Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Artigos > Turismo > 

As Sete Maravilhas do Turismo

É necessário ter uma visão do turismo baseada em quatro elementos: ambiental, econômico, social e cultural.

1 de Dezembro de 2008.
Publicado por Vininha F. Carvalho  

O desafio da implementação do desenvolvimento sustentável no mundo está lançado. A integração entre governos, empresas privadas, organizações não-governamentais e sociedade civil, para a construção de um mundo melhor, com preservação ambiental e vida digna para a população, vem sendo articulada por diversas pessoas sérias ligadas ao desenvolvimento do turismo .

Turismo é fluxo de pessoas, integração e alteração de costumes e modos de vida. É consumo responsável da paisagem. O turismo é multidisciplinar e envolve geografia (uso do solo) economia (efeito renda e emprego, balança de exportações) ecologia (recursos naturais) é história (patrimônio) é sociologia (costumes e qualidade de vida). Pode ser considerado como um verdadeiro fenômeno da sociedade atual.

Não é porque o turismo é multidisciplinar que todos podem palpitar na gestão de um projeto. Cada um tem que opinar dentro da sua área. A multidisciplinaridade permite que o profissional de turismo para exercer com sucesso sua atividade, busque trabalhar em conjunto com outros profissionais como biólogos, geográfos, administradores, economistas, profissionais de marketing etc... É necessário ter uma visão do turismo baseada em quatro elementos: ambiental, econômico, social e cultural. Não pode haver um trabalho isolado. Deve-se promover o envolvimento da comunidade local, usando o bom senso , de maneira séria e responsável, sem sensacionalismo.

A identidade do" fenômeno turístico" , a meu ver , deve ser configurada no cotidiano , nos possibilitando eleger como as sete maravilhas do turismo, as posturas abaixo mencionadas:

1)Competência: capacidade de mobilizar, desenvolver e aplicar conhecimentos, habilidades e atitudes no desempenho do trabalho e na solução de problemas para gerar os resultados esperados.Um hábil administrador nos inúmeros campos profissionais, no convívio com as equipes multidiciplinares, sabe pedir o apoio de áreas afins, buscando entender o turismo em sua totalidade histórica e humanista.

2) Criatividade: capacidade para promover a integração com o meio ambiente, criando situações onde o turista possa experimentar a natureza de forma prazerosa, além de dispor de conhecimento, que permita informar sobre cultura, história, flora, fauna, clima, particularidades, curiosidades da região e promovendo, assim, a educação ambiental, através de técnicas de interpretação da natureza, correlacionando com hábitos urbanos, evitando impacto ambiental acima do suporte de carga permitido.

3)Segurança: é necessário saber promover o bem estar e garantir a integridade física dos turistas, combinando com o grupo regras de convívio, viabilizar atividades de entretenimento, lazer e integração, criar relações positivas, manter a motivação na programação, dimensionar os passeios,escaladas e paradas,observar sinais de desgaste, recomendar alimentação e vestuário adequados às atividades, indicar locais para banhos, necessidades fisiológicas.

4)Planejamento: divulgação de opções de interesse turístico, sugerir outros roteiros, recomendar pontos de compras e passeios adicionais. Orientar motorista, indicando roteiros, horários e pontos de parada, alertar sobre aspectos de segurança, conforto e velocidade adequada ao passeio. Ajustar roteiros, o que pode incluir: alterar atividades e programação considerando as vias de acesso e as condições climáticas, segurança e horários, redefinir trajeto e pontos de parada. Assegurando a satisfação dos clientes, o que inclue: observar a satisfação dos turistas, receber reclamações e sugestões, solucionar problemas e conflitos, indicar melhores posições para fotos e filmagens, apoiar pessoas com necessidades especiais, idosas e crianças, estabelecendo paradas especiais. Dominar roteiros de excursões em ambiente não urbano, o que pode incluir: demonstrar capacidade para conduzir grupos de turistas por percursos que incluam: recepção, traslado e pernoite.

5)Seriedade: as competências necessárias ao alcance dos resultados esperados devem ser avaliadas através dos seguintes conhecimentos, habilidades e atitudes: conhecer a flora, fauna, ecologia, geografia física, limites para suporte de arga.Conhecer cartas e mapas, escalas, curvas de nível e técnica de orientação com uso de bússola. Conhecer a legislação ambiental e técnicas de condução de grupo em ambiente natural,condicionamento físico e dimensionamento de esforço. Ser ético ao recomendar pontos de compras ou passeios adicionais

6)Empreendedorismo: estudos realizados identificaram a capacitação como uma necessidade imediata no atual cenário do turismo.É necessário conhecer as técnicas de entretenimento, lazer, integração e estratégia de solução de conflitos.Conhecer técnicas de vendas. Ser uma pessoa líder e controlada, prática, dinâmica e ativa. Ser empático e expressivo na comunicação, argumentar com lógica de maneira clara e articulada, sem vícios de linguagem. Ser uma pessoa tranqüila e segura que mantém o equilíbrio emocional para administrar situações constrangedoras ou de emergência.Criar alternativas de emprego e de oportunidades de renda para as comunidades locais.

7) Profissionalismo: sólida formação crítica, permitindo que a pessoa entenda politicamente a formação de sua categoria enquanto organização política e sindical. E saiba lutar por um turismo auto-sustentável que preserve o ecossistema e os interesses nacionais no campo econômico, cultural e político. Apoiando a conservação das áreas visitadas através da geração de benefícios econômicos para as comunidades hospedeiras .

Neste meu processo de escolha das Sete Maravilhas do Turismo, esclareço que turismo legítimo é aquele que apresenta um compromisso com a conservação ambiental, cultural e com o desenvolvimento social das comunidades envolvidas, consiste numa alternativa promissora para o desenvolvimento sustentável regional. É preciso dimensionar o conhecimento e o potencial turístico da região, através do levantamento de potenciais atrativos, diagnóstico e análise técnica empresarial dos atrativos naturais e culturais de maneira responsável e construtiva , é necessário saber" globalizar, regionalizando".

Vininha F. Carvalho - economista e administradora de empresas

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

Juliana de Carvalho Rocha

 postado: 2/12/2008 17:00:11editar

Realmente, o turismo envolve uma série de elementos que acabam sendo primordial no desenvolvimento da atividade.
O mais importante é as pessoas terem consciencia de conservação de tudo que é utilizado, com o minimo possivel de impacto.

Juliana. Bacharel em Turismo.

 

Roseli Silva

 postado: 3/12/2008 01:39:51editar

Achei matéria muito boa, diponibilizando de um texto pratico e de facil entendimento. Parabéns ao redator da Matéria.

 

Ayrton Seba da Silva

 postado: 3/12/2008 09:49:21editar

O turismo é coisa séria e tem que ser conduzido por pessoas física ou jurídica) competente e devidamente capacitada. Entretanto, a incapacidade de se fiscalizar faz depararmos com um turismo irresponsável, inconsequente e, digo, até criminoso. É constante e enorme o número de grupos que são carregados como animais nas tão faladas excursões, os ditos responsáveis não tem a menos preparação e só e somente visam o resultado financeiro.

Matérias iguais a "Sete Maravilhas do Turismo" atenta para as responsabilidades que um agente de turismo precisa ter.

Parabéns e que outras matérias sejam divulgadas...

 

André Dias

 postado: 3/12/2008 10:10:55editar

Ao meu ver, deve-se dar extrema importancia também às ações de gestão e tomada de decisões, no contexto evolutivo da atividade, considerando a dimensão POLÍTICA, além da economica, ambiental, social e cultural, conforme citado por diversos autores. Achei a matéria muito interessante, e considero esta visão integrada das dimensões essencial, porém, deve-se dar mais atenção para a questão política que envolve a atividade, principalmente em áreas de baixo dinamismo economico, que encontram no turismo uma alternativa estratégica de alanvancar o desenvolvimento aliado a conservação.

 

fernando josé aguiar mendes

 postado: 3/12/2008 10:54:52editar

Concordo plenamente com sua visão. O turismo deve ser construido dentro do conceito de desenvolvimento sustentavel e participativo da sociedade.

 

Pedro Brito

 postado: 3/12/2008 16:18:01editar

Maravilha de matéria, parabéns, sou agente de turismo em Paraty-RJ, possuo uma pequena agencia de turismo voltado para a sustentabilidade e ecológicamente correta, não tenho frotas de carros para conduzir os meus turistas, prefiro as bikes, cavalos e outros meios covencionais, e levo em lugares que a comida é toda produzida na própria comunidade. Contem comigo!

 

VLADÍMIR FRANCISCO TOMAZONI

 postado: 4/12/2008 13:43:21editar

CAROS SENHORES !!! ...

A TOMADA DE CONSCIÊNCIA DA POPULAÇÃO, AÍ SIM TEREMOS UM TURISMO TOTALMENTE SUSTENTÁVEL...

ATENCIOSAMENTE;

 

Edem Beiriz

 postado: 4/12/2008 17:01:19editar

É isso mesmo. Precisamos ter conciência de que a sustentabilidade de nossa empresa turísticas está intimamente ligada a sustentabilidade do destino que comercializamos.Não há como desenvolver a sustentabilidade sem se falar em Educação Ambiental. Precisamos sensibilizar nossos parceiros, clientes, e nossa comunidade que o para se conseguir um desenvolvimento sustentável é necessário utilizar o tripé social, econômico e ambiental. Convidamos a todos a participar da Rede Ambiental, e fazer parte da Liga do Bem, em defesa da natureza ! Conte conosco para divulgar estes princípios. A Infotur é precursora em nossa região com o PROGEA, Programa de Educação Ambiental. Não basta apenas concordar temos que acordar e agir, fazer a nossa parte, afinal a responsabilidade social é um dever de todos! Edem Beiriz - Gerente Comercial da Infotur - Bombinhas - SC

 

Eliane. Economista, Especialista em Marketing

 postado: 7/12/2008 09:41:46editar

Fazia muito tempo que eu não lia uma matéria tão boa sobre turismo. Parabéns à senhora Vininha.Vou guardar essa matéria para repassá-la sempre que tiver oportunidade...merece ser divulgada.

 

Leonardo Holderbaum

 postado: 12/12/2008 07:45:47editar

Prezada Vininha,

Já tem algum tempo que venho acompanhando seu trabalho, eu sou turismólogo, e trabalho com ecoturismo em Petrópolis RJ, e realmente esse texto é bastante conveniente, relevando as bases do turismo sustentável que são os 4 elementos que você enfatiza: ambiental, econômico, cultural e social. Muito bom o texto !

 

Vanessa Graff

 postado: 31/12/2008 20:01:57editar

O Turismo é item muito importante no desenvolvimento de qualquer país, basta apenas ter pessoas responsáveis e especializadas na área.
Gostei muito da matéria, parabéns ao redator.
Vanessa. Bacharel em Turismo

 

Jaína Fernandes

 postado: 5/3/2009 13:39:32editar

Parabéns pela matéria. É MARAVILHA! Ainda concordo com o
André Dias que ressalva a preocupação política além da econômica, social, cultural e ambiental. A preocupação maior do Turismo Sustentável está com a conservação do meio físico e ds formas de organização das comunidades receptoras, seus costumes, usos e tradições, assim como a sua participação (mesmo) nas fases do planejamento.
Antes de se dar início a qualquer projeto na área turística, as análises econômicas, sociais e ambientais são de vital importância e vai-se adentrando a cultura respeitando o modo de vida e o comportamento tradicional da comunidade. Como estão e quais os padrões de liderança política. Quais as políticas públicas que subsidiar o projeto, enfim, são todas estas maravilhas incluídas também nos projetos.
Parabéns Vininha. Jaína Fernandes - Turismóloga

 

Ariani Soares

 postado: 8/5/2009 14:54:26editar

Fazer turismo é uma experiência de vida, e talvez até a realização de um sonho. E nada melhor que fazê-lo em ambiente saudável e preservado ecologicamente, no qual há respeito pela diversidade humana e cultural.
O turismo está entre as atividades econômicas que mais dependem da prática da sustentabilidade, especialmente para os destinos turísticos que têm destaque para seus atrativos relacionados à cultura e às belezas naturais. Pode-se afirmar que existe sustentabilidade quando a atividade consegue alcançar os resultados econômicos desejados respeitando o meio ambiente e o desenvolvimento das comunidades locais.
O desenvolvimento do turismo sustentável pode ser visto como o desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a atividade das gerações futuras para satisfazer suas próprias demandas. Se essas condições não são asseguradas, o destino começa a declinar e deixa de gerar os benefícios econômicos, sociais e ambientais a que se propõe.

ARIANI SOARES - ESTUDANTE DE TURISMO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO/ES

 

 

Veja também

No norte do Paraná, turistas vivenciam o passado e o presente da cafeiculturaPoços de Caldas, a força que vem da terra !

 

editar    editar    editar    2.054 visitas    13 comentários