranha (ameaçada de extinção) e uma série de aves, como a arara-azul, a harpia e o gavião-real. As águas do parque guardam peixes de grande porte (pirarucu, pintado e tucunaré) e muitas piranhas. Entre os répteis estão o jacaré-açu, cobras e tartaruga-da-amazônia.

Clima

A região apresenta clima quente, semi-úmido, com temperatura média anual variando entre 8 e 42 graus. Os meses mais quentes são setembro e outubro, e os mais frios junho e julho. O período de chuva vai de novembro a março.

Atrações

Os animais e a vegetação são o maior atrativo do parque. A espécie mais representativa e que vem recebendo uma atenção especial é a tartaruga-da-amazônia. O projeto Quelônios, do Ibama, já conseguiu devolver milhares de filhotes desta espécie às águas. Outra atração são as praias formadas nas margens dos rios Javaés e Araguaia no período de seca.

O Parque Indígena do Araguaia, sob a responsabilidade da Funai, abriga índios Carajás e Javaés em 1.600 km². Apesar de ter o artesanato como principal fonte de renda, esses índios tiveram sua cultura bastante modificada pelo contato com os brancos.

Acompanhados por funcionários é possível percorrer estradas e caminhos existentes próximos à sede, fazer excursões terrestres e fluviais na porção oeste da unidade, observar e fotografar diferentes ambientes e paisagens, grupos de animais, bem como espécies raras da flora. Nas proximidades do Parque Indígena do Araguaia há excelentes pontos de observação astronômica e ainda pode-se ver o pôr-do-sol e praias fluviais no período de seca.

Infra-estrutura

O parque possui alojamento para visitantes e tem como cidades de apoio a Lagoa da Confusão, a 60 km do parque; Santa Terezinha, que fica a 15 minutos de lancha e possui pequenos hotéis e pousadas e por último a cidade de Paraíso do Tocantins, a 205 km, com um hotel bem equipado.

Objetivos específicos da unidade

Proteger uma amostra do ecossistema de transição entre o Cerrado e a Floresta Amazônica e de uma porção da Ilha do Bananal.

Decreto e data de criação

Foi criado pelo Decreto N.º47.570 de 31.12.1959 e alterado pelos seguintes Decretos: n.º 68.873 de 05.07.1971; n.º 71.879 de 01.03.1973 e n.º 84.844 de 24.06.1980.

Endereço para correspondência

AANE 20 - Conj. 03 -Lote 02 (GEREX/TO)

77054-010 - Palmas - TO

Fone: (63) 215-1873

Estados

Localização

O Parque Nacional do Araguaia localiza-se entre os municípios de Lagoa da Confusão e Santa Terezinha (MT), no sudoeste do estado de Tocantins, ocupando um terço da Ilha do Bananal que fica entre os rios Araguaia e Javaés.

Acesso

De Brasília o acesso é feito pela BR-153 (Belém/Brasília) até a cidade de Nova Rosalândia. Pela TO-255 até Cristalândia (aprox. 30 km), percorre-se mais 113 km aproximadamente. De palmas, capital do estado, para o Parque, toma-se a TO-080 em direção a Paraíso do Tocantins e em seguida, pela BR-153 em direção a Nova Rosalândia, adotando-se o mesmo roteiro descrito anteriormente a partir dessa cidade. As cidades mais próximas são: Pium/TO (120 km da capital), Cristalândia/TO (140 km da capital), Lagoa da Confusão/TO (190 km da capital) e Santa Terezinha/MT (600 km da capital).

Hotéis e Pousadas em Araguaia - TO




Notícias, Reportagens e Artigos sobre Araguaia - TO

Notícias > Turismo > Ecoturismo

Surpreenda-se ao visitar os Parques Nacionais

Se a ideia é, de vez em quando, fugir da selva de pedras, a solução pode ser simples e surpreendente. Vamos juntos conhecer mais e proteger os Parques Nacionais do nosso país