Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil é apresentado em Joanesburgo

Principal programa de cooperação internacional para promover formas inovadoras de proteção das florestas tropicais, o Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil está apresentando no estande brasileiro "Os Cinco Sentidos do Desenvolvimento Sustentável", em Joanesburgo, na África do Sul, uma série de publicações que foram especialmente preparadas para serem distribuídas durante a Cúpula Mundial de Desenvolvimento Sustentável.

Criado com o objetivo de fortalecer e maximizar os benefícios ambientais das florestas tropicais brasileiras, o Programa Piloto tem entre os seus principais resultados, a identificação de 93 terras indígenas na Amazônia Legal, o apoio à demarcação e regularização de 149 áreas habitadas por povos indígenas, no total de 30 milhões de hectares.

Para a Betsey W. Neal, conselheira de Política Pública da Rede ONGs da Mata Atlântica, entidade formadora da Coalizão Florestas,uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP),constituída para assumir a gestão de recursos do governo brasileiro destinados às organizações da sociedade civil na Amazônia e Mata Atlântica do Programa, a participação em Joanesburgo é uma oportunidade de mostrar experiências de sucesso do Programa Piloto para o resto do mundo.

"Queremos mostrar que um Programa de importância internacional como este, tem como uma das suas bases de sucesso a participação da sociedade civil", declarou Betsey

Para Brent Millikan, coordenador geral do Projeto de Apoio ao Monitoramento de Analise (AMA), o Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil representa um modelo exemplar de cooperação entre o governo brasileiro, a sociedade civil e a comunidade internacional que precisa ser conhecido internacionalmente.

Para Brent, a representação do Programa em Joanesburgo é importante também para mostrar que a doação dos países ricos aos países em desenvolvimento, como o Brasil, pode representar investimento em experiências muito bem-sucedidas.

Informações Adicionais:

O estande brasileiro "Os Cinco Sentidos do Desenvolvimento Sustentável" é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente. Instalado no Ubuntu Exhibition, no Ubuntu Village, um dos três centros montados durante a Cúpula Mundial de Desenvolvimento Sustentável, em Joanesburgo, na África do Sul.

Diariamente, o estande recebe a visita de cerca de 8500 pessoas. Até sábado, 31 de agosto, tinham passado pelo local mais 50 mil pessoas.

O estande tem 193 metros quadrados e apresenta doze práticas de desenvolvimento sustentável. Diariamente, uma longa fila se forma ao longo do estande. A fila e formada por visitantes interessados em o saborear "Amazon Cookie", biscoito de castanha produzido quatro vezes ao dia no local.

Fonte: ECOM - Ecologia & Comunicação