Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Artigos > Turismo > 

Conheça as sete maravilhas naturais de Portugal

A natureza convida à aventura, ao montanhismo, à observação da fauna marinha e ao mergulho.

26 de Outubro de 2010.
Publicado por Vininha F. Carvalho  

Uma viagem pelas sete maravilhas portuguesas. É o que propõe o roteiro abaixo resultado de uma votação feita pelos próprios portugueses. Eles elegeram entre as muitas opções de praias, parques protegidos e áreas marítimas, os sete lugares mais belos por natureza. Tire uns dias para fazer uma viagem encantadora e de tirar o fôlego.

Categoria Zona Aquática Não Marinha:

Lagoa das Sete Cidades

Lagoa das Sete Cidades

Primeira parada em Lagoa das Sete Cidades, uma das mais bonitas e imponentes lagoas da Ilha de São Miguel, em Açores, com a sua ampla cratera de 12 km. O cenário inesquecível da Lagoa Verde e da Lagoa Azul emolduradas por encostas cobertas de árvores e flores, as margens e a pequena península da Lagoa Azul convidam a repousantes passeios e a piqueniques em ambiente tranquilo. Não deixe de visitar o pitoresco povoado de Sete Cidades, com curiosas casas de arquitetura popular e a Igreja Paroquial, neogótica (séc. XIX), verdejantes pastagens e a modesta, mas atraente, Lagoa de Santiago.

Categoria Grandes Relevos:

Ilha do Pico

Ilha do Pico

Ainda nos Açores, aprecie a paisagem vulcânica da Ilha do Pico, coberta de verde e hortênsias lilases que dividem espaço com pastos, lagoas azuis e verdes, crateras de vulcões extintos e terra fumegante. Já presenciou uma refeição sendo cozinhada debaixo de terra? Aproveite a oportunidade! Aqui, a natureza convida à aventura, ao montanhismo, à observação da fauna marinha e ao mergulho.

Categoria Praias e Falésias:
Próxima parada: o Portinho da Arrábida, uma enseada com areia muito branca, localizada no verde da serra. É uma das praias do Parque Natural da Serra da Arrábida, que guarda no esplendor da sua vegetação espécies raras e muito antigas. Agora que está na praia, explore num bom mergulho a riqueza imensa de fauna e flora únicas que se esconde nas águas límpidas da pedra da Anixa. No final do dia, quando o sol começa a desaparecer atrás da serra, uma boa pedida é a caldeirada de bom peixe ou um salmonete de Setúbal de sabor sutil, acompanhado de um bom vinho branco da região.

Categoria Zonas Protegidas:

Peneda-Gerês

Peneda-Gerês

O Parque Nacional Peneda-Gerês é uma preciosidade da natureza. Aqui você vai conhecer uma paisagem deslumbrante e espécies únicas como o garrano selvagem, as águias douradas ou o cão Castro Laboreiro. Conheça as tradições e costumes locais nas aldeias do Lindoso e do Soajo e suba aos seus castelos. Leve sempre a roupa de banho à mão. Rios e ribeiras vão surpreendê-lo no meio do caminho e você não vai resistir a dar um mergulho na água refrescante.

Categoria Florestas e matas:

Floresta Laurissilva

Floresta Laurissilva

Já imaginou alguma vez passear numa fantástica floresta com muitos milhões de anos? Venha concretizar esse sonho verde na ilha mais bonita do Atlântico. Considerada pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, a Floresta Laurissilva da Madeira é a mais extensa e bem preservada floresta Laurissilva do mundo onde vivem espécies naturais de valor universal. As árvores e os arbustos nunca perdem as folhas e um verde impressionante reveste as encostas e os vales profundos do interior da Ilha. A água, muito abundante, é domada nas "levadas", canais que irrigam os campos e abastecem as povoações. São grandes obras de engenharia do povo madeirense, que as abre na rocha ao longo de profundos abismos. São trilhas maravilhosas por onde é possível passear e descobrir os segredos desta imensa catedral verde.

Categoria Zonas Marinhas à Ria Formosa:

Área de Ria Formosa

Área de Ria Formosa

De um lado o mar, do outro a Ria. Entre a terra e o mar estendem-se ilhas de sossego, longas penínsulas de areia e canais visitados por patos. Da praia do Ancão, na Quinta do Lago e aldeia de Cacela Velha, há um tesouro ambiental feito de águas tranquilas, areais extensos e ilhas quase desertas. É o mundo da Reserva Natural da Ria Formosa. Longe da multidão, vive-se aqui um modo diferente na praia. Comem-se amêijoas, conquilhas e camarão apanhados frescos nos viveiros debaixo de água e fala-se com pescadores para quem a Ria é um modo de vida.

Categoria e Grutas e Cavernas:

Grutas de Mira de Aire

Grutas de Mira de Aire

Descoberta em 1947, a entrada das grutas de Mira de Aire encontra-se a 300m de altitude, mas no seu interior a profundidade desce até os 180m. A sua formação remonta a 150 milhões de anos atrás, quando os dinossauros povoavam esta região, deixando as suas pegadas no solo, que podem ser contempladas na região.

As grutas estão iluminadas com efeitos de luzes coloridas que realçam a beleza das formas moldadas em estalagmites e estalactites. Ao longo do percurso, o guia chamará a atenção para as estranhas formas calcárias moldadas em milhões de anos, como a "Alforreca", o "Marciano" ou o magnífico "Órgão".

O "Rio Negro" desce em cascata até ao "Grande Lago" onde acontece o espetáculo de Som e Luz. Iluminação, escadas e música ambiente fazem da descida a este mundo escondido uma experiência inesquecível.

Agradecimento : Marina Miranda

Visite: www.revistaecotour.com.br

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

jaime fidel

 postado: 9/5/2012 10:22:59editar

Estou-me preparando para viajar de bicicleta de Recife a Santiago de Chile en 2014 no mes de janeiro, se alguem quiser me acompanhar, estamos aí!!!

 

 

Veja também

A prática do birdwatching se fortalece como atração turísticaNo norte do Paraná, turistas vivenciam o passado e o presente da cafeicultura

 

editar    editar    editar    47 visitas    1 comentários