Cães podem ajudar no tratamento de esquizofrenia

A presença de cachorros em sessões de terapia pode ajudar no tratamento de esquizofrenia, de acordo com um estudo do Instituto Technion de Tecnologia, de Israel. Abrace esta Campanha! Segundo o estudo, a companhia dos animais ajuda os pacientes a

  
  

A presença de cachorros em sessões de terapia pode ajudar no tratamento de esquizofrenia, de acordo com um estudo do Instituto Technion de Tecnologia, de Israel.

Abrace esta Campanha!

Abrace esta Campanha!

Segundo o estudo, a companhia dos animais ajuda os pacientes a se sentirem menos apáticos e mais motivados.

A conclusão é baseada na observação do comportamento de pacientes em sessões com e sem os cachorros.

A pesquisa se concentrou na anedônia, a inabilidade de sentir prazer em experiências geralmente prazerosas, uma das maiores causas da esquizofrenia.

Uma mulher anedônica não tira prazer do nascimento do seu bebê, e um jogador de futebol com o mesmo problema não fica feliz quando o seu time ganha, entre outros exemplos.

Mais prazer:

No experimento, os pesquisadores compararam dez pacientes de esquizofrenia que foram submetidos a sessões de terapia com cachorros com outros dez que foram a sessões convencionais, sem os animais.

Ao longo de dez semanas, eles analisaram os sintomas clínicos dos pacientes, suas visões subjetivas da qualidade de vida e a sua capacidade de tirar prazer de determinadas experiências.

O grupo que participou das sessões com cachorros tiveram uma melhora significativa na capacidade de sentir prazer, comparado com o segundo grupo.

Os cientistas também observaram que pacientes acompanhados de cachorros passaram a usar melhor o seu tempo livre e a se sentir mais motivados.

O diretor de Comunicação da ONG especializada em problemas mentais Rethink, Paul Corry, elogiou o estudo, que disse ser importante para entender as causas da esquizofrenia e possíveis formas de tratá-la.

Corry disse, no entanto, que serão necessários mais estudos para saber se e como a descoberta pode ajuda pacientes da doença numa maior escala.


Participe do ANIMALIVRE, o ponto de encontro virtual dos verdadeiros protetores dos animais.

Para associar-se: envie um email em branco para

animalivre-subscribe@yahoogrupos.com.br

Visite : www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em

Meiryedin macedo

Meiryedin macedo

28/03/2009 20:27:08
sou estudante de psicologia e estou interessada em saber um pouco mais sobre esse assunto ,porém com um pouco mais de conprovação científica, defendo psicologia enquanto ciencia.