Pains - Maravilhas subterrâneas

Situada sobre uma das maiores reservas de calcário do mundo, a pequena Pains, localizada no centro-oeste mineiro, é uma cidade de grandes belezas naturais.

O calcário, utilizado hoje em mais de 70% dos produtos industrializados, é a grande fonte de renda para quase a totalidade de seus 8 mil habitantes. Mas nem sempre foi assim, Pains, cujo nome origina de uma família local, foi no passado grande produtora de suínos e produtora de leite. Hoje porém, com a chegada do turismo, a história da região começa a mudar. Devido às formações de calcário, o subsolo da cidade é um verdadeiro queijo suíço. São centenas de grutas, cavernas, poços, e rios subterrâneos que deram a Pains o título de maior concentradora de cavernas da América. São mais de 2.000 conhecidas e 400 cavernas já mapeadas. Mal se emerge de uma fenda, já se encontra outra entrada diferente a poucos metros de distância.

Algumas delas, como a do Éden, possuem rios subterrâneos que formam galerias de dezenas de quilômetros. Em cada caverna se encontra uma formação diferente. A do Zizinho, por exemplo, é rica em formações conhecidos como bacias de travertinos, minúsculas represas de calcário misturado com o minério calcita. Esta formação, quando iluminada, reflete como se fosse uma parede de diamantes. Na caverna do Jorge, situada no sítio Quatro Estações, os espeliotemas, como são chamadas as formações das cavernas, são mais variadas. Existem estalactites(formações no teto), estalagmites (formações no chão) e impressionantes helictites, que desafiam a lei da gravidade e adquirem várias formas. Mas não só de cavernas vive o turismo de Pains.

Existem vários sítios arqueológicos espalhados na região. Como são de difícil acesso, vale a pena visitar o museu do Corumbá, onde algumas amostras estão expostas. Outro atrativo da região são as orquídeas, que se espalham em cores e variedades pelas matas nativas. De qualquer ângulo, por baixo ou por cima da terra, Pains é um lugar que merece ser explorado, pois seus segredos ainda estão para serem descobertos.

Dicas de viagem

Pains tem pouca estrutura turística. A melhor dica é ficar na pousada e sítio Quatro Estações. Há chalés e quartos para todos os gostos. Dentro da pousada, há trilhas para bike, trekking, 4 x 4 e mais de 50 cavernas para serem exploradas.

Contatos: (37) 3323-1020 ou 3323-1162

Falar com José Francisco – e-mail: painscal@netfor.com.br