Artigos > Turismo > 

Projeto VAI BRASIL será lançado no Salão do Turismo

O Projeto Vai Brasil, realizado pelo Ministério do Turismo, com a execução da Braztoa e o apoio da ABAV, foi criado para divulgar os períodos de baixa ocupação de forma a garantir que todo brasileiro possa conhecer o BRASIL. O Projeto busca fomenta

30 de Maio de 2006.
Publicado por Equipe EcoViagem  

O Projeto Vai Brasil, realizado pelo Ministério do Turismo, com a execução da Braztoa e o apoio da ABAV, foi criado para divulgar os períodos de baixa ocupação de forma a garantir que todo brasileiro possa conhecer o BRASIL.

O Projeto busca fomentar a divulgação de produtos turísticos na baixa ocupação, nos diversos destinos do Brasil, com os seguintes objetivos:

— Minimizar os efeitos da sazonalidade;
— Aumentar a oferta e a procura para os períodos de baixa ocupação;
— Inclusão de novos consumidores;
— Incentivar ao planejamento de férias;
— Geração de empregos e renda, manutenção dos atuais empregos, desenvolvimento profissional e desenvolvimento social.

Em breve os turistas poderão consultar o site www.vaibrasil.com.br e ter acesso a todos os pacotes completos (aéreo incluído) e terrestres, que sejam baseados em tarifas Vai Brasil - baixas o suficiente para que todo brasileiro possa viajar a lazer.

A mobilização da cadeia produtiva do turismo foi o fator primordial para a realização do projeto. A disposição em baixar o preço final de seus insumos veio mostrar a importância de se vender a baixa ocupação.

PARCEIROS DO VAI BRASIL
— Hotéis disponibilizaram 600.000 leitos
— Empresas de Aviação Civil disponibilizaram 225.620 assentos aéreos
— Locadoras de Automóveis disponibilizaram 1.250 carros

O lançamento oficial do Vai Brasil ao público e ao trade em geral será no dia 2 de junho, na abertura do 2º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, no Expo Center Norte, em São Paulo. Mas a consulta de pacotes no site e sua venda pelas agências de viagens cadastradas estarão disponíveis a partir do dia 15 de junho.

O Vai Brasil, que integra o programa do governo federal Turismo para Todos, é promovido em parceria pelo Ministério do Turismo e a Braztoa, e conta com apoio de diversas entidades do trade, como Abav Nacional (Associação Brasileira da Agências de Viagens), Abih (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Abla (Associação Brasileiras das Locadoras de Automóveis), Fohb (Fórum de Operadoras Hoteleiras do Brasil), Resorts Brasil (Associação Brasileira de Resorts), entre outras.

Esse esforço conjunto permitirá ao Comitê Gestor do projeto identificar a oferta turística existente para que o projeto atinja seus objetivos, como minimizar os efeitos da sazonalidade para o setor de turismo, aumentar a oferta e a procura para os períodos de baixa temporada e baixa ocupação e elevar a ocupação dos produtos e serviços já oferecidos.

Os meios de hospedagem, operadores de receptivo, locadoras de automóveis e companhias aéreas poderão, logo após se cadastrarem no projeto, lançar no sistema as tarifas específicas para o Vai Brasil, a partir das quais as operadoras de turismo formatarão seus pacotes. Para permitir a inclusão do público que não está tendo acesso a viagens de lazer, haverá restrições como número reduzido de diárias, período pré-determinado etc. Além disso, aqueles que já consomem pacotes poderão usufruir de um produto mais sofisticado, conquistando uma espécie de `up grade`.

A comercialização dos pacotes será feita exclusivamente pelas agências de viagens cadastradas – esse segmento é responsável pela emissão de 85% dos bilhetes aéreos no Brasil. Assim, depois fazer a busca no portal e escolher o produto que mais lhe interessou, o usuário visualizará na tela uma lista das agências mais próximas do endereço fornecido por ele que dispõem daquele pacote. O passageiro também terá a alternativa de acrescentar ao roteiro opcionais, chamados de “insumos”, como passeios pela cidade ou a localidades próximas, ingresso em parques etc.

O governo federal firmará convênio para oferecer o uso de computadores com Internet em estabelecimentos prestadores de serviço público, como agências do Correios, atingindo a população que não tem acesso a essa ferramenta.

A previsão da Braztoa é de uma redução média de 30% nos valores dos pacotes já oferecidos durante a baixa estação. Já foram disponibilizados para o projeto 600 mil leitos e 265 mil assentos em companhias aéreas por mês. Haverá a opção de pacotes só com parte terrestre, no qual o passageiro poderá utilizar veículo próprio ou locado.

Assim, o projeto deverá alavancar o turismo preenchendo a lacuna do setor durante os períodos de baixa ocupação, quando a demanda de hospedagem e vôos é menor. O Vai Brasil estimulará também viagens a destinos turísticos mais distantes da região de origem do passageiro e permitirá que, por meio de financiamento na rede bancária e de administradoras de cartões e fundos, os pacotes possam ser parcelados em até 24 meses.
_________
Fonte: Ministério do Turismo e MVL Comunicação

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

alex

 postado: 16/11/2008 22:08:56editar

Exelente incentivo, temos que fazer não só projtos em áreas turisticas, mas também em todos os outros seguimentos a favor da população brasileira.

 

 

Veja também

São Paulo sediará o primeiro aquário temático do BrasilComo está sua Ecologia Interior?

 

editar    editar    editar    882 visitas    1 comentários