O mundo misterioso do Mato Grosso do Sul

Por: Ismael Escote Mergulhador na Gruta Mimoso em Bonito (MS) Foto: Ismael Escote Existe um mundo quase inacessível à grande maioria das pessoas. Um mundo, onde a escuridão e a busca pelo desconhecido, instigam as mentes dos homens que se aventur

  
  

Por: Ismael Escote

Mergulhador na Gruta Mimoso em Bonito (MS)

Mergulhador na Gruta Mimoso em Bonito (MS)
Foto: Ismael Escote

Existe um mundo quase inacessível à grande maioria das pessoas. Um mundo, onde a escuridão e a busca pelo desconhecido, instigam as mentes dos homens que se aventuram a conhecê-lo. Um mundo onde estes homens, munidos de equipamentos e de tecnologia avançada, se vêem às voltas com as mais primitivas sensações, que perturbam a alma do ser humano desde o início de sua existência. Este mundo é o mundo das cavernas inundadas do Mato Grosso do Sul.

Os que já viram filmes antigos como Viagem ao Centro da Terra, baseado em obra de Júlio Verne, ou então o clássico Imensidão Azul, que conta a saga do recordista francês Jaques Mayol, talvez consigam vislumbrar a sensação de estar mergulhando no azul ou então, explorando uma caverna. Esta combinação de duas atividades tão apaixonantes como o mergulho e a exploração de cavernas, deu origem a um esporte que cresce muito em nosso país, o espeleo-mergulho ou, mergulho em cavernas.

Algumas regiões do Mato Grosso, Goiás e Bahia, propiciam também a prática desta atividade, porém, é no Mato Grosso do Sul, na região da Serra da Bodoquena que compreende os municípios de Jardim, Bodoquena e Bonito, onde se encontram os melhores lugares do Brasil para a prática deste esporte.

O Mergulho em Cavernas só pode ser praticado por pessoas devidamente treinadas e seguindo estritamente todos os padrões de segurança aprendidos no curso. O nível de risco e bastante alto, o que faz com que o investimento em equipamento, segurança e cursos seja igualmente alto por parte dos praticantes, dos operadores e das escolas. Qualquer mergulhador certificado no nível avançado, pode ingressar num curso de mergulho em cavernas. A atividade exige técnica e disciplina. O prêmio, é o conhecimento, o desafio superado e a oportunidade de entrar neste mundo cheio de beleza e mistério, onde a natureza esculpiu formas e abriu caminhos, capazes de levar o homem, ao interior de seu planeta, numa aventura digna dos melhores livros de Julio Verne.

A cidade de Bonito além de possuir várias cavernas para mergulho, conta com uma das melhores infra-estruturas do país para esta atividade, como por exemplo, estação de recarga para gases especiais, tipo NITROX e TRIMIX, muito utilizados neste tipo de mergulho, Instrutores capacitados para conduzir os mergulhos e dar cursos, além de rede hoteleira e serviços para atender as necessidades do mergulhador. O processo de Uso Turístico das Cavernas está sendo regulamentado pelo IBAMA / CECAV que conta com um escritório em Bonito, o objetivo é preservar este patrimônio que é de todos nós.

“As cavernas são lugares muito especiais, habitadas por criaturas especiais e visitadas por pessoas, que deveriam entender isto como um grande privilégio”.

Ismael S. Escote é Instrutor de Mergulho e Guia de Turismo.

  
  

Publicado por em