Acupuntura vem ganhando cada vez mais espaço no tratamento de pequenos animais

Vista com descrença pela medicina ocidental, a acupuntura vem ganhando cada vez mais espaço no âmbito acadêmico pernambucano. Universidade pioneira na Região Nordeste nesta modalidade de atendimento voltado a animais de pequeno porte em todo o país, a Uni

  
  

Vista com descrença pela medicina ocidental, a acupuntura vem ganhando cada vez mais espaço no âmbito acadêmico pernambucano. Universidade pioneira na Região Nordeste nesta modalidade de atendimento voltado a animais de pequeno porte em todo o país, a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), por intermédio do seu Hospital Veterinário (HVU), oferece o serviço há mais de meio ano.

De acordo com o coordenador do serviço e professor da área de Clínica Médica de Caninos e Felinos do HVU, Eduardo Cole, a acupuntura ainda é encarada, principalmente pelos cientistas e médicos de uma forma geral, como um tratamento cercado de misticismo e lendas.

`Apesar de ter o dobro de tempo de existência da medicina alopática ocidental, os resultados práticos da acupuntura, que tem origem no Oriente, ainda são ignorados apesar de sua inegável eficiência`, diz Cole.

Segundo ele, cerca de 70% dos animais que são condenados à morte por aparentemente não terem cura por meio de drogas ou cirurgias, dependendo do caso, são `tirados do corredor da morte` após o atendimento no HVU.

Já os dados referentes a animais que são curados totalmente apontam resultados positivos de 60%. Cole informa que os casos em que o tratamento por meio de agulhas é aplicado varia bastante.

`Há situações em que os animais chegam com dificuldades para andar; ou problemas na pele e coluna. Mas, o que acontece, na verdade, são cães e gatos com problemas neurológicos. E esses, por sua vez, manifestam-se fisicamente`, diz o professor.

Cole destaca que o atendimento é feito apenas um dia por semana nas dependências do HVU e que há uma média de 10 pacientes por dia.

`O que é mais importante em todo o processo é que a acupuntura deve ser encarada como uma espécie de tratamento essencialmente preventivo. Essa é a razão pela qual muitas vezes nós estendemos as sessões mesmo depois de o animal receber alta`, enfatiza.

O serviço, que por enquanto se restringe ao atendimento de cães e gatos, está à disposição da população às 3ª feiras, nos turnos da manhã e tarde, no HVU. As consultas são gratuitas.

Os interessados podem obter outras informações pelos telefones (81) 3302.1437, 3302.1406 ou 3302.1401.

Fonte: AssCom UFRPE

___________________________________________

Participe do Grupo Animalivre

Envie um email em branco para:

animalivre-subscribe@yahoogrupos.com.br

  
  

Publicado por em